Jovens talentos retornam ao Brasileiro de Motocross

Foto por Cesar Araújo | 26 de junho de 2010 - 8:00

A terceira etapa do Campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross, que será disputada hoje e amanhã, 26 e 27 de junho, em Quissamã, no Rio de Janeiro, marca o reencontro de dois grandes amigos e promessas do esporte no Brasil: Thales Vilardi da equipe KTM, e Rodrigo Lama da 2B Racing. Campeão e vice, respectivamente, do Campeonato Brasil Nordeste de Motocross em 2009, os dois se reencontram nas pistas após um período de lembranças não muito boas para ambos.

Rodrigo, de 17 anos, sofreu uma grave queda na última etapa do Brasil Nordeste 2009 em Sergipe, fraturou o escafoide, e ficou sete meses no ‘estaleiro’. Já Thales, de 19 anos, também sofreu uma queda, mas na abertura do Brasileiro de Motocross, em Siqueira Campos, Paraná, abandonando a prova da MX2 também com uma fratura no pulso.

Após longo tempo fora das provas do Campeonato Brasileiro, ambos querem recuperar o tempo perdido e brigar pelas primeiras posições. “Estou bem animado para voltar ao Brasileiro. Sei que não estou no mesmo ritmo que estava antes , mas espero fazer um bom resultado e voltar de vez ao campeonato”, declarou Thales. “Ainda estou fazendo fisioterapia, mas estou bem melhor em relação a dor. Só sinto mesmo em caso de pancada no local, mas de resto está bem melhor mesmo”, completou o paulista.

Depois de se lesionar em Siqueira Thales retorna em Quissamã

Depois de se lesionar em Siqueira Thales retorna em Quissamã

De equipe nova em 2010, assim como Thales, Rodrigo Lama também está confiante para a etapa deste fim de semana, em Quissamã. “Vai ser minha primeira etapa do Brasileiro desde que me machuquei. Minha expectativa é boa, apesar de estar voltando de uma lesão muito séria que tive no pulso. Venho treinando bem com a 2B Racing, e agora é só concentrar na corrida e fazer uma boa prova”, disse Lama. “Fiquei sete meses parado, e não podia fazer nenhuma atividade. Estou voltando a pegar preparo-físico agora e estou sofrendo um pouco com isso. No começo de corrida consigo andar em um ritmo bom, mas depois de 20 minutos vou sentindo um pouco. Mas se eu conseguir me concentrar bem, posso fazer um ritmo bom e terminar entre os dez primeiros”, ressaltou o jovem piloto sergipano.

A programação para este sábado, dia 26 de junho, começa às 8:30 horas, com os treinos livres para a categoria 230. Os primeiros treinos cronometrados começam às 12:35 horas, também para a 230, encerrando-se às 15:10 horas, com a categoria MX1.

Às 15:30 horas acontece a bateria da categoria 85, cancelada em Carlos Barbosa, Rio Grande do Sul, devido à chuva.

Brasileiro de Motocross tem novo locutor
Bom, nem tão novo assim, pois ele já tinha tido uma experiência compartilhando a narração da etapa de Carlos Barbosa do Brasileiro de Motocross deste ano. E naquela etapa, a segunda da temporada, ele procurou informar e animar da melhor forma possível os fãs do Motocross, que mesmo abaixo de chuva se mantinham firmes no motódromo da serra gaúcha. Estamos falando do locutor Márcio Frozza, que com seus 4 anos de experiência como locutor do Campeonato Gaúcho de Motocross, à partir da etapa deste final de semana em Quissamã, passa a ser o locutor oficial do Campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross. E a sonorização do evento estará sob responsabilidade da Nandy Sonorizações.

Marcinho é o novo locutor do Brasileiro de Motocross

Marcinho é o novo locutor do Brasileiro de Motocross

Confira a programação deste sábado – 26 de junho

Treinos livres
8:30 às 8:45 horas – Categoria 230
8:55 às 9:15 horas – Categoria MX3
9:25 às 9:40 horas – Categoria 65
9:50 às 10:10 horas – Categoria MX2
10:20 às 10:35 horas – Categoria 85
10:45 às 11:05 horas – Categoria MX1

Treinos cronometrados
12:35 às 12:50 horas – Categoria 230
13:00 às 13:20 horas – Categoria MX3
13:30 às 13:45 horas – Categoria 65
13:55 às 14:15 horas – Categoria MX2
14:25 às 14:40 horas – Categoria 85
14:50 às 15:10 horas – Categoria MX1

Prova
15:30 horas – Categoria 85

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly