Deu Túlio no Rondoniense de MX em São Miguel

Foto por Chico Limeira | 28 de julho de 2010 - 8:00

Prestigiada por um grande público que lotou as dependências do Balneário Lagoa Azul, a cidade de São Miguel do Guaporé foi no domingo o palco de mais uma grande festa do motociclismo do Estado de Rondônia com a realização da terceira etapa do Campeonato Rondoniense de Motocross 2010. A prova marcou mais uma disputa acirrada pela liderança das principais categorias, com os pilotos buscando superação numa pista bastante travada e que exigiu muita forte e técnica dos condutores, além da máxima potência de suas máquinas.

Os promotores do evento deste dia 25 de julho, juntamente com a Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, entidade responsável pela realização da prova, trabalharam arduamente para que a festa acontecesse com muito êxito. Cercada de grandes emoções e adrenalina, a prova que registrou um número recorde de tombos, com alguns pilotos sofrendo sérias luxações, a vitória na categoria MX2 foi tranquila por parte do piloto Marco Túlio # 1 (Rondomotos/Banco BMG/Alicate Viec/Post), enquanto na MX3, para pilotos acima dos 35 anos, a vitória de Elias Marinho # 959 (Champion Motos), de Porto Velho.

Artur Gabriel # 717 (Lojas GraúnaHonda Motos Peças), de Ouro Preto do Oeste venceu na MX Estreantes, João Roberto Chagas # 39 (Chagas Madeiras/Farmácia Brasil/DR-AM), de Santa Luzia foi o campeão na Força Livre/Nacional, Diego Henning # 191 (Mastter Moto Honda/Casa do Construtor/Dex Informática) de Porto Velho venceu na 85cc, enquanto Lucas Belém # 444, da cidade de Vilhena foi o vencedor da categoria 65cc.

Lucas Belém lidera absoluto na 65
Na categoria que envolve o futuro da modalidade, mais uma vez o pequeno Lucas Belém mostrou sua eficiência e mesmo não largando na frente, ainda na primeira volta assumiu a ponta para manter-se até a bandeirada final. Andando num ritmo muito forte, Mateus Zilli # 17 (Posto Miriam), também da cidade de Vilhena ainda tentou pressionar o líder, mas teve de se contentar com a segunda colocação, com Mateus Barbosa # 71 (Vivitur/Ciclo Cairu) chegando em terceiro e Leandro Silva # 171, de Buritis, na quarta posição.

Lucas Belém é o líder absoluto na categoria 65

Lucas Belém é o líder absoluto na categoria 65

No entanto, a grande sensação da categoria ficou por conta de Guilherme Maschio #103 (Giba Racing/Posto Tarumã/Rondoagro), da Pimenta Bueno, que com apenas 4 anos, andou no mesmo ritmo dos demais concorrentes e garantiu um lugar no pódio. Guilherme que tem a adrenalina no DNA é sobrinho do campeão Alberto ‘Brizola’ e filho do mecânico profissional de motos de competições Giba.

Na 85 Dieguinho travou disputa com Caiam
Entre os competidores da categoria 85cc, a briga mais uma vez ficou por conta de Diego Henning, atual  campeão e líder da categoria, com o jaruense Gabriel Caiam # 99 (Rondomotos/Batisti&Batisti/Posto Ferrari), que já nos treinos mostrou  determinação e agressividade na pista, andando num ritmo forte. Na prova, mais uma vez Diego acelerou mais e venceu a corrida, com Caiam completando na segunda posição e Lucas Belém em terceiro.

Diego venceu a categoria 85 em São Miguel

Diego venceu a categoria 85 em São Miguel

Mateus Zilli # 17 (Amazom Informática/Aquilino Preparação) em quarto e Nino Testoni # 101 (Lojas Graúna/Honda Moto Peças) na quinta posição. O fato lamentável nesta categoria foi envolvendo o piloto Eduardo Alecrim # 7 (Galegos Moto), de Porto Velho, que anda nas primeiras voltas caiu numa das curvas, deslocando o braço e deve ficar longe das pistas por cerca de 30 dias.

Artur Gabriel venceu na Estreante
Em outra disputa forte, a categoria MX Estreantes reuniu na pista um total e oito pilotos, sendo que o ouropretense Artur Gabriel # 717 mostrou habilidade nas curvas e força nas arrancadas, imprimindo um ritmo forte, para vencer a bateria, com o piloto Vitim Ferreira # 43 (Prefeito Pastório/Lavador do Guigui), de São Miguel do Guaporé garantindo a segunda colocação.

Arthur foi o vencedor na Estreante

Arthur foi o vencedor na Estreante

Hérico Flores # 706, de Alta Floresta garantiu a terceira posição, com Nidval Amaral # 10 (Kart Indoor/Rical Arroz Primavera), de Ji-Paraná em quarto e Pauzanes de Carvalho # 6 (Neuro Clínica), de Porto Velho completando o pódio.

João Roberto na frente no duelo com Diego Ferrari
A prova teve como ponto alto também a disputa da categoria Força Livre/Nacional, reunindo o maior número de motos na pista, onde na primeira bateria, após uma boa arrancada, Mateus Chagas # 40, de Santa Luzia assumiu a ponta da fila e andando num ritmo bastante forte, perdeu o equilíbrio no salto, sofrendo uma queda e rompendo os ligamentos do joelho e tendo de abandonar a corrida. João Roberto # 39 (Chagas Madeiras/Farmácia Brasil/DR-AM), assumiu a ponta, travando duelo forte com Diego Ferrari # 961 (Decar Auto Peças/Kinutri), de Espigão do Oeste. Depois de muito pressionar, Ferrari passa a frente para vencer a primeira bateria.

João Roberto se deu bem na categoria Nacional

João Roberto se deu bem na categoria Nacional

Já na segunda bateria da categoria, Diego Ferrari erra na saída, cai e tem de fazer uma prova de recuperação. Ao contrario, João Roberto Chagas assume a ponta e se mantém até o fim pra faturar o primeiro lugar da prova, com Diego Ferrari em segundo, Jackson Bernardino # 22 (Coyotes Motos/Vol Diesel), de Vilhena em terceiro, Walcenir ‘Leitão’ Montes # 102 (Retifica Retirama/Cometa Motonorte), de Rolim de Moura em quarto e Victor Carlos # 4 (Megabom Sorvetes), de Cacoal completado o pódio.

Elias Marinho venceu a categoria MX3
Disputando junto com a categoria MX2, os pilotos da MX3, acima dos 35 anos, fizeram uma pontuação a parte, com Elias Marinho # 959 (Champion Motos), de Porto Velho levando a melhor e garantindo o ponto mais alto do pódio. Jean Carlos # 81 (Galegos Motos/Mastter Moto), também de Porto Velho garantiu a segunda colocação, com Nidval Amaral em terceiro, Pauzanes Carvalho em quatro e Itamar Fernandes # 77 (Multimacas) na quinta posição.

Marinho foi o destaque na categoria MX3 em São Miguel

Marinho foi o destaque na categoria MX3 em São Miguel

Vitória deu liderança a Marco Túlio
Fechando o evento, o público presente na pista da Lagoa Azul pode presenciar os pegas da categoria MX2, na disputa emocionante envolvendo os principais pilotos de Motocross de Rondônia,  Marco Túlio # 1 (Rondomotos/Banco BMG/Veic-Post), tricampeão Estadual, Hugo Amaral # 57 (Matter Moto), de Porto Velho, até então líder da categoria na temporada, e Cesar Zamboni # 981 (Mastter Moto/Prefeitura de Juina), nesta temporada correndo por Rondônia, além do veterano Alberto ‘Brizola’ Maschio # 103 (Ciclo Cairu/Posto Tarumã/Giba Racing) e dos pequenos Diego Henning e Gabriel Caiam, protagonizam uma disputa forte, apesar de Hugo correr com a clavícula quebrada e Zamboni com luxação no braço.

Largada da categoria mx2 em São Miguel

Largada da categoria mx2 em São Miguel

Com seus principais concorrentes disputando á prova no sacrifício, em ambas as baterias, o piloto da cidade de Ariquemes fez uma corrida tranquila, apenas administrando a corrida e garantindo uma vitória com ampla vantagem para o segundo colocado. Com a vitória conquistada na etapa de São Miguel, Marco Túlio  chegou a liderança na briga direta pelo título da temporada, com um ponto á frente de Hugo Amaral e Cesar Zamboni, segundo e terceiro colocados respectivamente na somatória geral de pontos da categoria MX2, a mais forte do motociclismo de Rondônia. Também nesta categoria, o fato lamentável foi a queda sofrida por Diego Henning, que acabou fissurando o osso do braço e por recomendação médica deve ficar longe das pistas por um período de 30 dias.

Para o presidente da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, Reinaldo Selhorst, o sucesso de mais esta prova se deve muito a importante parceria e comprometimento da Prefeitura de São Miguel, que não mediu esforços, dando total condição para a realização do evento. Reinaldo destacou ainda o profissionalismo de toda a equipe da federação, que desempenharam bem suas funções, além do público local que compareceu em grande número na pista e aplaudiram a cada manobra dos pilotos.

Reinaldo destacou ainda a parceria que federação contou para mais esta prova, com apoio da Petrobras, Eletrobras, Honda, Senador Acir Gurgacz, Megabom Sorvetes, Ciclo Cairu, Castilhos Estruturas Metálicas, Lind’Agua e Cairu Transportes.

Resultado da terceira etapa do Rondoniense de Motocross 2010

Categoria 65
1º # 444 – Lucas Belém – Vilhena
2º # 17 – Mateus Zilli – Vilhena
3º # 71 – Mateus Barbosa – Porto Velho
4º # 171-– Leandro da Silva – Buritis
5º # 103 – Guilherme Maschio – Pimenta Bueno

Categoria 85
1º # 191 – Diego Henning – Porto Velho
2º # 99 – Gabriel Caiam – Jarú
3º # 444 – Lucas Belém – Vilhena
4º # 17 – Mateus Zilli – Vilhena
5º # Nino Testoni – Ouro Preto do Oeste

Categoria MX Estreante
1º # 717 – Artur Gabriel – Ouro Peto do Oeste
2º # 43 – Vitor Ferreira – São Miguel do Guaporé
3º # 706 – Hérico Flores – Alta Floresta
4º # 1 – Nidval Amaral – Ji-Paraná
5º # 6 – Pauzanes Carvalho – Porto Velho

Categoria Força Livre Nacional
1º # 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia
2º # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste
3º # Jackson Bernardino – Vilhena
4º # 102 – Walcenir Montes
5º # 4 – Victor Carlos – Cacoal

Categoria MX3
1º # 959 – Elias Marinho – Porto Velho
2º # 81 – Jean Carlos – Porto Velho
3º # 10 – Nidval Amaral – Ji-Paraná
4º # Pauzanes de Carvalho – Porto Velho
5º # 77 – Itamar Fernandes – Cacoal

Categoria MX2
1º # 1 – Marco Túlio – Ariquemes
2º # 981 – Cesar Zaboni – Porto Velho
3º # 57 – Hugo Amaral – Porto Velho
4º # Gabriel Caiam – Jarú
5º # 103 – Alberto Maschio – Pimenta Bueno

Confira como foram as etapas anteriores do Rondoniense de Motocross 2010

2ª Etapa – 13 de junho – Buritis
1ª Etapa – 30 de maio – Porto Velho

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly