Swian e Hector venceram no Arenacross em Itu

Foto por Maurício Arruda | 13 de setembro de 2010 - 10:27

A decisão de todas as categorias do Arenacross 2010 ficará para a última etapa, que será realizada em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, no dia 9 de outubro. Na quinta etapa da competição, realizada na noite de sábado, 11 de setembro, em Itu, Swian Zanoni foi o vencedor das duas baterias da categoria Pró. Na Júnior Hector Assunção foi o primeiro colocado e na 85 Anderson Amaral. Já Enzo Lopes venceu a 65 e Guilherme Torres a 50.

Primeira bateria categoria Pró

Swian Zanoni fez uma boa largada e assumiu a primeira colocação, abrindo sete pontos à frente do segundo colocado Wellington Garcia. Piloto local de Itu, Rafael Zenni animou o público terminando em terceiro lugar.  “Fiz uma boa largada o que facilitou a prova, depois foi administrar a vantagem e não deixar o Wellington que vinha rápido me ultrapassar”, explica Swian.

Largada categoria Pró na quinta etapa em Itu

Largada categoria Pró na quinta etapa em Itu

Segunda bateria categoria Pró

Na segunda bateria, Zenni saiu bem, mas foi ultrapassado logo na primeira volta por Swian Zanoni, que liderou até o final e garantiu a segunda vitória na noite. Enquanto isso, Leandro Silva e João Paulino Marronzinho disputaram lado a lado a terceira posição, que ficou com Leandro Silva. “Com essa vitória o título fica mais próximo. Agora é treinar bem e manter o foco até a próxima etapa”, conclui o piloto.

Swian Zanoni está a 1 ponto do titulo do Arenacross 2010

Swian Zanoni está a 1 ponto do titulo do Arenacross 2010

Categoria 85

Líder do campeonato, Anderson Amaral largou bem garantindo a ponta. Endrews Armstrong foi o segundo, seguido de Kaio Miranda. Faltando menos de cinco minutos para a prova, Armstrong caiu e foi ultrapassado por Leonardo Lizott, terminando em terceiro. “O segredo é largar bem. Agora vou treinar para ser campeão ganhando na próxima etapa, sem precisar da matemática”, conclui Amaral, líder com 94 pontos.

O paulista Anderson Amaral venceu na categoria 85

O paulista Anderson Amaral venceu na categoria 85

Categoria Júnior

Em uma largada embolada, Hector Assunção e Rafael Faria disputaram lado a lado a primeira posição, que ficou para Assunção. Ainda na primeira volta, Thales Vilardi se aproveitou de uma escorregada de Faria para assumir o segundo lugar, posição que manteve até o fim da corrida. “No começo estava todo mundo junto, mas eu acelerei mais e consegui me colocar na frente. A partir do meio da prova consegui abrir e administrar a vantagem”, comemorou o piloto que segue na frente na categoria.

Hector Assunção foi quem se deu bem na categoria Júnior

Hector Assunção foi quem se deu bem na categoria Júnior

Categoria 65

Enzo Lopes assumiu a primeira posição ainda na largada, seguido Djalma Brito. No meio da prova, Djalminha caiu e foi para 11ª posição. O piloto goiano ainda se recuperou e subiu no pódio em terceiro lugar. Melhor para o líder do campeonato, Kioman Navarro, que depois de largar mal, herdou a segunda posição. “Foi a minha primeira competição depois que quebrei o braço, mas eu treinei forte e vim para ganhar mesmo”, conta Enzo, que ainda se recupera da fratura, que aconteceu em uma ocorrida nos Estados Unidos.

Pódio da categoria 65 com o gaúcho Enzo Lopes no topo

Pódio da categoria 65 com o gaúcho Enzo Lopes no topo

Categoria 50

Vice-líder do campeonato, Guilherme Torres largou bem, na segunda posição. Ainda no começo da prova, o piloto de Jundiaí assumiu a primeira colocação, seguido do carioca Lucas Erthal, para garantir a vitória. Depois de se recuperar de um queda que o levou para a decima posição, o líder Arthur Todeschini chegou em terceiro. “Fiquei muito feliz com o resultado porque ajuda na classificação. Agora é treinar muito e vencer em São José do Rio Preto para ser campeão”, resume Guilherme.

O jovem Guilherme Torres foi o vencedor da 50 em Itu

O jovem Guilherme Torres foi o vencedor da 50 em Itu

O Arena Cross 2010 tem o patrocínio da Honda e Aymoré Financiamento.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Katia Prieto disse:

O que aconteceu??? direção da prova???!!! como fica a seriedade do evento?? Só que eu contei foram mais de 7 votlas e não houve punição??? Não restam dúvidas as imagens estão clarrissimas!!!!
Poderiam rever isso é o mínimo que esperamos por acreditar que exista regras e regulamento!!!

Sandra Souza disse:

Twitter: enzolopes_2
Verdade tem que ser dita: Swian Zanoni venceu mas não precisava apelar desviando da sessão de costelas pela lateral da pista por diversas voltas, sendo inclusive advertido pela direção da prova. Assim é fácil se distanciar e administrar bem a vantagem… E olha que não foi só ele… tem até vídeo no Youtube mostrando ele e outros pilotos oficiais da Honda desviando das costelas também… abraços.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly