Castro conquistou o tri no Latino Americano MX1

Por Daniela Burgonovo | Foto por Arquivo | 09 de agosto de 2010 - 17:40

O costa-riquenho Roberto Castro deu um verdadeiro show de pilotagem em mais uma edição do Campeonato Latino Americano de Motocross na categoria MX1. No evento, realizado neste fim de semana, 7 e 8 de agosto, na cidade de Latacunga, no Equador, o atleta patrocinado pela Pro Tork/Rinaldi, confirmou o favoritismo ao se tronar o campeão da edição 2010, e alcançar seu terceiro título consecutivo no campeonato.

Roberto chegou confiante a pista ‘El Coyote’, e no sábado fez o melhor tempo nos treinos classificatórios. No domingo o piloto terminou a primeira bateria em segundo lugar, atrás do venezuelano Raimundo Trasolini, e na segunda bateria conseguiu a vitória após uma bela disputa com o equatoriano Felipe Espinoza, conquistando mais um caneco internacional para seu currículo.

“Foram corridas difíceis, além de enfrentar grandes adversários tive que superar a altitude, mais de 2.800 metros acima do nível do mar. Foi bastante desgastante, ainda sofri com a perda de potência do motor na primeira bateria. Felizmente consegui alcançar meus objetivos. Este resultado é fruto de muito trabalho, agradeço a meus patrocinadores por acreditarem em mim”, destacou Castro.

Castro está correndo o Brasileiro de Motocross 2010

Castro está correndo o Brasileiro de Motocross 2010

O piloto está retornando ao Brasil ainda hoje, e agora volta seu foco ao Campeonato Brasileiro de Motocross, competição na qual ocupa o oitavo lugar na classificação geral da categoria MX1. Castro abandonou as duas últimas etapas após enfrentar problemas com sua motos, e espera agora crescer no campeonato.

Resultado do Latino Americano de Motocross MX1 2010

1°) Roberto Castro / Costa Rica
2°) Felipe Espinoza / Equador
3°) Raimundo Trasolini / Venezuela
4°) Andres Benenaula / Equador
5°) Miguel Cordovez / Equador

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly