Sessão estaleiro do AMA Supercross – Atualizado

06 de março de 2010 - 19:00

Esta é a lista atualizada dos pilotos que estão fora das competições do AMA Supercross 2010. Como já comentado aqui, durante as temporadas dos campeonatos de Motocross e Supercross é normal haver algumas baixas por causa de lesões, mas no AMA Supercross os números normalmente são maiores. E para você saber quais os pilotos que estão fora das competições do AMA SX por estarem machucados, e qual a previsão deles retornarem as competições, segue aqui a lista de quem está no estaleiro.

RELAÇÃO DOS PILOTOS LESIONADOS NO AMA SUPERCROSS

JAMES STEWART (fraturou o escafóide)
Como relatado na sessão estaleiro anterior, o seu retorno as pistas dependerá da rapidez com que ele será capaz de se recuperar após a cirurgia para reparar o escafóide lesionado. É pouco provável, mas por causa desta lesão Stewart, e de olho numa das vagas no time americano para o Motocross das Nações, ele poderá competir no AMA Motocross 2010. MXDN neste ano será no circuito de Lakewood, nos Estados Unidos.

CHAD REED (fraturou a mão esquerda)
As seis semanas de recuperação pós-cirurgia já foram vencidas. Segundo as palavras do próprio Reed (foto), o objetivo era ele voltar ao campeonato neste sábado em Daytona, mas infelizmente não se recuperou 100%, e com isto seu retorno será em Toronto, no Canadá, no outro sábado.

JOSH GRANT (lesão no ombro)
Palavras do chefe da equipe JGRMX / Toyota / Yamaha, David Evans : “até agora as coisas estão indo conforme o esperado com Josh. Ele ainda ficará algumas semanas em recuperação, e depois poderá correr novamente. Queremos que Josh volte completamente curado, ao invés de apressá-lo e colocar em risco suas chances de título no AMA Motocross.

ANDREW SHORT (luxação no tornozelo)
Lesionou o tornozelo na etapa de San Diego. Seis semanas de molho. Enquanto isso, Trey Canard da equipe Geico Powersports / Honda, irá substituir Short durante as etapas do AMA Supercross na região Leste.

MATT MOSS (lesão no pulso)
Nenhuma previsão de retorno as pistas, muito menos se voltará a tempo de disputar alguma etapa do AMA Supercross pela equipe oficial Suzuki.

TOMMY SEARLE (lesão no ombro direito)
Segue texto postado pelo piloto sul-africano em seu site oficial : “Eu estava treinando e sofri uma queda que prejudicou o meu ombro. No começo eu pensei que eram apenas alguns hematomas, mas depois de alguns exames de raio x, os médicos descobriram uma rachadura no meu omoplata. A boa notícia de tudo isso é que eu não vou precisar de cirurgia. O médico disse que não é nada tão grave, o ombro não foi deslocado porque o osso está rodeado por muitos músculos. Ele disse que eu posso voltar a andar de moto quando não sentir mais dor. Disse também que a recuperação poderia levar em torno de quatro semanas, mas não deu certeza, disse que eu também posso voltar mais cedo. Assim que eu estiver 100% curado eu estarei de volta, e sei que voltarei forte”. Tommy, piloto inglês da equipe oficial FMF / KTM na categoria Supercross Lites Oeste, ainda sente dores, mas voltará a disputar a competição quando o campeonato recomeçar em abril, em Seattle.

MAX ANSTIE (quadril)
Fraturou o quadril na prova de Anaheim 3. Ficará afastado por oito semanas, devendo retornar na sétima etapa do AMA Supercross Lites Oeste, no mês de abril em Seattle.

ROONIE GOODWIN (tornozelo)
Roonie fez sua estréia na categoria 450 sábado retrasado em Indianápolis, e estava indo bem na corrida, quando teve que mudar a trajetória em uma sessão de mesas, para evitar o choque com um piloto mais lento na sua frente. Roonie acabou se desprendendo da moto, batendo violentamente os pés no chão. Como de costume, a equipe médica Asterisk fez um ótimo atendimento ao piloto. Os exames de raio x apontaram que Roonie quebrou um de seus tornozelos. Descansando em sua casa em Las Vegas, a possibilidade de cirurgia não é descartada. Segundo seu médico, ele poderá voltar na etapa de Houston, mas nada pode ser prometido, já que o processo de recuperação de uma lesão no tornozelo é lento e delicado.

CHRISTIAN CRAIG (lesão na coluna)
Atualmente o piloto da equipe Troy Lee / Lucas Oil / Honda está com talas nas costas para reparar algumas vértebras quebradas. Ficará mais de um ano fora das pistas.

MATT GOERKE (fraturou a perna direita)
O piloto da equipe MotoConcepts deve retornar a andar de moto dentro de quatro semanas, e já deverá começar a se preparar para o AMA Motocross, que começará em maio.

JOSH CLARK (lesão nas costas)
Clark sofreu um tombo em um salto triplo na segunda volta em Anaheim 3, e acabou com duas vértebras quebradas em suas costas, e por isso, ainda não tem o movimento completo da coluna. Ele foi operado e vai ficar bem. Sua família voou para ficar com ele, e atualmente estão prestes a voltar para Connecticut, terra natal do piloto. Ele ainda sente muita dor, mas diz que não é tão ruim quanto pode parecer. Ele está otimista sobre seu retorno e contando os dias para poder andar de moto novamente. Ele deverá estar 100% recuperado para o início do AMA Motocross em maio, onde irá competir na categoria principal, a 450.

JAKE MARSACK (lesão no pescoço)
Marsack está fora por causa de uma lesão nas vértebras C2 e C7. Ele está sob os cuidados de Steve Navarro e ficará de molho por um bom tempo.

TEDDY MAIER (fraturou a perna)
Quebrou a perna treinando nas pistas do Millsaps Training. Está trabalhando duro para curar-se a tempo de disputar algumas das etapas que restam do AMA Supercross Lites costa Leste.

BOBBY BONDS (fraturou a clavícula)
Quebrou o osso em dois pontos, mas não houve desalinhamento ou sobreposição da clavícula. Vai passar as próximas três a quatro semanas se recuperando, e deve retornar após este período.

TOPHER INGALLS (tornozelo fraturado)
De acordo com seu site oficial, Ingalls quebrou o tornozelo na segunda sessão de treinos da abertura em Anaheim 1, sendo submetido a uma cirurgia para inserir placas e parafusos que irão auxiliar na recuperação de seu tornozelo. Não há previsão sobre quando ele irá voltar.

COLE SEELY (quadril)
O piloto da equipe Troy Lee Designs / Lucas Oil / Honda teve uma contusão no lado esquerdo do quadril e teve que passar por uma cirurgia, O piloto deverá voltar na etapa de Seattle, na costa Oeste.

BEN EVANS (ombro)
Por causa da lesão no ombro, o piloto da equipe BTOSports.com / BBMX / Palmetto / Suzuki, voltará somente na etapa do AMA Supercross Lites costa Oeste, em Seattle, no mês de abril.

DANIEL BLAIR (joelho)
O piloto americano se submeteu a duas cirurgias no joelho, e está fora da temporada do AMA Supercross, não tendo previsão de retorno as pistas.

Redação Mundocross
Texto by Renato Dalzochio Jr.
Foto Divulgação

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly