Localizadas peças das motos roubadas de Lucas Moraes

Foto por Jorge Soares | 02 de junho de 2010 - 21:50

Em 2008 o piloto paulista Lucas Moraes, teve suas motos roubadas quando membros de sua equipe estavam chegando à Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, para a disputa de uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Supercross em Canoas. Os ladrões roubaram as duas motos YZF do piloto, peças e mais seus equipamentos de proteção.

Mas numa analogia ao ditado que diz que mentira tem perna curta, roubar motos de Cross também tem vida curta, pois mais cedo ou mais tarde vem à tona quem foram os responsáveis. É que este é um mercado onde as pessoas se conhecem e quando as motos e as peças aparecem nas pistas, logo as pessoas ficam sabendo. Foi o que aconteceu nestes últimos dias, quando a Dunas Race descobriu com quem estavam algumas das peças das motos do Lucas.

Marcos Vinicius, da Dunas Race, que tem sede em São Paulo, viajou para Porto Alegre nesta última segunda-feira. 31 de maio, e junto com a polícia recuperou peças das motos, e deu encaminhamento a investigações sobre pessoas suspeitas no envolvimento com o roubo e receptação das motos em 2008. Por isto, você que é do meio off-road, nunca compre motos ou peças roubadas, pois você estará prejudicando pessoas que gostam do mesmo esporte que você, e literalmente você estará entrando numa roubada, pois provavelmente as pessoas envolvidas com o roubo das motos do Lucas serão processadas e consequentemente presas.

Então fiquem ligados com isto em relação as seis motos roubadas esta semana dos pilotos estrangeiros que correram a segunda etapa do Campeonato Latino Americano de Motocross MX2 em Brasília. São motos com peças especiais e os ladrões irão querer vender as motos e peças, ou ainda praticarem o esporte com as motos, e se você souber de alguma informação sobre isto,denuncie, pois quem sabe na próxima vez possa ser a sua moto !!!

Clique aqui e confira a matéria sobre o roubo das motos dos pilotos do Latino de Motocross.

A Yamaha do peruano Julian Araujo foi uma das motos roubadas

A Yamaha do peruano Julian Araujo foi uma das motos roubadas

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly