Brasileiro de MX em Quissamã recebeu muitos elogios

Por Adriano Winckler | Foto por Pedro Plá | Fotos por Pedrinho Plá | 30 de junho de 2010 - 23:50

A terceira etapa do Campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2010, disputada no último domingo na cidade de Quissamã, norte fluminense, foi considerada uma das melhores dos últimos anos no país. Pilotos, equipes, público e imprensa foram unânimes em ressaltar a qualidade do evento, que teve alto nível técnico, bela cenografia e grande infraestrutura.

“A pista foi bem muito construída e o piso, mesclando barro e areia em sua maior parte, deixou a prova muito técnica. Isso é motocross de verdade”, disse o costa-riquenho Roberto Castro, da equipe Pro Tork/Rinaldi, ainda no sábado, após os treinos cronometrados.

Roberto Castro foi um dos que elogiaram a etapa de Quissamã

Roberto Castro foi um dos que elogiaram a etapa de Quissamã

Para as equipes, a área de box fez a diferença, dando tranquilidade e conforto para os competidores, que, às vezes, chegam a encarar mais de um dia de viagem para participar de uma etapa.

“É muito importante encontrar uma infraestrutura como tivemos em Quissamã. A área de box era muito ampla, com água e energia por todos os lados. Além disso, banheiros eram limpos e bem cuidados. Foi um evento espetacular”, declarou Paulo Della Flora, presidente da Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM, e pai do piloto Gabriel Della Flora, da categoria 65cc.

A preocupação com os detalhes também chamou a atenção em Quissamã. Desde a forma como foram montadas as estruturas metálicas, como pódio, área VIP, pitlane e arquibancadas cobertas, até a cerimônia de premiação com champanhe, tudo foi pensado para a realização de um grande evento.

Pega entre Davis Guimarães e Nielsen Bueno na MX3

Pega entre Davis Guimarães e Nielsen Bueno na MX3

Pódio da categoria MX1 com Scott Simon no lugar mais alto

Pódio da categoria MX1 com Scott Simon no lugar mais alto

“Fizemos um bom planejamento para a etapa e tudo saiu como esperávamos. As disputas na pista foram excelentes e fora dela conseguimos oferecer um grande espetáculo ao público. Tivemos também grande participação da imprensa, com quatro equipes de TV, as principais revistas, jornais e sites especializados. Enfim, tenho certeza de que foi uma das melhores provas dos últimos anos”, ressaltou Alexandre Caravana, presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM.

Cerca de dez mil pessoas prestigiaram a prova em Quissamã, e se depender do sucesso da etapa deste ano, os moradores da cidade já esperam pela presença no calendário de 2011.

“Tomara que todo ano a gente possa ter o Brasileiro por aqui. Foi, sem dúvida, uma das melhores provas que eu já assisti. A vitória do Nielsen na MX3 foi emocionante e o Scott Simon deu show na MX1 e na MX2”, disse Marcio Santos, engenheiro carioca, que se mudou do Rio de Janeiro para Quissamã há seis meses.

O Campeonato Brasileiro de Motocross 2010 tem patrocínio de Pro Tork e Rinaldi, com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM. A próxima etapa da competição acontecerá nos dias 17 e 18 de julho, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

newton junior disse:

Estive na etapa de quissamã e foi sem duvida nenhuma uma das melhores etapas do brasileiro que ja vi, e eu ja assisti mais de 20 etapas desde o ano de 1991. Scott Simon andou muito mas show mesmo deu o piloto carlos franco detonando um duplaço em frente a arquibancada vip como estivesse numa moto especial. Parabens Carlos Franco

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly