High Point assistiu mais um 1-1 de Dungey

Foto por GuyB | 13 de junho de 2010 - 19:00

Pelo segundo sábado consecutivo, o AMA Motocross deu prosseguimento à temporada 2010, com a terceira das doze etapas do campeonato. Desta vez o palco da disputa foi em High Point, no Estado da Pensilvânia, outro tradicional circuito que já faz parte do campeonato há muitos anos. Acompanhe na matéria abaixo como foi a terceira etapa neste sábado, 12 de junho, em High Point…

Categoria 450

Na largada da primeira bateria, quem faz o holeshot e saiu na frente é o atual campeão do AMA Supercross, Ryan Dungey, da equipe oficial Rockstar/Makita/Suzuki. Ainda na primeira volta, Dungey cometeu um erro e saiu um pouco fora da pista, cedendo a liderança para o piloto Josh Grant da equipe oficial Muscle Milk/Toyota/Yamaha. Completadas as primeiras voltas, Grant liderava, com Dungey em segundo, Andrew Short, da equipe oficial Red Bull/Honda Racing era o terceiro, Mike Alessi, da equipe oficial KTM, o quarto e Thomas Hahn da equipe semi-oficial Canidae/Rockstar/Suzuki em quinto. A previsão do tempo colaborou em High Point, com clima bom e a pista em perfeitas condições.

Chad Reed chegou líder em High Point

Chad Reed chegou líder em High Point

Quando restavam 10 dos 30 minutos mais duas voltas previstos na bateria, Grant cometeu um erro em uma curva para a esquerda e caiu, permitindo que Dungey reassumisse a liderança. No exato momento em que Dungey reassumiu a liderança começou a chover um pouco. Com duas voltas para o fim, a pista começou a ficar molhada, mas nada que impedisse Dungey de vencer a primeira bateria. Mesmo com o tombo, Grant garantiu a segunda posição. Short finalizou em terceiro, com o neozelandês Ben Townley, da equipe semi-oficial Lucas Oil/Honda, em quarto e Hahn em quinto lugar. O australiano Chad Reed da equipe oficial Monster Energy/Kawasaki, atual campeão da categoria, fez uma corrida irreconhecível, finalizando na 13ª posição.

Depois de ficar fora do AMA SX Josh Grant voltou forte ao AMA MX

Depois de ficar fora do AMA SX Josh Grant voltou forte ao AMA MX

Na largada da segunda bateria foi Andrew Short que fez o holeshot e disparou na liderança. Parou de chover, o sol voltou a brilhar, a pista estava seca, mas bem esburacada em alguns trechos. Short era o líder, com Alessi em segundo e Dungey em terceiro. Os dois estavam próximos, brigando pela segunda posição, enquanto Short lidera. Dungey finalmente conseguiu fazer a ultrapassagem sobre Alessi.

Reed e Townley estão neste salto quadrúplo em High Point

Reed e Townley estão neste salto quadrúplo em High Point

Passados os primeiros 10 minutos de corrida, Short liderava, com Dungey em segundo, Alessi em terceiro, o australiano Brett Metcalfe, da equipe semi-oficial  Geico Powersports/Honda, em quarto e Hahn em quinto. Chad Reed aparece muito atrás, entre os últimos colocados, e apontando para a extremidade dianteira de sua motocicleta, aparentemente está enfrentando algum tipo de problema. Na metade da corrida, Short ainda liderava, com uma boa margem sobre Dungey. Naquele momento Reed abandona a corrida na 33ª posição, com problemas mecânicos em sua moto. Metcalfe era o terceiro, com Hahn em quarto e Alessi em quinto. Grant aparecia apenas na 11ª posição.

Dungey venceu mais uma e assumiu liderança nas 450

Dungey venceu mais uma e assumiu liderança nas 450

Reed, Alessi e Grant certamente tiveram um dia muito ruim em relação a suas expectativas. Faltando 10 minutos para o final da bateria, Short ainda liderava, mas Dungey estava cada vez mais próximo. Dungey finalmente faz a ultrapassagem e assumiu a liderança. Metcalfe se manteve em terceiro. Ryan Dungey foi o grande nome da categoria 450cc em High Point, vencendo as duas baterias e faturando também o overall. Aliás, este resultado, somado ao revés de Reed, garantiu para Dungey também a liderança do campeonato. Short finalizou em segundo, Metcalfe em terceiro, Hahn em quarto e Alessi em quinto. No overall, Short e Metcalfe também foram respectivamente segundo e terceiro colocados, formando o pódio ao lado de Dungey. Townley garantiu a quarta posição e Alessi completou os cinco primeiros. Reed finalizou em 18º lugar.

Pódio da categoria 450 em High Point

Pódio da categoria 450 em High Point

No campeonato Dungey assumiu a liderança, Metcalfe a segunda posição e Alessi a terceira. Reed caiu para quarto e Townley completa os cinco primeiros. A vantagem de Dungey para Metcalfe é de 25 pontos, e para Reed 31. Metcalfe tem 3 pontos de vantagem sobre Alessi, e coincidência ou não, Alessi tem 3 pontos de vantagem sobre Reed.  Townley está 8 pontos atrás do atual campeão da categoria. Nas duas baterias, as voltas mais rápidas foram marcadas na casa de 2 minutos e 10 segundos.

Resultado da segunda etapa da categoria 450
1. Ryan Dungey 1-1 (Suzuki)
2. Andrew Short 3-2 (Honda)
3. Brett Metcalfe 6-3 (Honda)
4. Ben Townley 4-6 (Honda)
5. Mike Alessi 7-5 (KTM)
6. Matt Goerke 5-7 (Yamaha)
7. Tommy Hahn 11-4 (Suzuki)
8. Josh Grant 2-24 (Yamaha)
9. Ryan Sipes 10-11 (Yamaha)
10. Kyle Cunningham 9-12 (Yamaha)
11. Davi Millsaps 8-13 (Honda)
12. Justin Brayton 14-8 (Yamaha)
13. Kyle Chisholm 12-10 (Yamaha)
14. Nick Wey 15-9 (Kawasaki)
15. Dan Reardon 16-14 (Yamaha)
16. Weston Peick 19-15 (Yamaha)
17. Grant Langston 18-16 (Yamaha)
18. Chad Reed 13-33 (Kawasaki)
19. Travis Sewell 21-17 (Yamaha)
20. Matt Moss 17-31 (Suzuki)
21. Jarred Browne 35-18 (Kawasaki)
22. Adam Chatfield 23-19 (Kawasaki)
23. Garret Toth 26-20 (Honda)
24. Ben Evans 20-26 (Kawasaki)
25. Heath Harrison 24-21 (Kawasaki)
26. Ryan Mills 28-22 (KTM)
27. Derek Anderson 27-23 (Kawasaki)
28. Terren O’Dell 25-30 (Yamaha)
29. Ray Leybovich 32-25 (Yamaha)
30. Steven Clarke 22-35 (Suzuki)
31. Joshua Clark 31-27 (Kawasaki)
32. Ronnie Stewart 30-29 (Suzuki)
33. Mitch Dougherty 33-28 (Honda)
34. Robby Marshall 29-34 (Kawasaki)
35. Dave Ginolfi 37-32 (KTM)
36. Cameron Rodriguez 36-36 (Honda)
37. Andrew Matusek 34-40 (Kawasaki)
38. Michael Byrne 39-37 (Yamaha)
39. Sean Hackley Jr. 38-39 (Kawasaki)
40. Kyle Regal 40-38 (Honda)

Classificação da categoria 450 após três etapas
1, Ryan Dungey – 126 pontos
2. Brett Metcalfe – 101
3. Mike Alessi – 98
4. Chad Reed – 95
5. Ben Townley – 87
6. Josh Grant – 82
7. Andrew Short – 79
8. Davi Millsaps – 76
9. Tommy Hahn – 71
10. Kyle Chisholm – 55 pontos

Categoria 250

O francês Christophe Pourcel, da equipe Monster/Pro Circuit/Kawasaki, assumiu a liderança do campeonato da categoria 250cc na segunda etapa, sábado passado em Freestone, e por isso nesta etapa o number plate vermelho (conferido em cada etapa ao líder do campeonato) era do número 377. E para mostrar que não é líder à toa, Pourcel fez o holeshot e saiu na frente na largada da primeira bateria. Por causa da chuva que começou a cair no final da primeira bateria da categoria 450cc, a pista estava ficando escorregadia, fazendo com que muitos pilotos cometessem erros e até sofressem tombos.

Na 250 Pourcel chegou líder e saiu ainda mais líder de High Point

Na 250 Pourcel chegou líder e saiu ainda mais líder de High Point

E no quesito tombos, uma das vítimas foi Pourcel. Com os primeiros 10 minutos de bateria completados, o líder passou a ser Justin Barcia, da equipe Geico Powersports/Honda, com o sul-africano, ex-campeão Mundial de Motocross na categoria MX2, Tyla Rattray, da equipe Monster/Pro Circuit/Kawasaki, em segundo e o inglês Tommy Searle, da equipe oficial KTM, em terceiro. Após o tombo, Pourcel voltou a corrida na quarta posição, com seu companheiro de equipe Jake Weimer, atual campeão do AMA Supercross Lites costa Oeste em quinto.

Justin Barcia venceu a primeira bateria

Justin Barcia venceu a primeira bateria

Na marca de 20 dos 30 minutos mais duas voltas da bateria, as únicas alterações foram Pourcel e Weimer, que assumiram respectivamente a terceira e a quarta posição, deixando Searle em quinto. Por causa das condições da pista, as voltas mais rápidas giraram aproximadamente na casa de 2 minutos e 35 segundos. Faltando 10 minutos para o final da corrida, as alterações foram Searle subindo para a quarta posição e Dean Wilson, companheiro de equipe de Pourcel aparecendo em quinto, já que Weimer caiu para a sétima posição. No final da corrida, vitória de Barcia, com Rattray em segundo, Blake Bagget em terceiro, Pourcel em quarto e Wilson em quinto.

Blake Baggett conquistou um ótimo quarto lugar no geral

Blake Baggett conquistou um ótimo quarto lugar no geral

Como um replay da primeira bateria, na largada da segunda Pourcel novamente fez o holeshot e sai na liderança. Ao final da primeira volta, Pourcel era o líder, com Wilson em segundo, o equatoriano Martín Davalos, da equipe Star Racing/Yamaha, em terceiro, Rattray era o quarto e Nico Izzi, companheiro de equipe de Davalos em quinto. A ultrapassagem de Rattray sobre Davalos fez com que a equipe Monster/Pro Circuit/Kawasaki tivesse três pilotos na três primeira posições, todos de diferentes nacionalidades. Pourcel pela França em primeiro, Wilson pelo Canadá em segundo e Rattray pela África do Sul em terceiro.

Largada disputadíssima na categoria 250

Largada disputadíssima na categoria 250

Na metade da corrida a única alteração foi que Rattray assumiu o segundo lugar e Wilson caiu para sexto. Blake Wharton da equipe Geico Powersports era o terceiro colocado, com Davalos em quarto e Izzi em quinto. Depois disso as coisas não se alteraram mais. Vitória de Pourcel, com Rattray em segundo, Wharton em terceiro, seu companheiro de equipe Trey Canard em quarto e Broc Tickle, da equipe Star Racing/Yamaha em quinto. No overall, vitória de Rattray, com Pourcel em segundo e Wharton completando o pódio em terceiro. Bagget foi o quarto e Wilson completou os cinco primeiros.A decepção foi Tomac que terminou apenas na 19ª posição.

O equatoriano Davalos terminou em nono na 250 em High Point

O equatoriano Davalos terminou em nono na 250 em High Point

No campeonato, Pourcel é ainda mais líder, agora com 27 pontos de vantagem sobre Rattray, que assumiu a vice-liderança por apenas 2 pontos de vantagem sobre Wilson. Novamente a equipe Monster/Pro Circuit/Kawasaki domina as três primeiras posições na classificação do campeonato. Canard é o quarto e o seu jovem companheiro de equipe Elic Tomac fecha os cinco primeiros.

Resultado da segunda etapa da categoria 250
1. Tyla Rattray 2-2 (Kawasaki)
2. Christophe Pourcel 4-1 (Kawasaki)
3. Blake Wharton 8-3 (Honda)
4. Blake Baggett 3-9 (Suzuki)
5. Dean Wilson 5-6 (Kawasaki)
6. Broc Tickle 9-5 (Yamaha)
7. Trey Canard 14-4 (Honda)
8. Justin Barcia 1-21 (Honda)
9. Martin Davalos 11-7 (Yamaha)
10. Jake Weimer 7-11 (Kawasaki)
11. Wil Hahn 12-8 (Honda)
12. Tommy Searle 6-15 (KTM)
13. Nico Izzi 13-12 (Yamaha)
14. Darryn Durham 16-10 (Honda)
15. Alex Martin 15-13 (Honda)
16. Eli Tomac 10-19 (Honda)
17. Cole Seely 25-14 (Honda)
18. Vince Friese 17-18 (Yamaha)
19. Michael Willard 20-16 (Honda)
20. Les Smith 23-17 (Honda)
21. Phil Nicoletti 18-20 (KTM)
22. Jeff Gibson 19-23 (Honda)
23. Hunter Hewitt 22-22 (Suzuki)
24. Hunter Clements 21-24 (Honda)
25. Willy Browning 24-28 (KTM)
26. Branden Miller 28-26 (Kawasaki)
27. Kyle Gills 30-27 (Kawasaki)
28. Dakota Tedder 26-32 (Kawasaki)
29. Tevin Tapia 35-25 (KTM)
30. Michael Akaydin 27-34 (Kawasaki)
31. Steve Roman 31-31 (Yamaha)
32. James DeCotis 29-36 (Honda)
33. Myles Martin Tedder 33-33 (Kawasaki)
34. Drew Yenerich 39-29 (Yamaha)
35. Tony Gallo 38-30 (Honda)
36. Preston Mull 32-38 (Honda)
37. Steven Mages 34-37 (Honda)
38. Matt Lemoine 37-35 (Suzuki)
39. Eric Brown 36-40 (Suzuki)
40. Max Anstie 40-39 (Yamaha)

Classificação da categoria 250 após três etapas
1. Christophe Pourcel – 129 pontos
2. Tyla Rattray – 102
3. Dean Wilson – 100
4. Trey Canard – 93
5. Eli Tomac – 90
6. Broc Tickle – 89
7. Jake Weimer – 80
8. Justin Barcia – 79
9. Wil Hahn – 72
10. Tommy Searle – 60 pontos

Etapas restantes AMA Motocross 2010
4ª Etapa – 19 de Junho – Budds Creek – Budds Creek (Maryland)
5ª Etapa – 26 de Junho – Thunder Valley – Lakewood (Colorado)
6ª Etapa – 3 de Julho – Red Bud – Buchanan (Michigan)
7ª Etapa – 17 de Julho – Spring Creek – Millville (Minesotta)
8ª Etapa – 24 de Julho – Washougal – Washougal (Washington)
9ª Etapa – 14 de Agosto – Unadilla Valley – New Berlin (New York)
10ª Etapa – 28 de Agosto – MX 338 – Southwick (Massassuchets)
11ª Etapa – 4 de Setembro – Steel City – Delmont (Pensilvânia)
12ª Etapa – 11 de Setembro – Pala Raceway – San Diego (Califórnia)

Confira como foram as etapas anteriores do AMA Motocross 2010

2º Etapa – 5 de junho – Freestone / Texas
1ª Etapa – 22 de maio – Hangtown / Califórnia

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly