Secretaria da FGM foi é assaltada no Brasileiro de VX

09 de agosto de 2010 - 15:35

Por mais tempo se tenha dentro do esporte off-road, normalmente se pensa que já se viu de tudo dentro de uma etapa de um campeonato de motociclismo esportivo. Pois o que aconteceu neste último sábado, 7 de agosto, por ocasião da quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Velocross e também quinta etapa do Gaúcho de Velocross em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, foi aquilo que nunca se imaginava que pudesse ocorrer dentro desse cenário. Um assalto a mão armada !!!

Foi no final da tarde de sábado, quando algumas categorias encerravam sua participação dentro da etapa, pois o cronograma obrigou que a organização fizesse tal antecipação, um delinquente entrou com arma em punho dentro da secretaria da Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM, obrigando Neca Hardt, secretária da FGM que cuida das inscrições e outras tarefas, a entregar a maleta onde estava o valor das inscrições, que haviam sido encerradas momentos antes.

“Foi tudo muito rápido. Ele chegou, apontou a arma e pegou a maleta. Saiu correndo em direção a rua, onde um comparsa o esperava com uma moto ligada a espera para a fuga. Gritamos e até corremos atrás dele, mas foi em vão”, disse Neca, que precisou ser hospitalizada, devido o choque emocional.

Segundo as informações da própria secretária, foram levados mais de 15 mil reais entre dinheiro e cheques, incluindo uma premiação de uma corrida regional anterior que não havia sido pago por motivos de protesto.

Pede-se aos pilotos sustarem os cheques
Diante do ocorrido, a FGM solicita que os pilotos não deixar esses marginais sacarem os valores pagos em cheque, e que ainda podem ser sustados nos bancos. Pede-se aos pilotos, revisarem seus talões e cancelarem o pagamento desse valor ainda nesta segunda feira, e é claro, posteriormente assim que confirmado bloqueio, reembolsar a FGM do valor da inscrição. Somados, os cheques podem chegar a 3 mil reais. Vale apena cada um usar o bom senso e fazer sua parte e colaborar com a FGM nesta situação lastimável.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly