Treinos em Siqueira marcaram volta de Balbi ao Brasil

10 de abril de 2010 - 8:00

Começou o tão aguardado Campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2010 !!! Os treinos deste sábado em Siqueira Campos registraram a volta de Jorge Balbi Jr. as competições no Brasil. E o mineiro da equipe 2B Duracell Racing mostrou seu talento e a experiência adquirida em quatro temporadas no exterior, fazendo o melhor tempo na categoria MX1. Já na categoria MX2 o destaque foi para o piloto Scott Simon, da Pro Tork Racing Team.

O clima ajudou e os treinos rolaram com sol, fazendo com que um público de mais ou menos mil pessoas comparecesse ao Centro de Treinamento Pro Tork, na cidade de Siqueira Campos, no norte do Paraná. O número de pilotos inscritos chegou a 250, número que se lavado em consideração a saída do campeonato das categorias 50 e MX Júnior, pode ser considerado bom em relação a primeira etapa de 2009.

O Centro de Treinamento da Pro Tork tem uma ótima estrutura e os pilotos, equipes, imprensa e público tem o conforto adequado para uma competição de Motocross. A pista pode ser considerada de dificuldade média, e de velocidade média baixa. O único problema, relatado pelo piloto Balbi Jr., é o piso duro, sendo que a solução seria gradear bem fundo para no decorrer das corridas continuar com o piso não tão duro.

Na 65, a categoria de entrada do Pro Tork Brasileiro de Motocross, o pilotinho gaúcho Enzo Lopesm patrocinado pela Pro Tork / Answer / Freeday / Pirelli / Léo Motos, foi o mais rápido, seguido de Kioman Navarro, patrocinado pela Tonin Bala / Rinaldi. Na 85 outro piloto gaúcho, Gustavo Roratto, que tem o apoio da Sebben Motorhome / Roratto Auto Socorro, foi o melhor nos treinos cronometrados, seguido do paulista Anderson Amaral, que agora faz parte da equipe 2B Duracell Racing.

O mais rápido na categoria MX1 foi o mineiro Jorge Balbi Jr., que depois de quatro anos fora da disputa do Brasileiro de MX, voltou para correr todo campeonato. O segundo mais rápido foi o americano Scott Simon, numeral 181 na foto. Na MX2 a posição foi inversa da MX1, com Simon em primeiro e Jorge Balbi Jr. em segundo.

Já a categoria dos mais experiente, a MX3, quem dominou em Siqueira foi o paranaense Nico Rocha, piloto da Pro Tork Racing Team. O segundo mais rápido atrás de Nico, foi seu companheiro de equipe Davis Guimarães. E na categoria 230 o destaque ficou com Deni Marques, patrocinado pela Moto Livre Moto Shop / Brasil Racing, seguido de Ismael Rojas, patrocinado pelo Grupo TCM / Conti Bier.

MELHORES TEMPOS NOS TREINOS CRONOMETRADOS

Categoria 65 – Enzo Lopes
Categoria 85 – Gustavo Roratto
Categoria MX1 – Jorge Balbi Jr.
Categoria MX2 – Scott Simon
Categoria MX3 – Nico Rocha
Categoria 230 – Deni Marques

PROGRAMAÇÃO DOMINGO – DIA 11 DE ABRIL

WARM UP
8:00 às 8:15 horas – Categoria 230
8:20 às 8:35 horas – Categoria MX3
8:40 às 8:55 horas – Categoria 65
9:00 às 9:15 horas – Categoria MX2
9:20 às 9:35 horas – Categoria 85
9:40 às 9:55 horas – Categoria MX1
10:30 horas – Cerimônia de abertura

PROVAS OFICIAIS
11:00 horas – Categoria MX3
12:00 horas – Categoria 65
13:00 horas – Categoria MX2
14:00 horas – Categoria 230
15:00 horas – Categoria 85
16:00 horas – Categoria MX1

O Pro Tork Campeonato Brasileiro de Motocross tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi, com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM.

Redação Mundocross
Texto by Jorge Soares
Foto by Jorge Soares

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly