Canard segue sua saga de pódios no AMA Supercross

29 de março de 2010 - 7:00

Depois de um final de semana ruim em Dallas na semana passada para Ryan Villopoto, onde perdeu o pódio, as coisas não estavam muito melhores para ele no último sábado, 27 de março. Na primeira sessão de treinos cronometrados para a décima segunda etapa do AMA Supercross em Jacksonville, na Flórida, uma queda deixou Villopoto com um dedo do pé machucado e ele acabou ficando de fora da segunda sessão de treinos livres.

O show da noite, porém, foi uma história diferente. Villopoto, piloto da equipe oficial Monster / Kawasaki, entrou no calor da corrida do evento principal, e mostrou que quer manter a pressão na luta pelo título com o líder Ryan Dungey, piloto da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki. Para saber o que aconteceu na disputa da categoria principal do AMA Supercross em Jacksonville, continue lendo o texto abaixo…

CATEGORIA SUPERCROSS

Ivan Tedesco, da equipe Valli Motorsports / Rockstar / Yamaha, ganhou um cheque de U$1.500 pelo holeshot, mas Ryan Villopoto logo fez a ultrapassagem e não foi mais ameaçado até o final das vinte voltas da corrida principal. A corrida a partir de segunda volta esteve bastante disputada pela segunda posição em diante, com Kevin Windham, Tedesco, Dungey, Josh Hill, David Millsaps e Trey Canard disputando guidão com guidão.

O líder do campeonato nesta categoria, Dungey estava em quinto na primeira volta, e tentava se desvencilhar de seus concorrentes para pode se aproximar de Villopoto. Na segunda volta Dungey ultrapassou Hill, da equipe San Manuel / Yamaha / JSE, que estava em quarto lugar, na terceira volta ele passou Tedesco que estava em terceiro. E na décima terceira volta Dungey ultrapassou Windham, da equipe semi-oficial Geico Powersports / Honda.

Mas quem fez uma excelente corrida de recuperação nesta noite em Jacksonville foi Trey Canard, provisoriamente pilotando pela equipe oficial Honda / Red Bull Racing, que no começo da prova estava em sétimo lugar. A batalha de Canard começou com Hill na volta quatro, e depois com seu companheiro Davi Millsaps (foto). Trey demorou uma volta para ultrapassar Davi, e outras seis antes que ele passou Tedesco, que estava em quarto lugar.

Trey ainda não estava satisfeito com o quarto lugar e começou a aproximação em cima de K-dub, que era o terceiro colocado. Depois de se aproximar de Kevin, Trey perdeu tempo e Windham abriu uma vantagem, mas Canard não desistiu e continuou a pressão, e cruzou a linha de chegada na frente do experiente Kevin Windham com meia moto de vantagem.

Com isto, Trey agora tem cinco pódios em seis corridas na categoria principal do AMA Supercross. Realmente impressionante para um piloto da categoria Lites, para motos 250, que antes só havia testado motos de 450. Em 2011 Trey irá passar para a categoria principal no Supercross e para a 450 no Motocross.

Final de corrida e o trio do pódio foi formado por Villopoto, Dungey e Canard, com Windham em quarto e Tedesco em quinto. Jacksonville marcou a primeira vez do exame anti-doping, sendo que os pilotos sorteados, Ryan Dungey, Trey Canard, e Josh Hill, foram escoltados por agentes anti-doping após a corrida. Os resultados saem nos próximos dias. E após 12 semanas seguidas com corridas, o Campeonato terá uma pausa no próximo final de semana, retornando em Houston no dia 10 de abril.

RESULTADO DA HEAT 1 DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Ryan Villopoto

2. Ryan Dungey
3. Ivan Tedesco
4. Kyle Regal
5. Nick Wey
6. Justin Brayton
7. Matt Boni
8. Jason Lawrence
9. Jason Thomas

RESULTADO DA HEAT 2 DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Davi Millsaps
2. Kevin Windham
3. Michael Byrne
4. Trey Canard
5. Josh Hill
6. Tommy Hahn
7. Kyle Chisholm
8. Chris Blose
9. Justin Keeney

CLASSIFICADOS PELA LAST CHANCE DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Ryan Clark
2. Weston Peick

RESULTADO DA DÉCIMA SEGUNDA ETAPA DA CATEGORIA SUPERCROSS

1. Ryan Villopoto (Kawasaki)
2. Ryan Dungey (Suzuki)
3. Trey Canard (Honda)
4. Kevin Windham (Honda)
5. Ivan Tedesco (Yamaha)
6. Davi Millsaps (Honda)
7. Josh Hill (Yamaha)
8. Tommy Hahn (Suzuki)
9. Justin Brayton (Yamaha)
10. Michael Byrne (Yamaha)
11. Kyle Chisholm (Yamaha)
12. Nick Wey (Kawasaki)
13. Matt Boni (Honda)
14. Chris Blose (Honda)
15. Justin Keeney (Kawasaki)

16. Jason Thomas (Suzuki)
17. Weston Peick (n ° Yamaha)
18. Ryan Clark (Honda)
19. Jason Lawrence (Yamaha)

20. Kyle Regal (Yamaha)

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA SUPERCROSS APÓS DOZE ETAPAS

1. Ryan Dungey – 261 pontos (4 vitórias)
2. Ryan Villopoto – 240 (6 vitórias)
3. Josh Hill – 206
4. Davi Millsaps – 189 (1 vitória)
5. Kevin Windham – 179
6. Justin Brayton – 164
7. Ivan Tedesco – 159
8. Nick Wey – 131
9. Kyle Chisholm – 115

10. Tommy Hahn – 113
11. Michael Byrne – 110
12. Trey Canard – 103
13. Chris Blose – 86
14. Andrew Short – 69
15. Grant Langston – 66 pontos

A próxima etapa, a décima terceira do AMA Supercross, décima terceira do Mundial FIM de Supercross e sétima do AMA Supercross Lites Costa Leste será no dia 10 de Abril, em Houston, no Texas.

ETAPAS RESTANTES DO AMA SUPERCROSS 2010

13ª etapa – 10 de Abril – Houston – Texas
14ª etapa – 17 de Abril – St. Louis – Missouri
15ª etapa – 24 de Abril – Seattle – Washington
16ª etapa – 1º de Maio – Salt Lake City – Utah
17ª etapa – 8 de Maio – Las Vegas – Nevada

ETAPAS RESTANTES DO AMA SUPERCROSS LITES OESTE 2010

7ª etapa – 24 de Abril – Seattle – Washington
8ª etapa – 1º de Maio – Salt Lake City – Utah

ETAPAS RESTANTES DO AMA SUPERCROSS LITES LESTE 2010

7ª etapa – 10 de Abril – Houston – Texas
8ª etapa – 17 de Abril – St. Louis – Missouri

SHOOTOUT OESTE X LESTE SUPERCROSS LITES 2010

Etapa única – 8 de Maio – Las Vegas – Nevada

Redação Mundocross
Texto by Jorge Soares
Foto by GuyB

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly