Pista pronta e liberada para o GP Brasil de MX

Foto por Divulgação | 16 de agosto de 2010 - 22:10

A água baixou a poeira e apresentou nesta segunda-feira o traçado do circuito de Motocross de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, que receberá no próximo fim de semana, 21 e 22 de agosto, a etapa brasileira do Mundial de Motocross. Uma vistoria técnica esta tarde deu sinal verde para a largada nas competições.

São 1650 metros de extensão, considerada longa, sendo que a parte central é mais baixa que o contorno, o que possibilita visão total aos espectadores. Em seis pontos os pilotos poderão chegar a 30 metros de distância nos saltos. Três seções de curvas centrais alternam as posições na pista, que contará ao todo com 25 mesas, aclives para saltos.

Com a pista pronta, a cidade de Campo Grande começa a sentir a responsabilidade peso de uma competição de nível internacional. Para o presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Carlos Alberto Assis, o Mundial de Motocross é o maior evento esportivo da história da Capital. “Nunca houve nada igual. É o maior evento que Campo Grande recebeu. Não há mais vagas em hotéis”, garante Assis.

Pista está pronta para receber os melhores do mundo

Pista está pronta para receber os melhores do mundo

O circuito com a pista mais moderna do mundo será uma das credenciais da Capital para receber novos eventos esportivos nacionais e internacionais. Segundo Firmo Henrique Alves, presidente da Federação de Motociclismo de Mato Grosso do Sul, um convite da Confederação Brasileira já foi feito. “Esse é um dos legados desta pista”, comentou Firmo.

Pista aberta após o Mundial
Mesmo com todas as possibilidades que o circuito abre para as competições, sua função como formadora de novos pilotos continua, de acordo com Firmo Alves. Localizado dentro de um terreno da prefeitura, será mantido aberto para que os praticantes do motociclismo continuem usando a pista aos finais de semana.
“Com uma pista considerada como a melhor do mundo a formação de pilotos será muito melhor. Pilotos de outros estados também virão à Campo Grande só para testar aqui. Nada na pista será mudado e ela se manterá aberta”, disse Firmo Alves.

Venda de ingressos
Ainda estão disponíveis cerca de 10 mil ingressos para o Mundial de Motocross em Campo Grande. As entradas estão sendo comercializados em quatro postos  de vendas nas concessionárias Honda, Covel e Caiobá, lojas Bumerang e posto Trokar. Nestes postos de vendas os ingressos custam R$40,00, e pertencem ao último lote das arquibancadas descobertas, sendo que valem para os dois dias de evento. No total foram disponibilizados 35 mil ingressos ao público.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly