Duas vezes Swian na Superliga de MX em Monte Alto

Foto por Maurício Arruda | 29 de agosto de 2010 - 20:10

A quinta etapa da Superliga Brasil de Motocross foi realizada neste domingo, 29 de agosto, em Monte Alto, no interior de São Paulo, e com a aproximação do fim do campeonato, os líderes de cada categoria aproveitaram para garantir pontos importantes na disputa.

Com duas vitórias, Swian Zanoni é líder das categorias MX1 e MX2. Na MXJR o paranaense Endrews Armstrong segue na liderança, e na MX3 o também paranaense Davis Guimarães é o primeiro. Na 65, a vitória foi para Djalminha Brito e na CRF 230 quem venceu foi o vice-líder Ismael Rojas.

Swian está sendo o grande nome da Superliga de MX

Swian está sendo o grande nome da Superliga de MX

Confira o que rolou nas provas em Monte Alto

Categoria MX1
Leandro Silva largou na frente na bateria que valia o primeiro lugar da categoria no campeonato. O piloto de Curitiba liderou a prova até a 22ª volta quando foi ultrapassado por Swian Zanoni, que largou mal em sexto lugar. Nas últimas voltas, Leandro ainda foi ultrapassado pelo costa-riquenho Roberto Castro. Com o resultado, Swian Zanoni garantiu a liderança da MX1. “Eu larguei cansado, por causa da bateria da MX2 que foi muito desgastante. Mas agora é seguir com foco para as próximas etapas,” conclui o piloto.

Largada da categoria MX1 em Monte Alto

Largada da categoria MX1 em Monte Alto

O costa-riquenho Roberto Castro chegou em segundo na MX1

O costa-riquenho Roberto Castro chegou em segundo na MX1

Categoria MXJR
Atual líder da categoria, Endrews Armstrong largou bem e disputou a liderança com Leonardo Lizzot. “Consegui uma ótima largada. Quando alcancei o primeiro lugar minha preocupação foi não deixar o Lizzot chegar para garantir a vitória,” disse Endrews. Enquanto isso, o vice-líder do campeonato Anderson Amaral caiu ainda na primeira volta e teve que fazer uma corrida de recuperação. No final da bateria, melhor para Armstrong que subiu ao lugar mais alto do pódio, seguido por Amaral em segundo e Lizzot em terceiro. Kaio Miranda foi o quarto e Gustavo Pessoa, o quinto.

Endrews venceu e manteve a liderança na MXJR

Endrews venceu e manteve a liderança na MXJR

Categoria CRF 230
O piloto de Monte Alto, Murilo Bertate saiu na frente da categoria CRF230. Ao final da segunda volta, no entanto, o vice-líder do campeonato Ismael Rojas assumiu a primeira colocação, seguido pelo atual líder Nivaldo Viana. Alessandro Thiago foi o terceiro, enquanto Marcelo Souza foi o quarto e Tiago Anna, o quinto. “A minha roda quebrou na metade da prova e eu tive que ir equilibrando a força na corrida. Apesar disso, foi uma ótima prova,” explicou Ismael Rojas, que agora tem cinco pontos a menos que o líder.

Ismael foi o vencedor da categoria CRF 230

Ismael foi o vencedor da categoria CRF 230

Categoria MX2
Roosevelt Assunção largou bem e assumiu a liderança ainda nas primeiras voltas, mas acabou perdendo o primeiro lugar para Swian Zanoni na última volta da corrida. O líder do campeoanato saiu mal e caiu para a décima posição e fez uma prova de recuperação. “Agora é tentar pontuar o necessário na próxima etapa para garantir o campeonato. Estou muito próximo de realizar meu grande sonho, que é essa conquista,” comemou Swian.O vice-líder do campeonato, Marcelo Lima “Ratinho” chegou em terceiro lugar, seguido por Wellignton Garcia e Gustavo Takahashi. Com esse resultado, Zanoni tem 33 pontos a mais do que o “Ratinho”.

Largada da categoria MX2 em Monte Alto

Largada da categoria MX2 em Monte Alto

Categoria 65
O vice-líder do campeonato, Djalma Britto, foi o nome da bateria. Largando em oitavo, o piloto de paulista fez uma corrida de recuperação, chegando à segunda posição ainda no início da corrida. Na 18ª volta, Djalminha ultrapassou Kioman Munoz – atual líder da categoria – para assegurar a vitória na etapa. Daniel Reichhardt surpreendeu, largou bem e garantiu a terceira colocação. Gabriel Soares foi o quarto e Carlinhos Evangelista, o quinto. “Foi uma prova difícil, bem cansativa por causa do calor. Mas no final valeu a pena,” comemorou Djalminha.

Kioman não venceu em Monte Alto mas continua líder na 65

Kioman não venceu em Monte Alto mas continua líder na 65

Categorias MX3/MX4
Na bateria que reunia os pilotos das categorias MX3 e MX4, Cristano Lopes saiu na frente. Ainda na primeira volta, porém, o líder do campeonato Davis Guimarães assumiu a ponta e seguiu assim até o final da corrida, abrindo 16 segundos na frente do segundo colocado, Cristiano Lopes. Walter Tardin seguiu em terceiro até ser ultrapassado na última volta por Richard Berois. Marcio Joanita completou o pódio da categoria. “Eu vim para Monte Alto para ser campeão da etapa,” disse Davis, que agora tem 13 pontos a mais do que o segundo colocado Cristiano Lopes no ranking geral do campeonato.

Cristiano Lopes chegou em segundo na MX3 em Monte Alto

Cristiano Lopes chegou em segundo na MX3 em Monte Alto

Na categoria que teve sua estreia em Monte Alto, a MX4 (que reúne os pilotos acima de 40 anos), Wellington Valadares foi o mais rápido e garantiu o primeiro lugar, seguido de Léo Lopes, Flávio Machado, Júnior Feitosa e Dário Jr.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly