Novidades e expectativas sobre o AMA Supercross 2010

04 de janeiro de 2010 - 6:00

Nem mesmo começou o AMA Supercross 2010, e já rolaram muitas mudanças. Fora a dança das cadeiras nas equipes, fato normal com saída de alguns pilotos e entrada de outros, tem também as troca de categorias. Mas depois de definidas as categorias que cada piloto irá disputar, acabam acontecendo algumas mudanças por causa das lesões nas pré-temporadas. Nestes últimos dias, as vésperas da abertura do campeonato, foram noticiadas algumas mudanças para o AMA Supercross 2010.

O AMA Supercross é o maior e melhor campeonato de Supercross do mundo, e prova disto é que ele vale como campeonato Mundial de Supercross. A primeira das dezessete etapas será no próximo sábado, dia 9 de janeiro, portanto daqui há seis dias, no Angels Stadium, em Anaheim, na Califórnia, na etapa chamada de A1, já que a cidade recebe três etapas em cada temporada. Nas costas Oeste e Leste são oito etapas em cada região, com o Shootout, que é uma prova que reúne os 20 melhores de cada região, sendo realizado na última etapa do AMA Supercross em Las Vegas.

Mas o Shootout, apesar de ser considerada como uma final do AMA Supercross Lites, não vale como título nacional. Como os pilotos se dedicam 100% nas pré-temporadas, é normal que aconteçam lesões, já que os tombos acabam sendo inevitáveis, pois os pilotos testam motos e equipamentos novos, aos quais eles não estão acostumados, mas mesmo assim dão tudão para ver se as peças novas funcionam bem.

FAVORITO AO TÍTULO DA CATEGORIA SUPERCROSS
O grande favorito ao título da categoria principal do AMA Supercross 2010 é o americano James Stewart, o ‘Bubba’, da equipe semi-oficial San Manuel Band of Mission Indians / L&M Racing / Yamaha. Em segundo plano vem o australiano Chad Reed e o americano Ryan Villopoto, companheiros na equipe oficial de fábrica Monster Energy / Kawasaki.

Ryan Dungey, piloto da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki vai fazer sua estreia na categoria SX, para motos 450, e poderá surpreender, mas ser campeão é algo praticamente fora de cogitação, pois é raro o caso de um piloto ter sucesso no seu primeiro ano na categoria principal, sendo que nas últimas duas décadas a exceção foi o Rei do SX, Jeremy Mcgrath, que foi campeão em 1993, no seu primeiro ano na categoria principal do AMA SX.

STROUPE VAI CORRER NA CATEGORIA PRINCIPAL
Outro que fará sua estreia na categoria principal será o americano Austin Stroupe, piloto da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki. Ele está escalado para correr na categoria Supercross Lites na região Leste, mas como seu companheiro de equipe, o australiano Matt Moss se lesionou na última etapa do Australiano de Supercross e está se recuperando, não correrá nas primeiras etapas do AMA Supercross. Com isto Stroupe correrá as primeiras etapas na categoria Supercross, e no dia 20 de fevereiro, ele disputará a primeira etapa do AMA Supercross Lites Leste em Indianápolis.

TEDESCO NA EQUIPE PRIVADA VALLI / YAMAHA
O americano Ivan Tedesco era o nome mais forte e com mais títulos na equipe oficial Honda, mas mesmo assim ele não teve seu contrato renovado. Inclusive Tedesco fez parte de três times dos Estados Unidos que foram campeões do Motocross das Nações, inclusive em 2009. E depois de algumas incertezas, Tedesco (foto) fechou contrato com a equipe privada Valli Motorsports / Yamaha e já está fazendo sua pré-temporada há algum tempo, e poderá incomodar os ponteiros.

FAVORITO AO TÍTULO DA CATEGORIA SX LITES OESTE
Na categoria Supercross Lites costa Oeste, com a transferência do francês Chris Pourcel, piloto da equipe semi-oficial Monster / Pro Circuit / Kawasaki, e do australiano Brett Metcalfe, piloto da equipe semi-oficial Geico Powersports / Factory Connection / Honda, para a costa Leste, o grande favorito ao título passa a ser o americano Jake Weimer, companheiro de equipe de Chris Pourcel na Pro Circuit.

Também estão na briga pelo título de 2010 no AMA SX Lites Oeste os pilotos americanos Trey Canard e Blake Warthon da equipe Geico Powersports / Factory Connection / Honda, o inglês Tommy Searle da equipe oficial FMF / KTM Racing Team e o americano Nico Izzi, da equipe semi-oficial Star Racing / Yamaha. Outro que entra na lista de candidatos ao título da Supercross Lites Oeste é o americano Josh Hansen, que faria a estreia da Pro Circuit na categoria principal, mas com a transferência de Pourcel para costa Leste, ele disputará a categoria Lites, para motos 250.

FAVORITO AO TÍTULO DA CATEGORIA SX LITES LESTE
A temporada 2010 do AMA Supercross Lites costa Leste começará no dia 20 de fevereiro, com a etapa em Indianápolis, e o favorito ao título desta região é o piloto francês Chris Pourcel, que vai usar o número 1 em sua moto, já que foi o campeão da costa Leste na temporada passada. E com certeza Mitch Payton, chefe da equipe Monster / Pro Circuit / Kawasaki, está muito contente, pois o objetivo dele é colocar o número 1 em suas motos.

Neste briga pelo título de 2010 no AMA Supercross Lites Leste também estão os pilotos Austin Stroupe da equipe oficial Suzuki, Brett Metcalfe e Justin Barcia da equipe Geico Powersports / Factory Connection / Honda, o australiano Jake Moss da equipe privada Rockstar / Canidae / Suzuki e o sul-africano Tyla Rattray, companheiro de equipe de Pourcel e Weimer na Pro Circuit. Mas como falta muito tempo até a etapa de abertura do AMA Supercross Lites Leste, vamos torcer para que nenhuma baixa ocorra e que assim o campeonato seja bem disputado.

BALBI EM MAIS UMA TEMPORADA DO AMA SX
O mineiro Jorge Balbi Jr. será o único brasileiro a correr o AMA Supercross em 2010. Ele vai disputar a categoria Supercross Lites Oeste num esquema da sua equipe aqui do Brasil, a 2B Racing, que tem os patrocínios de i9 / Mart Plus / Realizar Consórcios / ASW / Orbital, com o suporte da Wonder Warthog Racing, apoio que ele já teve na temporada 2007. O AMA Supercross Lites Oeste começará no dia 9 de janeiro em Anaheim e pelo ranking da AMA Balbi usará o número 52.

PILOTOS QUE ESTÃO A PROCURA DE EQUIPE
Se por um lado a maioria dos pilotos já fecharam os contratos para a temporada 2010, alguns bons nomes estão a pé. Nomes como Tim Ferry, Broc Hepler, Weston Peick, Kyle Cunningham e Kyle Chisholm ainda estão a procura de equipes para disputarem o AMA Supercross. Michael Byrne deverá andar de Kawasaki num esquema privado. Já Jason ‘Bad Boy’ Lawrence, dono da própria equipe, que está com problema com a justiça americana (agrediu uma pessoal e está cumprindo pena na cidade de Riverside, na Califórnia), deverá correr a abertura do AMA SX em Anaheim.

Lista dos Campeões do AMA Supercross e AMA Supercross Lites :

CAMPEÕES DO AMA SUPERCROSS

1974 – Pierre Karsmakers – Yamaha
1975 – Jimmy Ellis – Can Am
1976 – Jimmy Weinert – Kawasaki
1977 – Bob Hannah – Yamaha
1978 – Bob Hannah – Yamaha
1979 – Bob Hannah – Yamaha
1980 – Mike Bell – Yamaha
1981 – Mark Barnett – Suzuki
1982 – Donnie Hansen – Honda
1983 – David Bailey – Honda
1984 – Johnny O’Mara – Honda
1985 – Jeff Ward – Kawasaki
1986 – Rick Johnson – Honda
1987 – Jeff Ward – Kawasaki
1988 – Rick Johnson – Honda
1989 – Jeff Stanton – Honda
1990 – Jeff Stanton – Honda
1991 – Jean-Michel Bayle – Honda
1992 – Jeff Stanton – Honda
1993 – Jeremy McGrath – Honda
1994 – Jeremy McGrath – Honda
1995 – Jeremy McGrath – Honda
1996 – Jeremy McGrath – Honda
1997 – Jeff Emig – Kawasaki
1998 – Jeremy McGrath – Yamaha
1999 – Jeremy McGrath – Yamaha
2000 – Jeremy McGrath – Yamaha
2001 – Ricky Carmichael – Kawasaki
2002 – Ricky Carmichael – Honda
2003 – Ricky Carmichael – Honda
2004 – Chad Reed – Yamaha
2005 – Ricky Carmichael – Suzuki
2006 – Ricky Carmichael – Suzuki
2007 – James Stewart – Kawasaki
2008 – Chad Reed – Yamaha
2009 – James Stewart – Yamaha

CAMPEÕES DO AMA SUPERCROSS LITES OESTE / LESTE

1985 – Oeste / Bob Moore
1985 – Leste / Eddie Warren

1986 – Oeste / Donny Schmit
1986 – Leste / Keith Turpin

1987 – Oeste / Willie Surratt
1987 – Leste / Ron Tichenor

1988 – Oeste / Jeff Matiasevich
1988 – Leste / Todd DeHoop

1989 – Oeste / Jeff Matiasevich
1989 – Leste / Damon Bradshaw

1990 – Oeste / Ty Davis
1990 – Leste / Denny Stephenson

1991 – Oeste / Jeremy McGrath
1991 – Leste / Brian Swink

1992 – Oeste / Jeremy McGrath
1992 – Leste / Brian Swink

1993 – Oeste / Jimmy Gaddis
1993 – Leste / Doug Henry

1994 – Oeste / Damon Huffman
1994 – Leste / Ezra Lusk

1995 – Oeste / Damon Huffman
1995 – Leste / Mickael Pichon

1996 – Oeste / Kevin Windham
1996 – Leste / Mickael Pichon

1997 – Oeste / Kevin Windham
1997 – Leste / Tim Ferry

1998 – Oeste / John Dowd
1998 – Leste / Ricky Carmichael

1999 – Oeste / Nathan Ramsey
1999 – Leste / Ernesto Fonseca

2000 – Oeste / Shae Bentley
2000 – Leste / Stephane Roncada

2001 – Oeste / Ernesto Fonseca
2001 – Leste / Travis Pastrana

2002 – Oeste / Travis Preston
2002 – Leste / Chad Reed

2003 – Oeste / James Stewart
2003 – Leste / Branden Jesseman

2004 – Oeste / Ivan Tedesco
2004 – Leste / James Stewart

2005 – Oeste / Ivan Tedesco
2005 – Leste / Grant Langston

2006 – Oeste / Grant Langston
2006 – Leste / David Millsaps

2007 – Oeste / Ryan Villopoto
2007 – Leste / Ben Townley

2008 – Oeste / Jason Lawrence
2008 – Leste / Trey Canard

2009 – Oeste / Ryan Dungey
2009 – Leste / Chris Pourcel

Redação Mundocross
Texto by Jorge Soares
Foto by Chris Ganz

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly