Brasileiro de Motocross Júnior começou molhado no Rio

15 de março de 2010 - 9:00

O campeonato Brasileiro de Motocross Júnior 2010, disputado nas categorias MXJr, MXF e 50cc, começou neste fim de semana na cidade de Nova Friburgo, Rio de Janeiro, que também foi palco da primeira etapa do campeonato Carioca de Motocross. A primeira etapa não foi marcada apenas pela forte chuva que caiu na cidade da região serrana do Rio de Janeiro, mas também pela vitória da mineira Mariana Balbi na recém-criada categoria feminina (MXF).

Bruna Bartz terminou em segundo, e Stefany Serrão em terceiro. Janaína Todeschini, de Santa Catarina, mas filiada pelo Rio Grande do Sul, foi a quarta, e Maiara Basso a quinta colocada na MXF. “Não estávamos contando com a chuva, e isso dificultou um pouco, já que deixou a pista bastante técnica. Acho que isso acabou atrapalhando um pouco algumas das meninas, que não estavam muito acostumadas com o nível de Brasileiro”, declarou Mariana, após a prova.

Na categoria MXJr., a vitória foi do catarinense Victor Feltz (foto), seguido pelos gaúchos Marçal Müller e Leonardo Dambrós. Mateus Basso, também gaúcho, terminou em quarto, com Mariana Balbi em quinto. Dona de um excelente retrospecto não apenas no país, onde venceu uma etapa do Brasileiro de Motocross em 2009, disputando apenas contra homens, Mariana é atualmente uma das melhores pilotos femininas do mundo, e sabe da importância da criação da nova categoria como incentivo para outras competidoras.

“Foi muito bom ver o surgimento dessa categoria. A prova de Friburgo permitiu às meninas ter a experiência de correr em uma pista de alto nível. Eu estou muito feliz de poder ter participado dessa estreia, que incentiva o surgimento de novas meninas no esporte, e também muito feliz com a minha vitória”, ressaltou a mineira.

Mariana se prepara agora para a disputa do WMX, competição nos Estados Unidos disputada apenas por mulheres e na qual já conquistou grandes resultados.

“Não devo participar da próxima etapa do Brasileiro feminino, pois tenho de ir para os Estados Unidos. Mas viajo com a certeza de que demos o primeiro passo. Não é qualquer menina que quer entrar na pista para competir com homens, e com a categoria feminina elas se sentirão de igual para igual, percebendo que também podem participar de uma prova de motocross”, completou.

Na categoria 50ccA, Lucas Costa foi o vencedor, seguido por Gabriel Andrigo e Pedro Augusto Moraes. Guilherme Torres da Costa venceu a 50ccB, com Arthur Todeschini, de Santa Catarina, mas filiado pelo Rio Grande do Sul, em segundo, e Lucas Belem em terceiro.

RESULTADO DA PRIMEIRA ETAPA DO BRASILEIRO DE MX JÚNIOR

CATEGORIA MXF
1ª – Mariana Balbi (MG)
2ª – Bruna Bartz (PR)
3ª – Stefany Serrão (SP)
4ª – Janaína Todeschini (RS)
5ª – Maiara Basso (RS)
6ª – Bianca Ribeiro Souza (PR)
7ª – Hanna Loubak (ES)
8ª – Maria Fernanda Rocha (MG)
9ª – Barbara Passos (ES)
10ª – Raquel Oliveira Alves (MG)

CATEGORIA MXJR
1º – Victor Feltz (SC)
2º – Marçal Muller (RS)
3º – Leonardo Dambros (RS)
4º – Mateus Basso (RS)
5º – Mariana Balbi (MG)
6º – Gelson Carlos (ES)
7º – Leonan Tavares (RJ)
8º – Oziel Barrozo Júnior (RJ)
9º – Lucas Pires (PR)
10º – Bruna Bartz (PR)

CATEGORIA 50A
1º – Lucas Costa (RS)
2º – Gabriel Andrigo (RS)
3º – Pedro Augusto Moraes (RS)
4º – Diogo Morais (RJ)
5º – Gabriel Panzera Silva (RJ)

CATEGORIA 50B
1º – Guilherme Torres da Costa (PR)
2º – Arthur Todeschini (RS)
3º – Lucas Belem (RO)
4º – Felipe Moraes (RS)
5º – Alifer Rodrigues (RJ)
6º – Felippe Menuzzi (RS)
7º – João Victor Tostes (RJ)
8º – Lucas Ribeiro (RJ)
9º – Bernardo Debossan (RJ)

10º – Victor de Magalhães (SP)

Redação Mundocross
Texto Divulgação
Foto Arquivo

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly