Paraíba do Sul abrirá o Brasileiro de Cross Country

08 de maio de 2010 - 11:34

A cidade de Paraíba do Sul, no Estado do Rio de Janeiro, próxima à divisa com Minas Gerais, será palco nos dias 15 e 16 de maio da abertura do Campeonato Brasileiro de Cross Country 2010. A competição reunirá os melhores da modalidade do país, mas também atrai a atenção de pilotos de outras modalidades, como o líder do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM Felipe Zanol, o campeão brasileiro de Velocross Paulo Stedile, e até pilotos de Motocross, como o petropolitano Raul Guilherme.

“É um esporte técnico, sem dúvida, mas ao contrário do Motocross que depende de intensidade máxima, acelerando do início ao fim, o cross-country também tem uma parte tática e precisa de estratégia, declarou ‘Raulzinho’, campeão da modalidade em 2008. “Por ser uma prova muito longa, com cerca de uma hora de duração, tem que estar com a parte física em dia para conseguir completar. É um esporte que exige muito preparo do piloto”, ressaltou Raul Guilherme.

Brasileiro de Cross Country começará no Rio de Janeiro

Brasileiro de Cross Country começará no Rio de Janeiro

A prova de Paraíba do Sul terá estrutura semelhante à do Brasileiro de Motocross, com arquibancada para o público e pit-lane coberto para os mecânicos se comunicarem com os pilotos durante a prova. Além disso, os participantes também estarão na disputa por R$ 5 mil em premiação.

“Vamos usar boa parte da estrutura da etapa de Nova Friburgo do Brasileiro de Motocross 2009. O pit-lane terá televisores para as equipes acompanharem os tempos de cada piloto, e vamos ter uma premiação interessante que não é comum no cross-country”, disse Melina Guelman, diretora da Federação de Motociclismo do Estado do Rio de Janeiro – FEMERJ.

Vice-campeão brasileiro na categoria XC1 em 2009, o paranaense Paulo Stedile vem embalado para a abertura do campeonato. Stedile lidera o Brasileiro de Velocross, competição na qual busca o bicampeonato nacional este ano, mas também quer algo mais no cross-country.

“Este ano teremos grandes pilotos na disputa, como o Felipe (Zanol) e o Nielsen (Bueno). Respeito todo mundo e sei que são fortes candidatos ao título, mas quero fazer o meu trabalho bem feito. Estou com um pouquinho mais de experiência na modalidade, nas pistas, e não terei um impacto tão grande quanto na minha estréia. Ano passado fui vice-campeão e neste ano estou com grande vontade de disputar o título. Trabalhei bastante e espero fazer uma boa temporada”, afirmou Stedile.

O Rio de Janeiro tem tradição no Cross-Country. Toninho Guzzo, de Nova Friburgo, é o atual bicampeão da “Nacional B” e em 2010 buscará o título em outra categoria. “Fiz uma pista particular na minha casa, e agora, após o bi em 2008 e 2009, vou encarar a XC2, que é bem mais difícil. Estreei nesta categoria no Campeonato Carioca deste ano e venci a primeira etapa. Estou de moto nova, uma Kawasaki 250cc, há apenas 20 dias, mas estou me preparando ao máximo para o Brasileiro e espero conseguir bons resultados”, declarou Toninho.

A etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Cross-Country é uma realização da Federação de Motociclismo do Estado do Rio de Janeiro – FEMERJ, com apoio do Ministério do Turismo, da Prefeitura Municipal de Paraíba do Sul e da Fazenda Espaço do Cowboy. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Mais informações pelo telefone (21) 2609-7169 ou www.cbm.com.br

Por Adriano Winckler
Foto : Divulgação

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly