Foram roubadas motos de pilotos do Latino de MX

Foto por Jorge Soares | 31 de maio de 2010 - 15:50

Apesar da festa preparada neste fim de semana na pista do Cave, no Guará, no Distrito Federal, para receber a 2ª etapa do Campeonato Latino Americano de Motocross MX2 2010, um triste episódio pode manchar mais uma vez a imagem do Brasil. Após deixar o Distrito Federal em direção à cidade de Cacoal, no Estado de Rondônia, onde está marcada para o próximo final de semana a terceira e última etapa da competição, o caminhão com as motos de seis dos nove pilotos estrangeiros que disputaram a prova no DF, foi assaltado em um posto de gasolina próximo à cidade de Alexania, em Goiânia.

Segundo o motorista do caminhão, no momento em que parava para fazer uma refeição, ele teria sido abordado por dois homens armados que chegaram em um Fiat Palio. O motorista foi obrigado a voltar para a rodovia e entrar em uma estrada de terra, próximo a Alexania. Após andarem cerca de 150 metros, os bandidos pararam o caminhão e fizeram o motorista e seu ajudante descarregarem as motos e os equipamentos (capacetes, botas, rodas, peças e pneus) dos pilotos. Depois, o motorista foi obrigado a entrar no caminhão seguir de volta para a rodovia.

O presidente da Federação de Motociclismo do Distrito Federal – FMDF, Carlos Senise, e os responsáveis pelos pilotos estrangeiros no país, registraram ocorrência na Delegacia do Guará, no Distrito Federal. A Polícia Civil já está investigando o caso.

“Ficamos até as cinco horas da manhã na delegacia. É muito triste que isso aconteça depois de uma festa tão bonita que preparamos ontem. É uma vergonha muito grande para o Brasil”, declarou o presidente da FMDF, Carlos Senise.

A Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, está somando esforços às Federações de Rondônia e do Distrito Federal, bem como com a Polícia Civil para tentar encontrar as motocicletas.

“Foi contratada uma empresa de transportes especializada para levar as motos de Brasília até Rondônia. Esta mesma empresa já havia feito o transporte no ano passado. Os caminhões têm localização por satélite, mas o motorista não conseguiu fazer o acionamento do mecanismo de socorro. Infelizmente, há um problema de insegurança no país inteiro e o que aconteceu foi uma fatalidade. Estamos fazendo todos os esforços para encontrar as motos”, declarou Alexandre Caravana, presidente da CBM.

Das seis motos roubadas, quatro eram de pilotos do Equador e duas de pilotos do Peru, entre eles Jetro Salazar, vice-líder na classificação geral do Latino MX2 2010. Informações sobre o paradeiro das motos podem ser passadas à FMDF pelos telefones (61) 3326-6792, (61) 8466-4476 ou (rádio) 88*9461.

Descrição das  motos roubadas
– Kawasaki KXF250 2009 (Miguel Cordovez – Equador)
– Yamaha YZF250 2010 (Felipe Espinoza – Equador)
– Yamaha YZF250 2010 (Andres Gavilanes – Equador)
– Honda CRF250 2010 (Justiniano Romero – Equador)
– KTM SXF250 2010 (Jetro Salazar – Peru)
– Yamaha YZF250 2010 (Julian Araujo – Peru)

A KTM 250F do peruano Jetro Salazar foi uma das motos roubadas

A KTM 250F do peruano Jetro Salazar foi uma das motos roubadas

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Mateus disse:

O QUE ESTOU ESTRANHANDO É OS 02 LADRÓES CHEGAREM DE UNO E LEVAR 6 MOTOS E EQUIPAMENTOS…. COMO ELES CONSEGUIRAM CARREGAR TUDO ISSO…. ESTRANHO NÉH….!!!!

Elias Pereira disse:

Vao roubar ate a Bola, no meio do jogo!!!

Elias Pereira disse:

Onde foi o assalto? FOI NO BRASIL COMPANHEIRO! Se em um rapido evento de um menor publico acontece isto! Eu quero ver na Copa do mundo! O que vai ser?????????????????????????????????????

Elias Pereira disse:

Esta foi de lascar!!! Estou puto e com muita vergonha! E por isso que nenhum pais estrangeiro quer Brasileiro nem a passeio por la, pois o tal do Brasileiro gosta de ter as coisas muito facil. E foda!!!

Elias Pereira disse:

Tenho uma moto de Motocross, e sei o carinho que o piloto passa a ter por ela a cada corrida, o quanto ela e importante para cada um deles. Que Deus possa iluminar os olhos e o caminho da policia, que possam realmente encontrar todas as motos intactas e trazer de volta aos seus respectivos donos, pois elas sao as sua ferramentas de trabalho, para trazer alegria para muitas e muitas arquibancadas. Sucesso a todos…

Elias Pereira disse:

E lamentavel que um mega show de Motocross jamais visto no Brasil como nos aqui em Brasilia assistimos, terminar com uma vergonhosa noticia desta. Kd a Policia??? Sabendo que no Brasil os Ladroes est]ao por toda parte, porque nao avisaram para o motorista do caminhao com esta carga tao valiosa que no Brasil nao pode trafegar nas rodovias nem mesmo de dia, quanto mais a noite, pois so temos policia em rodovias para aplicar multas, mais a segurança do cidadao e realmente uma vergonha… Cuidado! estrangeiro aqui no Brasil nao tem vez nao! Nem quem abrilhantou um grandioso Show para alegrar a cidade nao tem um minimo de consideraçao destes espirito de porco… e por isso que a cidade de Brasilia nao tem nada de diversao… Isto e uma vergonha…

xânto disse:

Seria de grande valia o número do Chassi/motor destas motos…..e quem é do meio que fique ligado….elas aparecem pode ter certeza……Vale lembrar de duas que foram roubadas ano passado na etapa do Brasileiro de motocross em Canoas/RS…….olhos abertos com os amigos do alheio….

Lucas Mx disse:

Sabotagem !!!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly