2B Racing continua na liderança da Superliga de MX

Foto por Divulgação | 26 de maio de 2010 - 7:30

A 2B Duracell Racing conseguiu mais um bom resultado na 2ª etapa da Superliga de Motocross, que aconteceu neste fim de semana, dias 22 e 23 de maio, em Cachoeiro do Itapemirim, Espírito Santo. A equipe venceu na CRF 230, foi segunda colocada nas categorias MXJR e MX2 e terminou na quarta colocação na MX1. Com o resultado, o time mantém a liderança do campeonato em três categorias.

Na principal categoria do dia, a MX1, Balbi não conseguiu uma boa largada. Fazendo uma bela corrida de recuperação, o piloto começou a ultrapassar todos os seus adversários e, na quinta volta, assumiu a vice-liderança após fazer uma bela ultrapassagem sobre Rodrigo Takahashi e Marcello ‘Ratinho’ Lima.

Jorge Balbi continua líder da Superliga na MX1

Jorge Balbi continua líder da Superliga na MX1

A partir daí, o piloto partiu para cima de Leandro Silva, que estava na liderança da prova. Quando faltavam pouco mais de cinco minutos para o final, Balbi assumiu a primeira colocação, seguido de perto por Swian Zanoni. Quando faltavam apenas três minutos para o término da corrida, o piloto da 2B Duracell Racing sofreu uma forte queda e acabou sendo ultrapassado por Swian Zanoni, Marcello ‘Ratinho’ Lima e Leandro Silva. Sem tempo para recuperar terminou a prova na quarta colocação.

O resultado foi o suficiente para que o mineiro mantivesse a liderança já que Wellington Garcia e João ‘Marronzinho’ da Silva, que haviam terminado em segundo e terceiro, respectivamente, terminaram em 12º e 5º lugares.

“Para o campeonato, o resultado da MX1 foi muito bom. Eu não gosto dessa pista e sabia que iria sofrer muito aqui. Claro que a gente quer ganhar sempre, ainda mais quando a gente está na ponta por tanto tempo mas, no final, o resultado foi positivo”, comentou o piloto.

Na MX2, Balbi terminou na segunda colocação. Logo no início da prova, ele e Swian Zanoni largaram na frente e abriram muita distância para grande para todos os adversários, travando um duelo particular pela vitória. Faltando poucas voltas para o final, Balbi partiu para o ataque e, no final, tentou ultrapassar Swian de todas as formas, mas não conseguiu fazer a ultrapassagem e terminou na segunda colocação.


Nivaldo Vianna, que já havia vencido na abertura, ganhou mais uma vez na CRF 230. Ele largou na frente e conquistou mais uma vitória tranqüila, de ponta a ponta. “Essa vitória foi importante pois já me deu uma tranqüilidade para o campeonato. Ano passado perdi o título aqui, quando quebrei a roda e este ano queria me vingar”, brincou o piloto.

Pódio da categoria 230 na segunda etapa em Cachoeiro

Pódio da categoria 230 na segunda etapa em Cachoeiro

Na MXJR, Anderson Amaral saiu de Cachoeiro do Itapemirim divindo a liderança com Endrews Armstrong. O piloto da 2B Duracell Racing largou bem e assumiu a ponta no início da prova mas, no meio da corrida, foi ultrapassado por Endrews. Quando começava a preparar o ataque para recuperar a liderança, Anderson errou e caiu, desperdiçando a chance de vitória.

Anderson Amaral está empatado na liderança da categoria MXJR

Anderson Amaral está empatado na liderança da categoria MXJR

A Equipe 2B Duracell Racing tem o patrocínio de Gilette, Ariel, Mobil, i9/Coca-Cola, Mormaii, Café Fino Grão e Mart Plus. Os patrocinadores/fornecedores são NFS, NEYFA, Pirelli, All Sign e L’aquila.

Sobre a Duracell
Nessa temporada, a equipe tem uma energia extra da líder mundial em pilhas alcalinas de alta performance. O forte apoio da Duracell, uma das marcas da Procter & Gamble (P&G), propicia a equipe condições pelos melhores resultados nas pistas. Conceitos importantes para a Duracell como energia, resiliência e durabilidade são conceitos em comum com a equipe, além é claro da resistência e capacidade de superação que os pilotos apresentam a cada etapa.

Números da equipe 2B Duracell Racing no Brasil em 2010
Provas disputadas: 23
Número de pódios: 24
Número de vitórias: 11
Número de categorias que a equipe lidera: 10 (Superliga de Motocross – MX1-Jorge Balbi, MXJR- Anderson Amaral, CRF 230cc- Nivaldo Viana. Brasileiro de Motocross – 85- Anderson Amaral, MX1 e MX2- Jorge Balbi. Campeonato Sergipano de Motocross – MX1- Rodrigo Lama. Campeonato Mineiro de Motocross – MX1 e MX2- Jorge Balbi)

Compartilhe este conteúdo

Comentários

newton junior disse:

Muito estranho o Balbi nao gostar da pista de Cachoeiro. O mais engraçado e que as vezes que ele venceu ele sempre dizia que gostava da pista e de correr nela. Eu estava la desde sabado nos treinos livres e que se viu la foi o Swian dominando totalmente o final de semana. O Balbi e sem duvida um grande piloto, talvez o melhor de todos os tempos no Brasil, mas a verdade e que nesse fim de semana tomou pau. Balbi humildade sempre

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly