Em Daytona Villopoto venceu + uma no AMA Supercross

07 de março de 2010 - 0:00

Neste sábado rolou a nona etapa do AMA Supercross em Daytona, na Flórida, junto com o Daytona Bike Week, maior encontro de motos do mundo. Como já acontece há décadas, a pista foi montada no gramado central do autódromo Daytona International Speedway, sendo a mais “outdoor” pista do campeonato. A etapa de ontem, 6 de março, foi disputada com tempo seco.

A surpresa ficou por conta do “quase retorno” do australiano Chad Reed. Passadas as seis semanas de recuperação da mão esquerda quebrada, Reed anunciou que planejava voltar as pistas em Daytona. No entanto, durante um treino na semana, ele caiu e machucou a mão direita (nada grave, já que o tal machucado não foi considerado lesão). Mesmo assim ele disputou os dois treinos classificatórios diurnos da categoria principal, a Supercross.

Mas as dores nas mãos ainda incomodam, e por isso ele só estará 100% apto para voltar ao campeonato sábado que vem em Toronto. Mesmo assim o australiano surpreendeu. No primeiro treino fez a volta mais rápida. No segundo foi apenas o nono colocado (se retirou cedo do treino). Mas foi o único piloto da categoria a marcar volta na casa de 1 minuto e 2 segundos (as demais voltas mais rápidas ficaram na casa de 1 minuto e 3). Para saber como foi a corrida, leia o texto abaixo…

CATEGORIA SUPERCROSS

Na largada, o piloto Ryan Villopoto (foto) da equipe oficial Monster Energy / Kawasaki fez o holeshot e saiu na frente. Mas o sul-africano Grant Langston caiu na primeira curva e a corrida foi interrompida com bandeira vermelha. Langston foi retirado de maca da pista, mas felizmente não sofreu nada grave. Segundo sua assessoria de imprensa, ele consegue mexer o todo o corpo, apenas sente dores nas costas e no pescoço.

Na relargada, Villopoto ficou novamente com o holeshot e saiu na frente, com Josh Hill da equipe San Manuel / Yamaha em segundo, e Ryan Dungey da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki em terceiro. Na terceira volta, Dungey assumiu a segunda posição ao ultrapassar Hill. Trey Canard da equipe Geico Powersports / Honda aparecia na quarta posição. Na sétima volta foi a vez de Canard ultrapassar Hill e assumir a terceira posição. Hill ainda seria superado por Kevin Windham, companheiro de equipe de Canard, Davi Millsaps da equipe oficial Red Bull / Honda Racing, Thomas Hahn, Nick Wey e Kyle Chisholm.

Depois disso nada mais aconteceu. Villopoto venceu tranqüilo, com uma vantagem na casa de 3 a 4 segundos sobre Dungey. Canard completou o pódio na terceira posição, Windham foi o quarto e Millsaps fechou os cinco primeiros. No campeonato, Dungey ainda tem 20 pontos de vantagem sobre Villopoto. Hill é o terceiro, 30 pontos atrás do líder. Millsaps aparece na quarta posição, e Windham completa os cinco primeiros.

RESULTADO DA HEAT 1 DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Ryan Dungey
2. Kyle Chisholm
3. Kevin Windham
4. Justin Brayton
5. Grant Langston
6. Davi Millsaps
7. Ivan Tedesco
8. Chris Blose
9. Matt Boni

RESULTADO DA HEAT 2 DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Ryan Villopoto
2. Trey Canard
3. Josh Hill
4. Tommy Hahn
5. Nick Wey
6. Michael Byrne
7. Ryan Morais
8. Manuel Rivas Gomez
9. Jarred Browne

RESULTADO DA LAST CHANCE DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Jason Thomas
2. Heath Voss

RESULTADO DA NONA ETAPA DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Ryan Villopoto (Kawasaki)
2. Ryan Dungey (Suzuki)
3. Trey Canard (Honda)
4. Kevin Windham (Honda)
5. Davi Millsaps (Honda)
6. Tommy Hahn (Suzuki)
7. Nick Wey (Kawasaki)
8. Kyle Chisholm (Yamaha)
9. Josh Hill (Yamaha)
10. Ryan Morais (Suzuki)
11. Jarred Browne (Kawasaki)
12. Michael Byrne (Yamaha)
13. Matt Boni (Honda)
14. Jason Thomas (Suzuki)
15. Manuel Rivas Gomez (Kawasaki)
16. Heath Voss (Honda)
17. Chris Blose (Honda)
18. Justin Brayton (Yamaha)
19. Ivan Tedesco (Yamaha)
20. Grant Langston (Yamaha)

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA SUPERCROSS APÓS NOVE ETAPAS

1. Ryan Dungey – 192 pontos (3 vitórias)
2. Ryan Villopoto – 172 (4 vitórias)
3. Josh Hill – 162
4. Davi Millsaps – 150 (1 vitória)
5. Kevin Windham – 131
6. Justin Brayton – 124
7. Ivan Tedesco – 117
8. Nick Wey – 99
9. Kyle Chisholm – 82
10. Michael Byrne – 80
11. Tommy Hahn – 76
12. Andrew Short – 69
13. Grant Langston – 67
14. Chris Blose – 64
15. James Stewart – 51 pontos (1 vitória)

A próxima etapa, a décima do AMA Supercross, décima do Mundial FIM de Supercross e quarta do AMA Supercross Lites Costa Leste será no próximo sábado, dia 13 de Março, em Toronto, no Canadá.

ETAPAS RESTANTES DO AMA SUPERCROSS 2010

10ª etapa – 13 de Março – Toronto – Ontário – Canadá
11ª etapa – 20 de Março – Arlington – Texas
12ª etapa – 27 de Março – Jacksonville – Flórida
13ª etapa – 10 de Abril – Houston – Texas
14ª etapa – 17 de Abril – St. Louis – Missouri
15ª etapa – 24 de Abril – Seattle – Washington
16ª etapa – 1º de Maio – Salt Lake City – Utah
17ª etapa – 8 de Maio – Las Vegas – Nevada

ETAPAS RESTANTES DO AMA SUPERCROSS LITES OESTE 2010

7ª etapa – 24 de Abril – Seattle – Washington
8ª etapa – 1º de Maio – Salt Lake City – Utah

ETAPAS RESTANTES DO AMA SUPERCROSS LITES LESTE 2010

4ª etapa – 13 de Março – Toronto – Ontário – Canadá
5ª etapa – 20 de Março – Arlington – Texas
6ª etapa – 27 de Março – Jacksonville – Flórida
7ª etapa – 10 de Abril – Houston – Texas
8ª etapa – 17 de Abril – St. Louis – Missouri

SHOOTOUT OESTE X LESTE SUPERCROSS LITES 2010

Etapa única – 8 de Maio – Las Vegas – Nevada

Redação Mundocross
Texto by Renato Dalzochio Jr.
Foto by GuyB

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly