Hidroginástica: Uma moda saudável

Foto por Divulgação | 13 de setembro de 2010 - 15:57

Na coluna deste mês iremos abordar uma atividade que é realmente muito recomendada devido a sua eficiência, e pode realmente ser uma grande ferramenta para nós praticantes de Off-Road e Motocross em geral. É que na hidroginástica podemos usá-la como complemento das outras atividades, e principalmente nos dias seguintes de provas, pois ela é ótima para a recuperação do atleta.

A prática da hidroginástica virou moda entre homens e mulheres no Brasil. Cansadas dos desgastantes exercícios das academias, muitas pessoas acharam na hidroginástica a combinação perfeita de condicionamento físico e relaxamento mental associado as outras atividades

Por ser uma atividade física praticada com a água no nível do ombro, o peso do corpo diminui cerca de 90%, eliminando o impacto muscular e das articulações. Por isso, a hidroginástica é uma das únicas atividades indicadas para quem tem pouco ou nenhum condicionamento físico.

Com isto, ela é aconselhada para pessoas de todas as idades e níveis de condicionamento podem praticá-la. Atletas lesionados fazem hidroginástica porque ela fortalece a musculatura, protegendo as articulações. Pela mesma razão, muitos idosos procuram essa atividade para aumentar a força muscular.

A hidroginástica tem levado muitas pessoas as piscinas

A hidroginástica tem levado muitas pessoas as piscinas

A hidroginástica é indicada também para quem tem problemas de coluna e para gestantes, já que previne dores lombares e cervicais, aumenta a circulação nas pernas, facilitando o parto e sua posterior recuperação.

Segundo  médicos ortopedistas  esse exercício físico é comprovadamente benéfico para a pressão sanguínea, melhorando a função cardiovascular, tonificando os músculos, dinamizando a flexibilidade das articulações e diminuindo as gorduras corporais e o stress.

A hidroginástica tem um resultado fisiologicamente ótimo  porque é mais saudável. Apesar de ter um gasto calórico de 260 a 400 kcal por hora, a hidroginástica sozinha não emagrece. A associação de outras  atividades físicas mais dieta alimentar é a fórmula mais certa para o emagrecimento.

Se nas aulas, o aluno perde energia, ele não deve repor tudo o que foi gasto nos exercícios comendo guloseimas. A seleção dos alimentos é fundamental.

Hidroterapia
A Hidroginástica superou os limites do esporte e hoje é um recurso terapêutico para tratar problemas ortopédicos e neurológicos.a Hidroterapia  tem possibilitado a reabilitação de muitas pessoas, e também usado com frequência com atletas.

Acompanhados por fisioterapeutas, os pacientes realizam exercícios específicos em uma piscina de água aquecida e de profundidade móvel. Segundo fisioterapeutas a hidroterapia é diferente da hidroginástica porque não tem o objetivo de performance, o tratamento é individualizado e o objetivo é fazer com que o paciente consiga fazer movimentos que muitas vezes ele não consegue realizar fora da piscina.

Essa foi mais uma dica da MX Personal Assessoria Esportiva. Espero que tenham gostado e com isso utilizem desses alimentos na hora da malhação.

A MX Personal possui os seguintes serviços:
1. Aumento de massa muscular
2. Aumento da capacidade respiratória
3. Reabilitação
4. Emagrecimento
5. Planilhas de treinos online
6. Acompanhamento em pistas
7. Serviços de Personal trainer

Boa sorte a todos os pilotos !!

Vinicius Pernilongo dá assessoria para o piloto Gustavo Takahashi

Vinicius Pernilongo dá assessoria para o piloto Gustavo Takahashi

Para maiores informações : www.mxpersonal.com.br
[email protected] ou (11) 9847-5227

Vinicius ‘Pernilongo’ Radenzev é formado em Educação Física pela Unimep, e é Pós graduado em fisiologia do exercício pela Universidade Federal de São Paulo e possui uma experiência como piloto de Motocross há 22 anos.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly