Stewart venceu disputa com Dungey no AMA Supercross

10 de janeiro de 2010 - 7:00

Foi dada a largada para o melhor campeonato de Supercross do mundo, o tão aguardado AMA Supercross !!! A primeira etapa da temporada 2010 rolou neste sábado, 9 de janeiro, com a tradicional etapa de abertura no Angel Stadium, em Anaheim na Califórnia. A prova de abertura do campeonato, que também é válido pelo Mundial FIM na categoria principal, teve muitas surpresas e fortes emoções, especialmente na categoria principal, a Supercross. Acompanhe abaixo como foi Anaheim1…

CATEGORIA SUPERCROSS
Logo na sua estréia em uma temporada completa na categoria principal, a Supercross, o piloto Ryan Dungey da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki mostrou que está pronto para brigar por vitórias e entrar na disputa pelo título. O jovem piloto de 20 anos foi surpreendente e foi considerado a grande surpresa desta etapa de abertura. Fez o holeshot e durante 17 das 20 voltas da corrida principal, deixou o atual campeão James Stewart da equipe San Manuel / L&M Racing / Yamaha apenas se manter próximo (foto), mas não permitiu tentativas de ultrapassagem.

No entanto, antes de completar a 18ª volta, a experiência do atual campeão falou mais alto e Bubba tomou a dianteira de Dungey, para não perdê-la mais até a bandeira quadriculada, vencendo com 3 segundos de vantagem sobre o piloto da Suzuki, que garantiu a segunda posição. O veterano Kevin Windham da equipe Geico Powersports / Honda completou o pódio na terceira posição. Andrew Short da equipe oficial Honda foi o quarto e Ryan Villopoto da equipe oficial Monster Energy / Kawasaki, um dos favoritos ao título deste ano, fechou os cinco primeiros.

Falando em favoritos ao título, a grande decepção desta etapa de abertura foi o australiano Chad Reed, que este ano faz sua estréia no AMA Supercross pela equipe oficial Monster Energy / Kawasaki. Reed fez uma péssima largada, apenas na 14ª posição. Após completar a primeira volta, dirigiu-se lentamente para o pit stop com os raios da roda dianteira danificados, o que o obrigou a abandonar a corrida antes de completar a segunda volta. Ao retirar o capacete, a frustração estava visivelmente expressa em seu rosto.

Reed finalizou a corrida na 19ª posição, marcando dois pontos, porque o piloto Josh Grant da equipe Joe Gibbs Racing / Toyota / Yamaha nem chegou a alinhar no gate apesar de ter se classificado, em virtude de ter machucado o ombro em uma das sessões de treinos, e por isso ainda sentia dores. Aliás, se tem uma coisa que afetou esta abertura em Anaheim foi justamente o abandono de muitos pilotos de grande porte, Além de Grant e Reed, Austin Stroupe, que fez sua estréia na categoria principal e na equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki, deixou a corrida na 18ª posição, e o “Bad Boy” Jason Lawrence na 17ª.

O último colocado entre os pilotos que completaram a corrida foi o australiano Michael Byrne, que está sem patrocínio, finalizou na 16ª posição. Uma grata surpresa foi o sul-africano Grant Langston, que após resolver um problema de glaucoma (câncer no olho), voltou ao campeonato pela equipe de Jason Lawrence, e finalizou em um excelente 10º lugar. Outras duas novidades foram as participações dos pilotos franceses Gregory Aranda, que compete no Mundial de Motocross, e Fabien Izoird, que na última edição do Genova Supercross na Itália, foi o vencedor de uma das noites. Aranda finalizou em 13º e Izoird na 14ª posição.

RESULTADO DA PRIMEIRA ETAPA DA CATEGORIA SUPERCROSS
1.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly