Sebben venceu e lidera o Centro Serra de MX

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 15 de junho de 2010 - 21:20

A André Produções e Eventos juntamente com o Capoeiras Moto Grupo de Trilheiros, realizaram em Nova Prata neste domingo, 13 de junho, a 5ª etapa do Campeonato Regional Centro Serra de Motocross 2010. A etapa denominada Taça Coser de Motocross teve uma bela participação do público da região. Estima-se que três mil pessoas estiveram no evento para assistirem aos duelos em 12 categorias. que somaram mais de 160 pilotos no evento realizado na serra gaúcha. Confira na matéria abaixo como foram as disputas.

Collet foi o melhor na Estreantes Importadas
As corridas começaram com a categoria Estreantes Importadas, e teve a vitória de Douglas Colett, piloto de Casca que largou em segundo atrás de Maiara ‘Gringa’ Basso. Os dois ficaram em duelo até o fim provando o aumento do nível de pilotagem da mulher gaúcha. Manolo Magnabosco chegou em 3º, ele que largou no pelotão da frente.

Na MX3 Nacional quem venceu foi Danny Oliveira
Em seguida entrou na pista a categoria MX3 Nacional e o duelo inicial contou com Alberi Colombi, Danny Oliveira e Wagner ‘Ratinho’ de Bolba. Melhor para Danny que fez a ultrapassagem para seguir líder até o final. Alberi e Wagner chegaram em seguida.

Astor Maldaner foi destaque na MX4
Na MX4 Eduardo Timm ‘Bala’ Bergmann largou na frente, seguido de Maiara Basso, Roberto Todeschini e Astor Maldaner. Esse pelotão se manteve andando na mesma tocada sem diferença no cronômetro. Astor foi cozinhando os concorrentes e a cada volta buscava uma posição até chegar à liderança na 6ª volta. Timm não resistiu e Maiara chegou ao segundo lugar. O mesmo aconteceu com Guilherme Benatto que foi ultrapassado por Janaína ‘Jana’ Todeschini na volta final. Astor, Maiara, Timm, Jana e Benatto subiram ao pódio.

Na 50 Felipe venceu a segunda em uma semana
A categoria de base, a 50 cilindradas, teve o duelo inicial com Vitor Gonçalves largando em 1º seguido de Felipe Migliorini. Absoluto na frente, Vitor caiu na 3ª volta deixando a ponta para o piloto de Marau, Felipe Migliorini (cuja moto foi recuperada pelo pai em um incansável concerto). Felipe seguiu líder e venceu a etapa, sendo que no domingo retrasado ele havia vencido a etapa do Gaúcho de Motocross em Sananduva. Vitor, Pedro Magero e Bernardo dos Santos chegaram em seguida.

Felipe Migliorini venceu mais uma na categoria 50

Felipe Migliorini venceu mais uma na categoria 50

Na Nacional 230 Dorigon venceu pela primeira vez
Luis Pedro Dorigon largou na ponta seguido de Thomas Lodi e Adenilson Dorigon. Dorigon foi pra cima e na metade da prova assumiu a 2ª posição. Já Bruno chegou ao 3º posto. Adenilson atacou o líder e assumiu a ponta. Na volta final Luis Pedro caiu na mesa de chegada, deixando de fazer uma dobradinha dos ‘Dorigon’ e do Moto Clube Arvorezinha. Com isso Adenilson chegou à vitória com Bruno e Thomas Lodi na 2ª e 3ª colocações.

Mateus Basso foi o vencedor da MX2
Mateus ‘Tatu’ Basso, seguido do seu irmão Lucas, Moisés Lazarotto e Marcos Cordeiro travaram uma grande disputa nas voltas iniciais da MX2. Em três voltas Cordeiro encostou de vez em Mateus deixando o duelo mais emocionante ainda. Por sua vez, Marcelo ‘Tchelo’ Galiotto saiu da 6ª posição para chegar em 3º, embora distante de Cordeiro. Mateus andou muito, fechou as portas e segurou a vantagem para vencer em Nova Prata. Marcelo chegou em 3º com Leonardo Sebben em 4º após ter feito uma largada ruim. Lucas Basso em 5º completou o pódio.

Na MX3 Fabiano Ribeiro voltou a vencer no Motocross
Após largar em segundo lugar atrás de Eduardo Timm, o piloto de Passo Fundo, Fabiano Ribeiro chegou à liderança da MX3 na 3ª volta. Com isso Timm perdeu o foco e foi ultrapassado também por Djalma Salvador. Juntando-se ao pelotão da frente e correndo por fora, veio Astor Maldaner, que nada pode fazer para impedir a vitória de Fabiano. Djalma chegou em 2º e Maiara Basso ultrapassou Astor na reta final da prova para chegar em 3º. Astor o 4º e Timm o 5º completaram a formação do pódio.

Fabiano Ribeiro voltou a subir no lugar mais alto do pódio

Fabiano Ribeiro voltou a subir no lugar mais alto do pódio

Na categoria 65 deu Andrio Sebben
Felipe ‘Miri’ Moraes, largou na frente de Andrio Sebben e Gabriel Alves com Leonardo Tenedine logo atrás, os quatro na mesma tocada na categoria 65cc. Logo na segunda volta, Andrio na pressão fez a ultrapassagem e abriu grande vantagem nas voltas seguintes. Felipe segurou o 2º lugar seguido de Gabriel, Leonardo e Lucas Colombi.

Deu Finatto mais uma vez na Intermediária
Douglas Finatto, Lucas Basso, Douglas Colett e Moisés Lazarotto com Fabrício Ramazzini em 5º lugar na primeira volta da categoria Intermediária. Enquanto Finatto sobrava na frente da categoria, Ramazzini pressionava e chegava na 3ª posição da categoria em duelo com Lazarotto e Colett. Nas voltas finais, fazendo uma de sua melhores corridas com moto 250cc, Pablo Sebben chegou para unir-se ao bloco dos cinco primeiros. Pablo recebeu a bandeirada na 4ª posição, uma a frente de Colett. Finatto passou em 1º, seguido de Lucas e Fabrício Ramazzini.

Finatinho está num ótimo momento da sua carreira de piloto

Finatinho está num ótimo momento da sua carreira de piloto

Na Força Livre Nacional Danny venceu a segunda no dia
A bandeira foi vermelha no lugar da quadriculada na Força Livre Nacional. Com mais da metade da prova, a disputa foi encerrada, mas isso em nada tirou o brilho da vitória de Danny Oliveira, que largou na frente e liderava com folga. Danny, também lidera o Gaúcho de Motocross na categoria 230. A prova foi encerrada quando Éderson Moraes, que largou em 3º, e em três voltas já era o vice – líder caiu no salto a descer após a mesa de chegada. Tito, o 4º na largada, vinha logo atrás e ao desviar de Éderson, bateu em Thomas Lodi, que vinha em 4º, ele que largou em 2º.

Finatinho está num ótimo momento da sua carreira de piloto

Finatinho está num ótimo momento da sua carreira de piloto

Uma fatalidade segundo os três pilotos envolvidos. “Cai sozinho, errei o encaixe quando a moto me jogou pra cima” disse Éderson. Vinha atrás a para não bater no Éderson tive que tirar a moto da trajetória. Bati no Thomas sem querer, foi um strick”, falou Tito. Já Thomas disse: “vinha atrás dos dois, não pude evitar o choque com o Tito. Foi muito rápido e tivemos muita sorte em ninguém se machucar. Acho que ninguém teve culpa”, concluiu. Danny, Éderson e Adenilson os três primeiros.

Sebben venceu a MX1 e continua líder
Para finalizar a MX1 teve a vitória de Leonardo Sebben que largou bem e se manteve na liderança da prova até o fim. Marcos Cordeiro, que também largou no pelotão da frente, caiu na parte baixa da pista abandonando a disputa. Mateus Basso que vinha em segundo, tentou tirar a diferença, mas Sebben estava concentrado e levou sua 450 a vitória da 5ª etapa do Centro Serra de Motocross 2010. Douglas ‘Finatinho’ Finatto finalizou em 3º seguido de Ramazzini.

Léo Sebben venceu na MX1 a principal categoria do Motocross

Léo Sebben venceu na MX1 a principal categoria do Motocross

Para conferir os resultados completos da quinta etapa do Campeonato Regional Centro Serra de Motocross 2010, acesse o site oficial do evento : www.fielpromocoes.com.br

Texto : Sílvio Bilhar

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly