Perspectiva 2010 – Raul Guilherme

08 de janeiro de 2010 - 0:00

Vida de piloto de Motocross não é fácil. Tem que fazer preparação física, cuidar da alimentação, treinar com moto, viajar, correr atrás de patrocínios, cuidar da moto. Sem esquecer de dar atenção para a família. E no Brasil esta tarefa é ainda mais árdua, pois tem subir alguns degraus para se chegar ao nível de profissionalismo que a modalidade merece.

E além de todas as funções acima, o piloto Raul Guilherme, o Raulzinho, ainda tem que dar apoio aos negócios do pai, que merece a atenção do filho piloto. Raulzinho teve uma temporada complicada em 2009, não conseguindo participar das competições nacionais como ele gostaria, mas para 2010 ele projeta que estará de volta aos campeonatos.

Saiba agora um pouco mais sobre este piloto carioca, que já conquistou mais de 20 títulos Estaduais, além de ter sido campeão da categoria principal do campeonato Brasileiro de Cross Country em 2008. Então agora com vocês aqui no 10P Mundocross, Raulzinho Guilherme.

Placa de 5 segundos no ar, largou :

MUNDOCROSS – Raul, antes de falar sobre 2010, faça aí uma avaliação e uma retrospectiva completa da tua temporada em 2009.

RAUL GUILHERME – O ano de 2009 foi um ano de muitas mudanças na minha vida pessoal, o que dificultou eu me dedicar da forma como gostaria para o Motocross. Sou formado em Educação Física e até o inicio do ano trabalhava com isso e morava em Petrópolis, minha cidade natal. Porém com um susto que meu pai nos deu tendo um infarto, larguei minha profissão e fui ajudá-lo na administração de uma das concessionárias Yamaha, que foi a de Cabo Frio, sendo assim deixei pra trás minha cidade, meus hábitos, amigos, etc e tive um novo desafio que me tomou mais tempo, responsabilidade e conseqüentemente menos tempo pra me dedicar ao Motocross.

Mesmo sem treinar, andando apenas nos finais de semana e esses foram quase todos indo a corridas. Terminei como campeão Carioca de Cross-Country (Categoria Força-Livre), Vice-Campeão Carioca de Supercross (Categoria Especial) e me encontro com chances de ser Vice também no Carioca de Motocross (Categoria MX2 e Força Livre) que vai ser finalizado agora em Janeiro, onde eu não fui a todas as etapas. Em relação a campeonatos Nacionais, fiquei muito desmotivado.

Não só pela falta de tempo e também financeira de fazer todo o campeonato, mas também pelo fato de ter sido Campeão Brasileiro de Cross-Country em 2008 e nem um troféu ganhei com isso !!! Parece brincadeira, mas nem um troféu de campeão, um certificado, sei lá, não ganhei nada. O que mostra a falta de consideração com nós pilotos. Assim só participei da etapa do Brasileiro de Motocross que rolou em Nova Friburgo.

MUNDOCROSS – Quais os campeonatos nacionais e estaduais que pretende disputar e em quais as categorias.

RAUL GUILHERME – Estarei disputando o Carioca de Motocross, Supercross e Cross Countru e pretendo disputar o nacional de Motocross e Supercross por inteiro. Estou estudando a possibilidade de participar de algumas etapas do Rally Cross-Country, que é uma modalidade que ainda não conheço e já tem um calendário com cinco etapas marcadas.

MUNDOCROSS – Sobre a sua pré-temporada, o que tem planejado de fazer para 2010 ?

RAUL GUILHERME – Tenho andado de moto todo final de semana e estou 100% fisicamente e quero brigar e defender os títulos em 2010. O campeonato Carioca de Motocross ainda não acabou, só será finalizado agora em Janeiro. O que a meu ver é um erro, pois poderia ser a primeira etapa. Estou ansioso esperando as motos 2010 chegarem, até porque só estou com a minha 250F, e gosto de treinar com a 450F, pois o custo é mais baixo.

Com isso não vou ter uma pré-temporada, pois a temporada de 2009 ainda nem se encerrou.
Estou planejando ir competir o Enduro Del Verano na Argentina no Carnaval, mas ainda não está 100% certo. É uma prova na praia, um terreno que eu ando muito bem e estou fazendo o possível para concretizar minha participação.

MUNDOCROSS – Quais os patrocínios e apoios que você já tem fechado para a temporada 2010 ?

RAUL GUILHERME – Estou com o mesmo esquema e os mesmos amigos de 2009. Tenho o patrocínio de anos já da Race-Tech e Motorex através do amigo Jaime, da concessionária Yamaha Moto-X. O apoio da MotoBarra, Academia Aeróbica e estou aberto e correndo atrás de novos parceiros.

MUNDOCROSS – Raulzinho, qual é o seu desejo para o ano novo que está começando ?

RAUL GUILHERME – Com certeza é poder treinar mais e conciliar melhor o esporte com meu trabalho. Desejo também chegar ao final do ano 100% fisicamente. Em 2010 eu quero e vou brigar por títulos dentro das pistas, tenho mais de 20 títulos estaduais e quero aumentar esta marca. Pretendo continuar sendo o melhor carioca nas provas estaduais e nacionais. O Swian Zanoni que é mineiro está num ritmo muito forte e num esquema totalmente profissional fica difícil de acompanhá-lo, mas é sempre bom estar andando com pilotos deste nível.

MUNDOCROSS – Agora a palavra e o espaço é todo seu.

RAUL GUILHERME – Antes de qualquer coisa gostaria de agradecer as pessoas que me apóiam e torcem por mim. Um fato que me deixo muito desmotivado na temporada de 2009 foi ver algumas realidades na administração do nosso esporte. O Motocross merece ser mais reconhecido e respeitado. É preciso ter mais respeito com os pilotos em termos de pistas, organização, calendários, premiações enfim, vários fatores que não podem ser mais aceitos por nós pilotos profissionais num campeonato nacional.

Se tratando de estadual, o campeonato Carioca era excelente, mas passamos por uma fase ruim em 2009, poucas corridas da Federação, algumas etapas totalmente fora do padrão, premiação oscilando de etapa para etapa. Na minha opinião falta um planejamento e uma visão mais profissional em relação ao Evento Corrida de Motocross. Vamos torcer para que 2010 algumas coisas mudem e o Motocross volte a crescer.

JOGO RÁPIDO COM RAUL GUILHERME :

Nome completo : Raul Guilherme Gehren Gonçalves
Data de nascimento : 6 de Agosto de 1985

Cidade onde nasceu : Petrópolis – RJ.
Apelido : Raulzinho
Primeira moto : Uma 50 amarelinha, não lembro a marca.
Moto atual : Yamaha YZF 250
Principal título : Todos são de extrema importância
Ídolo no Motocross Nacional : Guto Lima atual campeão da Sênior do Carioca
Ídolo no Motocross Internacional : Jorge Balbi Jr.
Pista favorita no Rio de Janeiro: Xerém do amigo Rodrigo Torrealba
Pista favorita no Brasil : Xerém novamente
Comida favorita : Massa
Bebida favorita : Água de Coco
Comida antes das corridas : Banana
Bebida nas corridas : Água
Lazer preferido : Jogar futebol
Esporte preferido fora o Motocross : Surf
E-mail : [email protected]

MSN : [email protected]

Redação Mundocross
Entrevista by Jorge Soares
Foto Arquivo Raul Guilherme

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly