Gabriel e Ratinho defendem títulos no Catarinense de MX

10 de março de 2010 - 12:00

Os pilotos Marcello ‘Ratinho’ Lima e Gabriel Gentil, patrocinados pela Rinaldi, tem entre suas metas nesta temporada manter os títulos conquistados em 2009 no Campeonato Catarinense de Motocross, nas categorias MX1 e MX2, respectivamente. O evento, que inicia neste fim de semana, dias 13 e 14 de março, em Indaial, promete disputas acirradas no que depender dos dois.

A expectativa para a etapa de abertura é grande e os atletas intensificaram os treinos na última semana. Ratinho (foto) e Gabriel irão se enfrentar nas duas categorias. O irmão de Ratinho, Dudu Lima, que também é patrocinado pela empresa gaúcha, promete dar trabalho a eles, assim como os demais adversários.

“As corridas devem ser muito disputadas, estamos na briga pela taça e começar com vitória é o que todos esperam. Me preparei bastante e estou tranqüilo em relação à prova, não me sinto pressionado por ser o atual campeão. Quero fazer uma boa largada e partir com toda força rumo à linha de chegada”, afirmou Ratinho.

Segundo o diretor do Indaial Motor Clube, Adenir da Veiga, mais de quatro mil pessoas devem acompanhar as disputas. O evento é uma das atrações da 40ª edição da FIMI, Festa de Instalação do Município de Indaial, que comemora no dia 21 de março 76 anos de emancipação política.

A programação da primeira etapa do Campeonato Catarinense de Motocross 2010 segue a orientação da Federação. No sábado os treinos acontecem em duas sessões. No domingo as motos entram na pista para os treinos de aquecimento às 9h30min. As baterias iniciam às 11h30min ou às 12h30min. O horário será confirmado na manhã de domingo, conforme as condições climáticas.

Redação Mundocross
Texto by Daniela Burgonovo
Foto by IC Fotos

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly