Knight saiu da Grécia mais líder do Mundial de Enduro

Foto por Jonty Edmunds | 31 de agosto de 2010 - 10:40

Após mais de um mês de recesso, o campeonato Mundial de Enduro FIM 2010 voltou neste último fim de semana, dias 28 e 29 de agosto, para a disputa da 11 e 12ª etapas da temporada, com o tradicional GP de Serres, na Grécia, acompanhe como foi…

Primeiro dia

A Categoria Enduro 1 abriu a prova de Serres que é conhecida por suas trilhas com alto grau técnico de dificuldade, além das temperaturas escaldantes da região. E no sábado não foi diferente, com os termômetros chegando a 46 graus. Mas infelizmente para o líder da categoria Enduro 1, a prova foi bem menos desgastante. O francês Antoine Meo da equipe Husqvarna abandonou logo na primeira volta com problemas elétricos em sua moto. Mesmo assim ainda possuía 17 pontos de vantagem sobre Eero Remes da KTM, vencedor deste primeiro dia. O finlandês certamente deve ter lamentado as corridas que se ausentou no início da temporada e que agora fazem falta. O segundo lugar ficou com o espanhol Cristobal Guerrero da Yamaha e o terceiro com o francês Johnny Aubert, companheiro de Remes na equipe oficial KTM.

Guerrero terminou em segundo no primeiro dia na E1

Guerrero terminou em segundo no primeiro dia na E1

Na Categoria Enduro 2, o espanhol Ivan Cervantes da equipe oficial KTM precisa esforçar-se para derrotar o finlandês Mika Ahola da equipe HM Honda, caso queira reverter a situação na tabela do campeonato. E foi o que fez, mas não foi fácil. Neste primeiro dia ele venceu Ahola por apenas 1,25 segundos de vantagem. O terceiro lugar ficou com o francês Pierre Alexandre Renet da KTM, mais de um minuto atrás dos líderes, deixando o finlandês Juha Salminen da BMW em quarto e seu conterrâneo Rodrig Thain da TM em quinto, que voltou ao campeonato neste findi após se recuperar de lesão em etapas anteriores.

Cervantes é um dos grandes do Mundial de Enduro

Cervantes é um dos grandes do Mundial de Enduro

Na categoria Enduro 3, a vitória não foi suficiente para o francês Christophe Nambotin da Gas Gas. Seu principal adversário na disputa pelo título e atual líder da categoria, o britânico David Knight da equipe Farioli KTM finalizou em segundo, apenas 5,11 segundos atrás do francês. Conterrâneo de Nambotin, Sébastien Guillaume da Husqvarna foi o terceiro.

O britânico Knight é o líder do Mundial na E3

O britânico Knight é o líder do Mundial na E3

Na categoria Enduro Júnior, a vitória ficou com o espanhol Lorenzo Santolino da KTM. Na seqüência vieram os frances Jérémy Joly (líder do campeonato) da equipe HM Honda em segundo e Roman Dumontier da Husqvarna em terceiro.

Segundo dia

Neste segundo dia os líderes do campeonato em cada categoria resolveram fazer o destino com as próprias mãos. Na categoria Enduro 1, após o abandono no primeiro dia, o francês Antoine Meo foi inesgotável de energias para buscar a vitória no domingo. Inesgotável mesmo, porque as temperaturas novamente passaram dos 40 graus. No fim das contas, Meo humilhou seu conterrâneo Johnny Aubert da equipe oficial KTM, vencendo com quase 20 segundos de vantagem.

Eero Remes desta vez não conseguiu entrar no ritmo dos franceses, e para piorar, sofreu um ataque de Cristobal Guerrero, que lhe tomou o último degrau do pódio por apenas 69 centésimos de segundos. O destaque também ficou por conta do italiano Maurizio Micheluz da TM, que abandonou a prova após levar uma pedrada no nariz. No campeonato, Meo lidera com 22 pontos de vantagem sobre Meo. Aubert é o terceiro, Matti Seistola o quarto e Cristobal Guerrero fecha os cinco primeiros.

Remes encarou fortes disputas no segundo dia na E1

Remes encarou fortes disputas no segundo dia na E1

Na categoria Enduro 2, a corrida não terminou bem para Ivan Cervantes, que até então nunca havia perdido em solo grego. Assim como seu companheiro de equipe, o italiano Thomas Oldrati, o espanhol sofreu uma penalização de três minutos quando liderava a corrida. Privados da pressão de seus adversários diretos na briga pela vitória, os finlandeses fizeram dobradinha, com Ahola em primeiro e Salminen em segundo. Ahola aliás deu um passo decisivo rumo ao título.

Pierre Alexandre Renet finalizou na terceira posição. Rodrig Thain foi outro que se viu forçado a abandonar a corrida após quebrar o amortecedor de sua moto. Correm boatos de que a equipe HM Honda quer contratá-lo para ser companheiro de Ahola na próxima temporada. No campeonato, Ahola abriu 30 pontos de vantagem sobre Cervantes. Pierre Alexandre Renet é o terceiro, Thomas Oldrati o quarto, e o sueco Joakim Ljunggren fecha os cinco primeiros.

Etapa da Grécia passou por lindas paisagens

Etapa da Grécia passou por lindas paisagens

Na categoria Enduro 3, David Knight fez valer sua condição de líder da categoria e venceu, com Sébastien Guillaume em segundo e o polonês Bartosz Oblucki da Husqvarna em terceiro. Christophe Nambotin abandonou após quebrar a barra da suspensão de sua moto. No campeonato, Knight possui impressionantes 52 pontos de vantagem sobre Nambotin. Simone Albergoni é o terceiro, Sébastien Guillaume o quarto e Marcus Kehr fecha os cinco primeiros.

Na categoria Enduro Júnior, o vencedor do sábado, Lorenzo Santolino, cometeu erros, caiu várias vezes, danificou o guidão de sua moto e teve que se contentar com a terceira posição. Mesmo com a tranqüilidade de ser líder do campeonato com larga vantagem, Jérémy Joly também perdeu a concentração e pontos, finalizando apenas em sexto lugar.

Quem surpreendentemente tirou proveito para se beneficiar disso foi o australiano Josh Green da TM, que ficou muito feliz com a primeira vitória de sua carreira no mundial de enduro. Outra surpresa foi o finlandês Antti Hellsten da KTM, que finalizou em segundo.

No campeonato, Joly lidera com 21 pontos de vantagem sobre Santolino. Victor Guerrero da Yamaha é o terceiro, Romain Dumontier da Husqvarna o quarto, e Mario Roman da KTM fecha os cinco primeiros.

Resultado categoria Enduro 1 – Primeiro dia
1) Eero Remes
2) Cristobal Guerrero
3) Johnny Aubert
4) Matti Seistola
5) Nicolas Deparrois

Resultado categoria Enduro 1 – Segundo dia
1) Antoine Meo
2) Johnny Aubert
3) Eero Remes
4, Cristobal Guerrero
5) Mastti Seistola

Classificação categoria Enduro 1 após doze etapas
1) Antoine Meo – 253 pontos
2) Eero Remes – 231
3) Johnny Aubert – 220
4) Matti Seistola – 184
5) Cristobal Guerrero – 183 pontos

Resultado categoria Enduro 2 – Primeiro dia
1) Ivan Cervantes
2) Mika Ahola
3) Pierre Alexandre Renet
4) Juha Salminen
5) Rodrig Thain

Resultado categoria Enduro 2 – Segundo dia
1) Mika Ahola
2) Juha Salminen
3) Pierre Alexandre Renet
4) Joakim Ljunggren
5) Oscar Balletti

Classificação categoria Enduro 2 após doze etapas
1) Mika Ahola – 288 pontos
2) Ivan Cervantes – 258
3) Pierre Alexandre Renet – 209
4) Thomas Oldrati – 207
5) Joakim Ljunggren – 174 pontos

Resultado categoria Enduro 3 – Primeiro dia
1) Christophe Nambotin
2) David Knight
3) Sébastien Guillaume
4) Aaron Bernardez
5) Bartosz Oblucki

Resultado categoria Enduro 3 – Segundo dia
1) David Knight
2) Sébastien Guillaume
3) Bartosz Oblucki
4) Marcus Kehr
5) Oriol Mena

Classificação categoria Enduro 3 após doze etapas
1) David Knight – 281 pontos
2) Christophe Nambotin – 229
3) Simone Albergoni – 228
4) Sébastien Guillaume – 218
5) Marcus Kehr – 183 pontos

Resultado categoria Enduro Júnior – Primeiro dia
1) Lorenzo Santolino
2) Jérémy Joly
3) Romain Dumontier
4) Victor Guerrero
5) Josh Green

Resultado categoria Enduro Júnior – Segundo dia
1) Josh Green
2) Antti Hellsten
3) Lorenzo Santolino
4) Benoit Fortunato
5) Victor Guerrero

Classificação categoria Enduro Júnior após doze etapas
1) Jérémy Joly – 260 pontos
2) Lorenzo Santolino – 239
3) Victor Guerrero – 197
4) Romain Dumontier – 182
5) Mario Roman – 157 pontos

Confira como foram as etapas anteriores do Mundial de Enduro FIM 2010

9ª/10ª Etapas – 19 e 20 de junho – Eslováquia
7ª/8ª Etapas – 12 e 13 de junho – Polônia
5ª/6ª Etapas – 22 e 23 de maio – Itália

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly