Zé Hélio venceu de formal triunfal o Rally RN 1500

05 de abril de 2010 - 6:00

Ainda não totalmente recuperado de uma lesão na coluna que o obrigou a ficar oito meses afastado das competições, o paulista José Hélio Rodrigues, ou simplesmente ‘Zé Hélio’, voltou neste domingo, de forma triunfal, ao topo do pódio. Zé Hélio venceu o RN 1500, em Natal, no Rio Grande do Norte, etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country 2010.

Ele conquistou pela terceira vez a vitória do evento com cerca de quatro minutos de vantagem para o segundo colocado, Juca Bala, e 15 minutos para o terceiro, Tiago Fantozzi, que este ano foi um dos destaques do Brasil no Rally Dakar, disputado mais uma vez na América do Sul.

“O RN esse ano se superou. Foi a melhor prova já feita pelo Kleber (Tinoco) e pelo Deco (Muniz)”, disse Zé Hélio (foto), sobre os organizadores. “Foi uma prova tecnicamente perfeita. Todas as especiais aconteceram com tamanho previsto e na hora certa. Quatro especiais muito bacanas, muito boas, completas, com todos os tipos de piso, enfim… foram técnicas, englobando tudo que é relativo ao rally cross-country, cansativas, mas excelentes”, completou.

Ao contrário do ano anterior, quando a chuva castigou o Rio Grande do Norte, prejudicando não apenas as especiais e os pilotos, mas, principalmente, as cidades do interior do estado, em 2010 o sol forte foi característica durante quase todos os 1.200km de prova.

“Estamos realmente orgulhosos. O fim do RN 1500 foi um verdadeiro desabafo. Ficamos com alguma coisa presa na garganta depois dos cancelamentos por causa das chuvas no ano passado. Agora isso passou”, disse o diretor de prova Deco Muniz, apoiado pelo diretor geral Kleber Tinoco.

“Foi definitivamente o sinal de amadurecimento da competição. Os imprevistos foram mínimos, e o ‘feedback’ que tive por parte dos competidores me dão a certeza de que fizemos um grande evento esportivo, que leva mundo a fora de uma forma muito positiva os cenários potiguares”, completou.

Zé Hélio havia sofrido uma lesão na vértebra L1 justamente no RN1500 de 2009, e, desde então, passou por um processo de recuperação irregular, que coincidiu com a sua participação no Rally dos Sertões.

“Me senti bem. Estou com mais de 50% de recuperação. Estou bastante confiante para a temporada, pois essa prova me ajudou a ver que estou no caminho certo. Ao mesmo tempo, também percebi que preciso treinar mais e me preparar melhor para o Sertões. Quero chegar lá com 190% das minhas condições físicas e técnicas”, garantiu.

Zé Hélio tem objetivos bem definidos para 2010. “Após a fratura, tive que fazer uma recuperação e fisioterapia de emergência para correr o Sertões do ano passado, mas a lesão se agravou após a prova. Vim pra cá para começar a voltar a entrar no ritmo. Meu objetivo é conquistar novamente o Rally dos Sertões e disputar o Dakar de 2011”, finalizou Zé Hélio.

Entre os quadriciclos, o vencedor da 13ª edição do RN 1500 foi o cearense Tom Rosa, seguido por Haroldo de Sá e André Taidy.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country acontece em maio, em São Paulo. O Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country tem supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

RESULTADO DO RALLY RN1500 2010

CATEGORIA MOTOS

1º José Hélio (SP) – SUP – 6h35m50s0
2º Juca Bala (SP) – SUP – 6h39m28s0
3º Thiago Fantozzi (SP) – SUP – 6h51m40s0
4º Vicenzo Sforza (RN) – PRO – 7h32m18s0
5º Glauber Barreto (RN) – PRO – 7h40m13s0

CATEGORIA QUADRIS

1º Tom Rosa (CE) – QUA – 7h25m41s0
2º Haroldo de Sá (RN) – QUA – 7h28m50s0
3º André Taidy (SP) – QEX – 7h51m44s0
4º Rodrigo Varela (SP) – QUA – 8h02m35s0
5º Eduardo Queiroga (PB) – QEX – 9h00m56s0

Redação Mundocross
Texto by Adriano Winckler
Foto by Doni Castilho

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly