Deu Buttrick na oitava etapa do GNCC

Foto por Shan Moore | 11 de junho de 2010 - 16:40

O Grand National Cross Country Series – GNCC, prosseguiu no último fim de semana, dias 5 e 6 de junho, com a oitava etapa da temporada 2010, disputada na cidade de Millfield, no Estado de Ohio, Estados Unidos. Nas duas categorias, XC1 e XC2 Lites, os vencedores conquistaram a primeira vitória de suas respectivas carreiras. Acompanhe como foram as disputas do GNCC…

Categoria XC1

Após chuvas pesadas no domingo pela manhã (que deixaram o circuito em condições nada desejáveis pelos pilotos), à tarde os pilotos alinharam para a largada. Quem não se intimidou com as condições adversas e ficou com os 250 dólares do prêmio do holeshot ao sair na frente foi o piloto Cory Buttrick da equipe oficial FMF/KTM. Na sequência vieram os pilotos da equipe Am Pro/FMF/Yamaha Paul Whibley e Thad Duvall, o piloto da equipe Obermeyer/Am Pro/FMF/Yamaha Charlie Mullins, e Nate Kanney, companheiro de equipe de Buttrick. Líder do campeonato, o australiano Josh Strang da equipe FMF/Makita/Suzuki lutava para recuperar posições, após largar no bloco intermediário.

Depois da oitava etapa Strang é ainda mais líder na XC1

Depois da oitava etapa Strang é ainda mais líder na XC1

Saindo da sessão de Motocross da pista, os pilotos seguiram para o trecho da floresta. Na primeira volta, Duvall pressionou Buttrick até conseguir a liderança, mas sua alegria não durou muito. As enormes descidas do circuito estavam cheias de água na sua parte inferior, e foi numa dessas que Duvall ficou preso em um buraco de lama profunda e perdeu terreno. Num ritmo impressionante, em duas voltas Strang assumiu o segundo lugar, atrás de Buttrick, com Kanney em terceiro, Mullins em quarto e o piloto Jimmy Jarrett da equipe Geico/JG Racing/Monster Energy/Kawasaki em quinto. Pouco depois, Mullins enfrentou problemas mecânicos em sua moto e teve que abandonar.

Mullins teve problemas mecânicos e abandonou a prova

Mullins teve problemas mecânicos e abandonou a prova

Strang assumiu a liderança na terceira volta e segurou-a até a volta seguinte, quandop Buttrick deu o troco na sessão de Motocross. As posições pareciam definidas, até que os dois principais candidatos à vitória encontraram um congestionamento em uma subida do circuito. Motos atoladas por todos os lados. Difícil encontrar um espaço para subir. Ambos tentaram encarar a subida, mas as tentativas foram em vão. Aí é que um acontecimento fez com que a corrida ficasse marcada. Com Buttrick atolado na subida, Josh Strang simplesmente ajudou seu adversário na briga pela vitória, ajudando-lhe a empurrar sua moto até o final da subida. Quando Buttrick foi retribuir para ajudar Strang a subir também, este fez sinal de que não era necessário e que ele podia seguir adiante no circuito. Strang acabou sendo ajudado por Whibley e Kanney, que também estavam presos na subida.

Whibley finalizou em terceiro lugar na categoria XC1

Whibley finalizou em terceiro lugar na categoria XC1

Buttrick venceu com mais de um minuto de vantagem sobre Strang, que garantiu o segundo lugar. O piloto da KTM, que conquistou a primeira vitória de sua carreira na principal categoria do GNCC, a XC1, se dirigiu pessoalmente ao piloto da Suzuki, agradecendo demais por sua atitude. Whibley completou o pódio em terceiro, Jarrett foi o quarto e Chris Bach completou os cinco primeiros. No campeonato, a diferença de Strang para Mullins que era de apenas 2 pontos subiu para 20. Graças à vitória, por 2 pontos a mais que Whibley, Buttrick assumiu a terceira posição. Chris Bach novamente fecha os cinco primeiros.

Categoria XC2 Lites

Na categoria XC2 Lites, outro piloto venceu pela primeira vez na carreira. Jesse Robinson ficou com a vitória após uma intensa batalha com Scott Watkins da Kawasaki, que durou quase toda a corrida. Robinson e Watkins vinham em uma ferrenha batalha pela vitória, até que o piloto da Kawasaki ficou preso na lama, permitindo que Robinson abrisse vantagem suficiente para garantir a vitória. Watkins conseguiu sair a tempo da lama e ficar com o segundo lugar. Jason Thomas da Yamaha garantiu os 100 dólares do holeshot e o último degrau do pódio. Terceiro lugar que aliás teve sabor de vitória.

Pódio da etapa de Millfield na categoria XC2

Pódio da etapa de Millfield na categoria XC2

O líder do campeonato Kailub Russell da KTM teve um fio enrolado na roda traseira de sua moto, travando a corrente e fazendo com que ele perdesse uma volta inteira para resolver o problema. No fim das contas finalizou apenas na 10ª posição e viu sua diferença para Thomas no campeonato despencar para apenas 17 pontos. Mark Fortner da Husqvarna foi o quarto e Justin Williamson da Yamaha completou os cinco primeiros. No campeonato Russell ainda lidera com 17 pontos de vantagem sobre Thomas. Com a vitória, Robinson diminuiu par 10 pontos sua desvantagem para Thomas. Watkins é o quarto e Stewart Baylor Jr fecha os cinco primeiros.

Resultado da oitava etapa do GNCC ne categoria XC1
1. Cory Buttrick (KTM)
2. Josh Strang (Suz)
3. Paul Whibley (Yam)
4. Jimmy Jarrett (Kaw)
5. Chris Bach (KTM)
6. Glenn Kearney (Hsq)
7. Kenneth Gilbert (Kaw)
8. Nate Kanney (KTM)
9. Matthew Miller (Kaw)
10. Eric Bailey (Kaw)

Classificação da categoria XC1 após oito etapas
1. Josh Strang – 196 pontos (4 vitórias)
2. Charlie Mullins – 176 (3 vitórias)
3. Cory Buttrick  – 154 (1 vitória)
4. Paul Whibley – 152
5. Chris Bach – 125
6. Glenn Kearney – 121
7. Nate Kanney – 112
8. Barry Hawk Jr. – 93
9. Kenneth Gilbert – 91
10. Eric Bailey – 76 pontos

Resultado da oitava etapa do GNCC na categoria XC2 Lites
1. Jesse Robinson (KTM)
2. Scotty Watkins (Kaw)
3. Jason Thomas (Yam)
4. Mark Fortner (Hsq)
5. Justin Williamson (Yam)
6. David Snyder (Yam)
7. Steward Baylor Jr. (KTM)
8. Nicholas Hunter (KTM)
9. Brian Lawson (Yam)
10. Kailub Russell (KTM)

Classificação da categoria XC2 Lites após oito etapas
1. Kailub Russell – 207 pontos (5 vitórias)
2. Jason Thomas – 190 (2 vitórias)
3. Jesse Robinson – 180 (1 vitória)
4. Scotty Watkins – 147
5. Steward Baylor Jr. – 132
6. David Snyder – 100
7. Dustin Gibson – (93
8. Mark Fortner – 90
9. Brian Lawson – 86
10. Nicholas Hunter – 80 pontos

Confira como foram as etapas anteriores do GNCC 2010

7ª Etapa – 23 de maio – Somerset / Pensilvânia
6ª Etapa – 9 de maio – Yadkinville / Carolina do Norte
5ª Etapa – 25 de abril – Hurricane / Tennessee

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly