Zamboni venceu o Rondoniense de MX em Alta Floresta

Foto por Chico Limeira | 18 de agosto de 2010 - 7:10

Foi uma provas das mais brilhante e que contou com o retorno de diversos pilotos a quarta etapa do Campeonato Rondoniense de Motocross 2010, disputada no último domingo, 15 de agosto, na pista do Parque de Exposições de Alta Floresta do Oeste. O evento  teve como vencedor na categoria MX2 o piloto Cezar Zamboni #981 (Mastter Moto/Prefeitura de Juina), que numa corrida fantástica, venceu o duelo com Marco Túlio (Rondomotos/Banco BMG/Veic-Post) e Hugo Amaral (Mastter Moto), seus concorrentes diretos pelo título da temporada.

Nas demais categorias disputadas, os vencedores foram Lucas Belém #444, de Vilhena (65), Diego Henning #191, de Porto Velho (85), Hérico Flores #706 (Ricardo Flores/Agropecuária Campo Verde), de Alta Floresta e Victor Carlos #4 (MegaBom ), de Cacoal (Força Livre Nacional. A festa foi prestigiada por um público de mais de aproximadamente cinco mil pessoas presentes

Entre os vários pilotos de Motocross que retornaram as disputa na prova do último fim de semana, em Alta Floresta, Evandro Bucioli #27 (Menzelub/Saara Combustíveis/Capacetes MXS), que ainda se recupera de fratura na clavícula, Arnaldo Pereira #122 (Honda Motor Norte/Grupo Cometa), também se recuperando de contusão, Rômulo Scherer #247 (Central Construção/Central Parafusos) e os irmãos Vinicius e Akio Yamada, ausentes neste início de temporada.

Evandro retornou as corridas na etapa de Alta Floresta

Evandro retornou as corridas na etapa de Alta Floresta

Apesar de estar retornando após se recuperar de queda ainda na 1ª etapa, em Porto Velho, Arnaldo Pereira não foi feliz, após começar bem a disputa da MX Estreante, quando brigava pela liderança, acabou atrapalhando por Mailson Evandro, caindo e ficando na última colocação. Na primeira ateria d MX2 Arnaldo vinha bem, mas errou no salto e caiu feio, sendo levando para o hospital com suspeita de fratura.

Contundo, na pista a prova foi uma das mais fortes, em todas as categorias disputadas  com emocionantes e acirrados pegas, principalmente  na Força Livre Nacional e MX2, as mais fortes da modalidade, onde o público presente vibrou com cada manobra e ultrapassagem.

Hérico Flores venceu MX Estreantes em casa
Brindo as disputas, ainda pela manhã deu largada a categoria MX Estreantes, com um total de nove pilotos, Mailson Evandro #81 (Galegos Motos/Mastter Moto), de Porto Velho largou na frente, com Arnaldo Pereira #122. Após algumas voltas, quando Arnaldo tentou forçar, Maison fechou , com os dois caindo embolados. Victor Ferreira #43 (Prefeito Pastório/Lavador do Guigui), também acabou caindo, com isso beneficiando o piloto Hérico Flores #706 (Ricardo Flores/Agropecuária Campo Verde), de Alta Floresta.

Hérico Flores foi o destaque na categoria Estreante

Hérico Flores foi o destaque na categoria Estreante

Hérico abriu vantagem e liderou até a bandeirada final, com Nidval Amaral #10 (Kart Indoor/Rical/Arroz Primavera), de Ji-Paraná completando a prova na segunda colocação. Artur Gabriel #717 (Lojs Graúna/Honda Motos Peças), de Outo Preto do Oeste chegou em terceiro, Pauzanes Carvalho # 6 (Neuro Clínica) em quarto e Mailson Evandro completando o pódio.

Lucas Belém manteve o ritmo forte na 65
Mantendo o seu ritmo bastante forte para a pouca idade, o aguerrido Lucas Belém #444, de Vilhena, mais uma vez fez uma corrida perfeita, largando a ponta a liderando até a bandeirada final. Mateus Zill #17 (Posto Mirim), de Vilhena manteve a segunda posição, enquanto Leandro da Silva #171, da cidade de Buritis garantiu a terceira colocação, com  Igor Vasconcelos #172, também de Buritis em quarto e o estreante Orlando Neto #3, de Ariquemes completando o pódio.

Lucas Belém venceu mais uma na categoria 65

Lucas Belém venceu mais uma na categoria 65

O pequeno Guilherme Maschio #103, de Pimenta Bueno, o “mascote” do motociclismo de Rondônia, de apenas  seis anos, teve problema com sua moto e não conseguiu completar a prova. Inconformado com, Guilherminho deixou a pista chorando, mas sob forte aplausos do público.

Caian teve problemas e Diego passeou na 85
Entre os garotos com alguma experiência a mais, Gabriel Caiam #99 (Rondomotos/Batisti & Batisi/Posto Fera), de Já teve problema com sua máquina logo na largada e não conseguiu largar bem e com o aquecimento do motor o problema foi agravando, obrigando Caian a fazer várias paradas no pit-stop. Sem Gabriel para pressionar e com Eduardo Alecrim #7, ainda fora das pistas se recuperando de contusão no braço.

Diego tem talento e venceu mais uma no Rondoniense

Diego tem talento e venceu mais uma no Rondoniense

Diego Henning #191 (Master Moto/Casa do Construtor/Dex Informática/Saga), de Porto Velho, manteve a escrita, liderando de ponta a ponta. Lucas Belém completou na segundo posição, com Mateus Zilli em terceiro, Igor Mateus e quarto e Leandro da Silva na quinta posição. Gabriel Caiam completou a prova, mas na última posição.

Vitim leva a melhor sobre o líder João Chagas
Na categoria com o maior número de motos na pista, a Força Livre Nacional foi marcada por grandes duelos. Já na primeira bateria, Diego Ferrari #961 (Decar Auto Peças/Kinutri), de Espigão do Oeste começou bem, mas acabou prejudicando por retardatário, caindo e perdendo várias posições. João Roberto Chagas #39 (Chagas Madeiras/Farmácia Brasil/DR-AM), de Santa Luzia, líder da categoria, ganhou a ponta e se manteve até o final. Victor Carlos # 4 (MegaBom), de Cacoal, não largou bem, mas fez uma corrida de recuperação e terminou na segunda colocação.

Disputa foi intensa na categoria Nacional Força Livre

Disputa foi intensa na categoria Nacional Força Livre

Na segunda bateria, Vitim largou bem e se manteve a frente, resistindo a pressão do líder João Roberto  até o final d prova. Com a ordem da chegada, Vitim garantiu o ponto mais alto do pódio, com João Chagas em segundo, mas mantendo a liderança do campeonato. Talles Rodrigues #63 (Rondomotos), de Ariquemes, que travou duelo acirrado Rodrigo Mezzomo #89 (Marcel Móveis), terminou em quarto, com Jackson Bernardino #22 (Coyotes Motos/Vol Diesel), de Vilhena na quinta posição.

Zamboni acelera forte e assume liderança da MX2
Reunindo as categorias MX2 e MX3 respectivamente, a disputa dos pilotos top do motociclismo de Rondônia foi também a de maiores emoções, que literalmente levantou o público das arquibancadas. Já nos treinos, Marco Túlio # 1, Hugo Amaral # 57 e Cezar Zamboni deram uma amostro do que vinha pela frente, com os treinos pilotos baixando suas marcas a cada volta.

Pega entre Cezar Zamboni e Marco Túlio

Pega entre Cezar Zamboni e Marco Túlio

Zamboni cravou a melhor marca com Túlio em segundo e Amaral, ainda com a clavícula fraturada, com o terceiro melhor tempo. Na corrida propriamente dita, a as posições se mantiveram, retratando ainda a posição dos pilotos na briga pelo título da temporada.

Em ambas as baterias, Marco Túlio largou na ponta da fila com Hugo Amaral em segundo e Cezar Zamboni na cola. Mesmo ainda sentindo o ombro, Hugo forçou e passou a frente de Marco Túlio, mas errou o traçado num dos salto, indo parar na cerca. Na queda o piloto perder duas posições. Zamboni aumenta o ritmo, colando em Marco Túlio e na entrada da curva acelera forte para assumir a ponta e garantir a primeira posição. A segundo bateria, praticamente repetiu as ações da primeira, com os três pilotos mantendo as mesmas posições.

Pódio da categoria MX2 em Alta Floresta

Pódio da categoria MX2 em Alta Floresta

Restando ainda quatro etapas para completar a temporada 2010, com a vitória nas duas baterias, Cezar Zamboni garantiu também a liderança do campeonato, agora com 183 pontos, seguido de Marco Túlio com 178 e Hugo Amaral em terceiro com 173 pontos. Zamboni agradeceu o apoio do público de Alta Floresta, que o incentivou a cada volta, assim como a Mastter Moto, seu patrocinador por traze-lo de Juina-MT para competir em Rondônia. O piloto enalteceu também as estruturas e profissionalismo da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, assim como o nível do campeonato rondoniense.

De acordo com o presidente da FMR, Reinaldo Selhorst, a etapa de Alta Floresta foi uma das mais fortes e provou que a temporada ainda terá grandes emoções. A briga acirrada pela liderança nas principais categorias, assim como o desempenho de jovens pilotos como Diego Henning, Gabriel Caiam, Lucas Belém, que garantem que o futuro do motociclismo de Rondônia está assegurado.

Além das grandes atuações do agora líder da MX2 Cezar Zamboni, de apenas 16 anos, e do próprio Hugo Amaral de 19 anos, que fazem disputa de alto nível com o tricampeão Marco Túlio. Selhorst agradeceu a participação caloroso do público de Alta Floresta e o empenho do  prefeito Daniel Deina (PTN) e mais este evento de sucesso absoluto.

Nesta etapa do Rondoniense de Motocross 2010, a Federação contou com a parceria da Prefeitura de Alta Floresta, apoio do Ministério dos Esportes, Petrobras, Eletrobrás, Honda do Brasil, senador Acir Gurgacz, MegaBom, Lid’Agua, Cairu Transportes, Castilhos Estruturas Metálicas, Menzelub e Ciclo Cairu.

Resultados da quarta etapa do Rondoniense de Motocross 2010

Categoria 65
1º # 444 – Lucas Belém – Vilhena
2º # 17 – Mateus Zilli – Vilhena
3º # 171 – Leandro da Silva – Buritis
4º # 172 – Igor Vasconcelos – Buritis
5º # 3 – Orlando Neto – Ariquemes

Categoria 85
1º # 191 – Diego Henning – Porto Velho
2º # 444 – Lucas Belém – Vilhena
3º # 17 – Mateus Zilli – Vilhena
4º # 172 – Igor Mateus – Buritis
5º # 171 – Leandro Ribeiro – Buritis

Categoria MX Estreantes
1º # 706 – Hérico Flores – Alta Floresta
2º # 10 – Nidval Amaral – Ji-Paraná
3º # 717 – Artur  Gabriel – Ouro Peto do Oeste
4º # 6 – Pauzanes Carvalho – Porto Velho
5º # 81 – Mailson Evandro – Porto Velho

Categoria Força Livre Nacional
1º # 4 – Victor Carlos – Cacoal
2° # 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia
3º # 63 – Talles Rodrigues – Ariquemes
4º # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste
5º # 22 – Jackson Bernardino – Vilhena

Categoria MX3
1º # 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura
2º # 81 – Jean Carlos – Porto Velho
3º # 10 – Nidval Amaral – Ji-Paraná
4º # 77 – Itamar Fernandes – Cacoal
5º # 6 – Pauzanes de Carvalho – Porto Velho

Categoria MX2
1º # 981 – Cezar Zamboni – Porto Velho
2º # 1 – Marco Túlio – Ariquemes
3º # 57 – Hugo Amaral – Porto Velho
4º # 191 – Diego Henning – Porto Velho
5º # 723 – Aparício Paixão – Porto Velho

Confira como foram as etapas anteriores do Rondoniense de MX 2010

3ª Etapa – 25 de julho – São Miguel
2ª Etapa – 13 de junho – Buritis
1ª Etapa – 30 de maio – Porto Velho

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly