Canard é o grande campeão do AMA Motocross 250

Por Renato Dalzochio Jr. | Foto por GuyB | Fotos por GuyB | 12 de setembro de 2010 - 22:28

Neste sábado aconteceu a última etapa do AMA Motocross 2010. Substituindo a cancelada etapa de Glen Helen, o circuito de Pala Raceway, em San Diego, no sul da Califórnia, foi o palco da décima segunda etapa. Com o título já decidido a favor do piloto Ryan Dungey na principal categoria do campeonato, a 450, faltava definir o campeão da categoria 250, onde a disputa estava entre o americano Trey Canard e o francês Christophe Pourcel, e ainda com chances matemáticas, o sul-africano Tyla Rattray.

Confira  agora como foi a disputa deste sábado, 11 de setembro, em Pala Raceway…

Categoria 450
Ryan Dungey da equipe oficial Rockstar/Makita/Suzuki encerrou com chave de ouro sua incrível temporada 2010 nos campeonatos da AMA. Venceu o Supercross antecipadamente na categoria principal, repetiu o feito no Motocross, e na estreia do circuito de Pala no campeonato, cravou novamente a vitória nas duas baterias, faturando mais um overall, o décimo na temporada 2010.

Impossível não admirar a melhor performance de um estreante na principal categoria na história do AMA Supercross e Motocross, superando inclusive o Rei do Supercross, Jeremy Mcgrath. Mas faltava decidir o vice-campeonato, onde a disputava estava entre Andrew Short da equipe oficial Red Bull/Honda e o australiano Brett Metcafe da equipe Geico Powersports/Honda. No overall, Short subiu no pódio em segundo e Mettcalfe em terceiro, ambos com resultados opostos (3º/2º para Short e 2º/3º para Metcalfe).

No momento Ryan Dungey é o cara no AMA Motocross

No momento Ryan Dungey é o cara no AMA Motocross

Mas na soma dos pontos, o australiano ainda levou a melhor por cinco pontos de vantagem. Voltando ao overall, o neozelandês Ben Townley da equipe Troy Lee Designs/Lucas Oil/Honda finalizou em quarto e Ryan Sipes da equipe MotoConcepts/Yamaha completou os cinco primeiros. Voltando a classificação do campeonato, Townley finalizou em quarto e Mike Alessi da equipe oficial KTM fechou os cinco primeiros.

Categoria 250
O tão aguardado momento de decidir o título entre Trey Canard da equipe Geico Powersports/Honda e o francês Christophe Pourcel da equipe Monster/Pro Circuit/Kawasaki havia chegado. E na primeira bateria aconteceu a batalha que todos queriam ver. Na largada, Dean Wilson e o sul-africano Tyla Rattray, ambos companheiros de equipe de Pourcel, largaram respectivamente na primeira e na segunda posição.

Em Pala Canard conquistou seu primeiro título do AMA Motocross

Em Pala Canard conquistou seu primeiro título do AMA Motocross

Mas a corrida que todos queriam ver estava surgindo um pouco mais atrás. Pourcel e Canard disputavam cada metro da pista, lutando pela terceira posição. Na metade da corrida, Canard ultrapassou Pourcel por dentro e em seguida caiu. Graças a isso, Pourcel tinha o campeonato praticamente nas mãos, bastava completar a bateria em terceiro e cumprir tabela na segunda bateria para confirmar o título. Mas faltando menos de dez minutos para o final da corrida, foi à vez de Pourcel sofrer um tombo.

Ao cair, ele se sentou na pista e levou a mão ao ombro, que acabou deslocado na queda. Em seguida o francês abandonou a bateria. Dean Wilson venceu, com Rattray em segundo, Cole Seely da equipe Troy Lee Designs/Lucas Oil/Honda em terceiro e Canard em quarto.

Na segunda bateria Pourcel nem alinhou no gate por causa do ombro lesionado (provavelmente também irá desfalcar a equipe francesa no Motocross das Nações). Canard por sua vez terminaria esta bateria em terceiro, o suficiente para se sagrar o campeão do AMA Motocross 2010 na categoria 250. Wilson e Rattray repetiram o primeiro e o segundo lugar da primeira bateria.

Canard comemorou com sua equipe o título de campeão no MX

Canard comemorou com sua equipe o título de campeão no MX

Os jovens companheiros de equipe de Canard, Elic Tomac e Justin Barcia, foram respectivamente o quarto e o quinto colocado. No overall, as cinco primeiras posições da segunda bateria se repetiram. No campeonato, Canard merecidamente levou o título, já que venceu cinco etapas, contra duas de Chris e Tyla, e com isto abriu 28 pontos de vantagem sobre Rattray, que graças ao revés de Pourcel, superou o francês por três pontos e ficou com o vice-campeonato. Wilson finalizou em quarto e Barcia fechou os cinco primeiros.

Categoria WMX
Outro campeonato que foi decidido em sua última etapa em Pala foi o Womens Motocross – WMX, onde a disputa pelo título estava entre Jessica Patterson da Yamaha, líder do campeonato, e a atual campeã Ashley Fiolek da Honda, que estava na vice-liderança. Fiolek faturou o overall e Patterson finalizou em segundo, ambas com o resultado oposto uma da outra (2º/1º para Fiolek e 1º/2º para Patterson).

Depois de duas temporadas Jessica recuperou o número 1 no WMX

Depois de duas temporadas Jessica recuperou o número 1 no WMX

Mas na classificação final do campeonato, Patterson ainda levou o título com 22 pontos de folga sobre Fiolek. Voltando ao overall, Vicki Golden da Yamaha completou o pódio (3ª/6ª), Tarah Gieger da Honda foi a quarta (7ª/3ª) e a brasileira Mariana Balbi, que compete de Yamaha, completou as cinco primeiras ao finalizar nesta mesma posição nas duas baterias. Voltando ao campeonato, Tarah Gieger finalizou em terceira, Vicki Golden em quarta e Mariana Balbi fechou as cinco primeiras.

Resultado da décima segunda etapa do AMA MX na categoria 450
1. Ryan Dungey 1-1 (Suzuki)
2. Andrew Short 3-2 (Honda)
3. Brett Metcalfe 2-3 (Honda)
4. Ben Townley 6-4 (Honda)
5. Ryan Sipes 4-6 (Yamaha)
6. Kyle Chisholm 9-5 (Yamaha)
7. Kevin Windham 7-8 (Honda)
8. Justin Brayton 12-7 (Yamaha)
9. Kyle Regal 5-14 (Honda)
10. Nick Wey 11-9 (Kawasaki)
11. Dan Reardon 16-10 (Yamaha)
12. Ben Evans 15-12 (Kawasaki)
13. Michael Byrne 14-13 (Yamaha)
14. Mike Alessi 8-21 (KTM)
15. Matt Goerke 10-40 (Yamaha)
16. Weston Peickk 23-11 (Yamaha)
17. Derek Anderson 18-15 (Kawasaki)
18. Robert Kiniry 13-36 (Honda)
19. Ben LaMay 19-17 (Yamaha)
20. Jarred Browne 39-16 (Kawasaki)
21. Bryce Valee 17-20 (Yamaha)
22. Nick Paluzzi 21-18 (Yamaha)
23. Sean Borkenhagen 21-19 (Kawasaki)
24. Bruce Rutherford 24-25 (Kawasaki)
25. Tony Gallo 29-22 (Honda)
26. Colton Udall 27-27 (Honda)
27. Michael Sleeter 33-24 (KTM)
28. Aron Harvey 28-29 (Yamaha)
29. Ricky Renner 35-23 (KTM)
30. Dillon Huddleston 30-28 (Kawasaki)
31. Joey Rossie 26-34 (Kawasaki)
32. Adam Chatfield 22-39 (Kawasaki)
33. Heath Harrison 25-37 (Kawasaki)
34. Keith Knight 31-32 (Yamaha)
35. Dustin Pipes 38-26 (Suzuki)
36. Spencer Dally 34-30 (Suzuki)
37. Joey Olson 32-33 (Yamaha)
38. Alexander Millican 36-31 (Yamaha)
39. Tye Hames 37-35 (Kawasaki)
40. Nick Schmidt 40-39 (Kawasaki)

Classificação da categoria 450 após doze etapas
1. Ryan Dungey – 543 pontos (10 vitórias)
2. Brett Metcalfe – 398
3. Andrew Short – 393
4. Ben Townley – 324
5. Mike Alessi – 314
6. Kyle Chisholm – 266
7. Josh Grant – 260
8. Ryan Sipes – 244
9. Kyle Regal – 224
10. Nick Wey – 223
11. Chad Reed – 204 (1 vitória)
12. Justin Brayton – 200
13. Tommy Hahn – 193
14. Kevin Windham – 180 (1 vitória)
15. Dan Reardon – 150
16. Kyle Cunningham – 132
17. Matt Goerke – 119
18. Michael Byrne – 77
19. Ben Evans – 76
20. Davi Millsaps – 76 pontos

Resultado da décima segunda etapa do AMA MX na categoria 250
1. Dean Wilson 1-1 (Kawasaki)
2. Tyla Rattray 2-2 (Kawasaki)
3. Trey Canard 4-3 (Honda)
4. Eli Tomac 8-4 (Honda)
5. Justin Barcia 6-5 (Honda)
6. Cole Seely 3-12 (Honda)
7. Wil Hahn 7-7 (Honda)
8. Broc Tickle 5-9 (Yamaha)
9. Martin Davalos 14-6 (Yamaha)
10. Les Smith 13-11 (Honda)
11. Phil Nicoletti 11-13 (KTM)
12. Austin Howell 10-14 (Suzuki)
13. Tommy Weeck 9-18 (Suzuki)
14. Gareth Swanepoel 38-8 (Yamaha)
15. Topher Ingalls 15-15 (Yamaha)
16. Darryn Durham 34-10 (Honda)
17. Taylor Futrell 16-17 (Honda)
18. Nico Izzi 12-39 (Yamaha)
19. Tevin Tapia 19-18 (KTM)
20. Shane Durham 17-19 (Honda)
21. Drew Yenerich 18-20 (Yamaha)
22. Christopher Johnson 20-25 (Suzuki)
23. Travis Friestat 23-23 (KTM)
24. Yula Ikegaya 27-26 (Suzuki)
25. Robert Noltz 21-32 (Yamaha)
26. Corey Pennington 30-24 (Kawasaki)
27. Preston Mull 25-30 (Honda)
28. Chad Gores 24-31 (Honda)
29. Dakota Tedder 35-21 (Kawasaki)
30. Dillon Alexander 29-28 (Honda)
31. Frank Lettieri 22-35 (Suzuki)
32. Ryan Zimmer 37-22 (KTM)
33. Josh Greco 33-27 (Suzuki)
34. Caleb Bertrand 26-34 (Honda)
35. Erick Meusling 28-33 (Honda)
36. Bryar Perry 36-29 (Yamaha)
37. Christophe Pourcel 31-37 (Kawasaki)
38. Blake Wharton 32-38 (Honda)
39. Jake Canada 39-36 (Kawasaki)
40. Josh LaJiness 40-40 (Yamaha)

Classificação da categoria 250 após doze etapas
1. Trey Canard – 474 pontos (5 vitórias)
2. Tyla Rattray – 446  (2 vitórias)
3. Christophe Pourcel – 443 (2 vitórias)
4. Dean Wilson – 437 (2 vitórias)
5. Justin Barcia – 348
6. Eli Tomac – 327 (1 vitória)
7. Broc Tickle – 287
8. Blake Wharton – 285
9. Martin Davalos – 251
10. Wil Hahn – 213
11. Jake Weimer – 195
12. Cole Seely – 160
13. Darryn Durham – 137
14. Tommy Searle – 116
15. Nico Izzi – 114
16. Les Smith – 94
17. Vince Friese – 90
18. Alex Martin – 90
19. Matt Lemoine – 76
20. Max Anstie – 72 pontos

Resultado da oitava etapa do AMA MX na categoria WMX
1. Ashley Fiolek 2-1 (Honda)
2. Jessica Patterson 1-2 (Yamaha)
3. Vicki Golden 3-6 (Yamaha)
4. Tarah Gieger 7-3 (Honda)
5. Mariana Balbi 5-5 (Yamaha)
6. Alexa Pearson 9-4 (Yamaha)
7. Sherri Cruse 8-7 (Suzuki)
8. Tatum Sik 6-9 (Yamaha)
9. Sarah Whitmore 11-8 (KTM)
10. Jacqueline Strong 10-14 (Yamaha)
11. Sara Price 4-22 (Kawasaki)
12. Kasie Creson 15-10 (Honda)
13. Erica Cook 14-13 (Yamaha)
14. Penni Cyrus 12-16 (Kawasaki)
15. Kacy Martinez 17-12 (KTM)
16. Elizabeth Bash 13-18 (Honda)
17. Sayaka Kaneshiro 28-11 (Suzuki)
18. Julie Anne Parizek 18-15 (Kawasaki)
19. Lindsey Palmer 16-17 (Honda)
20. Jackie Ives 27-19 (Yamaha)
21. Hailey Larson 19-26 (Yamaha)
22. Ashley Boham 22-20 (Kawasaki)
23. Nicole Madsen 20-28 (Yamaha)
24. Courtney springer 21-21 (Kawasaki)
25. Tressa Rau 23-23 (Honda)
26. Christina Reed24-24 (Yamaha)
27. Stephanie Cancilla 25-25 (KTM)
28. Heather Lockwood 26-27 (Honda)
29. Laurent Volentir 29-29 (Kawasaki)

Classificação do WMX Motocross após oito etapas
1. Jessica Patterson – 382 pontos (6 vitórias)
2. Ashley Fiolek – 360 (2 vitórias)
3. Tarah Gieger – 295
4. Vicki Golden – 252
5. Mariana Balbi – 239
6. Sara Price – 230
7. Sarah Whitmore – 219
8. Alexa Pearson – 202
9. Tatum Sik – 179
10. Jacqueline Strong – 154
11. Erica Cook – 145
12. Penni Cyrus – 102
13. Lindsey Palmer – 90
14. Elizabeth Bash – 76
15. Sayaka Kaneshiro – 60
16. Nicole Madsen – 59
17. Jackie Ives – 57
18. Sherri Cruse – 55
19. Julie Anne Parizek – 55
20. Linsey Scheltema – 37 pontos

Confira como foram as etapas anteriores do AMA Motocross 2010

11ª Etapa – 4 de setembro – Steel City / Pensilvânia
10ª Etapa – 28 de agosto – Southwick / Massassuchets
9ª Etapa – 14 de agosto – Unadilla / New York
8ª Etapa – 24 de julho – Washougal / Washington
7ª Etapa – 17 de julho – Spring Creek / Minesotta
6ª Etapa – 3 de julho – Red Bud / Michigan
5ª Etapa – 26 de junho – Thunder Valley / Colorado
4ª Etapa – 19 de junho – Budds Creek / Maryland
3ª Etapa – 12 de junho – High Point / Pensilvânia
2º Etapa – 5 de junho – Freestone / Texas
1ª Etapa – 22 de maio – Hangtown / Califórnia

Compartilhe este conteúdo

Comentários

magno disse:

olha eu tambem o mehor a qui em ES falo

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly