Retrospectiva do Motocross Brasileiro em 2009

Por Adriano Winckler | Foto por Divulgação | 06 de janeiro de 2010 - 16:00

Faltando menos de dois meses para o início da temporada 2010, com a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross já confirmada para os dias 27 e 28 de fevereiro, no estado de São Paulo, a Confederação Brasileira de Motociclismo inicia esta semana sua série “Retrospectiva 2009”.

A primeira modalidade é o Motocross, que teve um ano brilhante.

Brasileiro de Motocross

Apesar do ano de crise na economia, a Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, em parceria com a Honda, implantou uma série de novidades no Campeonato Brasileiro de Motocross: A premiação aos pilotos passou de R$37.000,00 para R$50.000,00, um aumento de mais de 30%. O sistema de pontuação também foi alterado, o que permitiu uma disputa mais acirrada pelo título das categorias.

A temporada, que começou com uma grande festa em Indaiatuba, São Paulo, consagrou o trabalho do goiano Wellington Garcia. O piloto do Team Honda fechou a tríplice coroa consolidando também os títulos dos Brasileiros das categorias MX1, MX2 e ainda o da categoria Pro do Arena Cross.

“Tive muitas dificuldades ao longo do ano, mas acho que ele foi bastante positivo. A vitória em Friburgo selou o título da MX1 de maneira incontestável. Fiquei muito feliz”, declarou Garcia no dia 30 de agosto, logo após a disputa da última etapa em Nova Friburgo, Rio de Janeiro.

Mundial de Motocross em Canelinha

Além da etapa Brasileira do Campeonato Latino-Americano, que aconteceu em setembro, em Rondônia, a grande expectativa vivida pelos fãs do Motocross no país era pela etapa do Campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2, que voltava ao Brasil após muitos anos de ausência. A cidade de Canelinha, Santa Catarina, foi a escolhida para receber os melhores pilotos do mundo e viveu um fim de semana inesquecível, tanto para os pilotos brasileiros quanto para o público, que, apesar da chuva forte até a véspera da prova, lotou as arquibancadas no domingo, dia 13 de setembro, e assistiram a um belíssimo espetáculo.

“Aprendi mais do que aprenderia em seis meses de treinamento. Foi uma experiência incrível, que eu pretendo repetir”, afirmou Swian Zanoni, melhor brasileiro na categoria MX2, com a 14ª colocação.

Motocross das Nações

Mesmo depois de tantas disputas e competições importantes, o ano ainda não tinha acabado para o Motocross Brasileiro. Faltava ainda a participação do país no Motocross das Nações, em Franciacorta, na Itália. Representado por Antônio Jorge Balbi Jr. (Open), Wellington Garcia (MX1) e Swian Zanoni (MX2), o time brasileiro conquistou um grande resultado. Após se classificar direto para as finais a equipe conquistou a 14ª posição, entre 37 países inscritos na prova.

“Não foi nada fácil. Esta edição do Nações foi extremamente difícil e tivemos de nos superar. Para mim, o que mais marcou foi o fato de termos garantido uma vaga para as finais já no sábado. Isso deu um fôlego extra para a disputa de domingo”, declarou após a prova o piloto Antônio Jorge Balbi Jr.

Expectativas para a temporada 2010

O calendário do Motocross Brasileiro em 2010 já está definido desde o fim do ano passado. O Campeonato Brasileiro de Motocross terá oito etapas, começando em São Paulo (27 e 28/02), passando por Mato Grosso do Sul (20 e 21/03), Paraná (10 e 11/04), Rio Grande do Sul (24 e 25/04), Espírito Santo (15 e 16/05), Rondônia (31/07 e 1/08) e encerra a temporada nos dias 18 e 19 de setembro, no Rio de Janeiro.

O Latino Americano de Motocross terá duas etapas no país. Uma nos dias 29 e 30 de maio, em Brasília, e outra nos dias 5 e 6 de junho, em Rondônia. O Arenacross terá sete etapas, começando em fevereiro e terminando em outubro, quando inicia-se o Brasileiro de Supercross, com seis etapas em três rodadas duplas.

Para completar o ano, além etapa Brasileira da Copa Mercosul, em outubro, o país está confirmado como sede da 13ª etapa do Campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2, pelo segundo ano consecutivo.

A temporada 2010 promete !!!

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly