Ariquemes viu Amaral vencer no Rondoniense de MX

Foto por Chico Limeira | 14 de setembro de 2010 - 7:54

A pista do motódromo da Associação dos Pecuaristas de Ariquemes – APA,  foi palco no último domingo, 12 de setembro, de mais uma emocionante prova, com a realização da 6ª etapa do Campeonato Rondoniense de Motocross 2010. Num circuito de 1.100 metros de extensão, considerado de média para alta de velocidades e recheado de obstáculos, com grau de dificuldade de forma a exigir o máximo dos pilotos e suas máquinas.

O porto-velhense Hugo Amaral # 57 (Mastter Moto) garantiu uma vitória brilhante, cruzando a linha de chegada em primeiro nas duas baterias da categoria MX2 e reassumindo a liderança que havia perdido ainda na terceira etapa, quando correu com o ombro fraturado. Na categoria MX Estreantes, a vitória foi de Nidval Amaral # 10 (Kart Indoor/Rical/Arroz Primavera) – de Ji-Paraná.

Os outros vencedores na prova foram Lucas Belém # 444 – de Vilhena (65cc), Diego Henning # 191 – de Porto Velho (85cc), Victor Carlos # 4 – de Cacoal (Força Livre/Nacional) e Jean Carlos # 81 – Porto Velho – na categoria MX3, para pilotos acima dos 35 anos. Um público superior a duas mil pessoas prestigiaram o evento.

Em mais um grande evento do motociclismo rondoniense, preparado pelo grupo Rondomotos em parceria com Prefeitura de Ariquemes e supervisão e realização da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, a 6ª Etapa do Estadual de Motocross foi marcada por grandes disputas, em todas as categorias disputadas.

O fato lamentável da corrida aconteceu ainda no sábado à tarde, 11 de setembro, quando durante os treinos livres, o piloto Cláudio Albuquerque, o “Bateco” # 999, da cidade de Ariquemes, não conseguiu dominar sua nova máquina, ao perder o controle durante a sessão de saltos, caiu feio fraturando os dois braços na altura do pulso, além do fêmur.

Val Amaral venceu na MX Estreantes
As provas começaram na manhã de domingo com a realização de duas baterias, MX Estreantes e 85 cilindradas. Na disputa da MX Estreantes, das motos que largaram, uma não conseguiu completar o percurso, justamente a do líder Hérico Flores # 706, de Alta Floresta, com problemas mecânicos. Apesar de correr com sua moto sem a terceira marcha, Flores largou na ponta, administrava bem a corrida, porem numa curva o motor apagou, terminando a prova para o piloto de Alta Floresta.

Nidval Amaral venceu a categoria MX Estreantes em Ariquemes

Nidval Amaral venceu a categoria MX Estreantes em Ariquemes

Nidval Amaral vinha no seu encalço, assumiu a ponta para garantir a vitória com ampla vantagem para o segundo colocado, Vitor Ferreira # 103, da cidade de São Miguel do  Guaporé. Val que não vencia uma corrida há mais de 10 anos, foi bastante festejado. O denominado “Piloto de Cristo” disse que sua vitória não foi um presente: Tenho me preparado muito nos últimos dias e essa vitória é fruto dos meu esforços”, comentou Val.

Belém está com uma mão no título de bicampeão
A categoria 65cc que já começou a temporada 2010 com um número considerável  de participantes, recebe novos participantes a cada prova, o que de certa forma garante a manutenção da modalidade em Rondônia. Faltando duas etapas para encerrar o campeonato, o piloto Lucas Belém, da cidade de Vilhena está praticamente com o título de bicampeão assegurado. Luquinhas voltou a vencer em Ariquemes, confirmado a sexta vitória consecutiva em seis etapas até aqui disputadas.

Lucas Belém está perto do título do Rondoniense de MX na 65

Lucas Belém está perto do título do Rondoniense de MX na 65

Lucas Belém chegou aos 150 pontos conquistados, abrindo mais de 40 pontos do segundo colocado, Mateus Zilli # 17 (Posto Mirim/MD), também de Vilhena. Na etapa de Ariquemes Lucas venceu com Mateus Zilli em sendo, Mateus Euclides # 71 (EC/Vivitour/Ciclo Cairu), de Porto Velho em terceiro, Igor Vasconcelos # 172(Cabelo Eletro/Auto Elétrica do Indio), de Buritis, quarto colocado e em quinto Leandro Silva # 171 (Carlos da Silva Ribeiro), também de Buritis.

Diego Henning sobrou na pista e venceu mais uma na 85
Com a experiência de quem aos 14 anos já representa bem o Estado de Rondônia no Campeonato Brasileiro de Motocross, Diego Henning # 191 (Mastter Moto/Alfa Casa/Dex Informática), de Porto Velho, fez mais uma excelente exibição na pista de Ariquemes, vencendo a disputa na categoria 85cc com uma ampla vantagem para o segundo colocado, Gabriel Caiam # 99 (Rondo Motos/Batisti & Batisti/Posto Ferra), de Jaru, adversário direto na briga pelo título da temporada.

Diego está dominando o Rondoniense de MX na categoria 85

Diego está dominando o Rondoniense de MX na categoria 85

Com mais essa vitória, a sexta consecutiva no ano, Henning abriu chegou aos 150 pontos e abriu 25 pontos de vantagem sobre Caiam. Na terceira colocação completou a prova o piloto Eduardo Alecrim # 7(Galegos Motos), de Porto Velho. Lucas, Belém ficou com o quarto melhor tempo, enquanto a quinta posição ficou com Vitor Antônio # 6 (Mega Motos).

Vitim venceu a Força Livre Nacional
Não perdendo em emoções para a categoria principal do motociclismo de Rondônia, a categoria Força Livre Nacional envolvendo motos nacionais, foi marcada por duas baterias inteiramente distintas. Na primeira, quatro pilotos se alternaram de posições a cada volta, Talles Rodrigues # 23 (Rondo Motos), João Roberto Chagas # 39 (Chagas Madeiras/Farmácia Brasil/Dr. AM), Victor Carlos “Vitim” # 4 (MegaBom/Ciclo Cairu/House Power) e Diego Ferrari # 961 (Decar Auto Peças/Kinutri) travaram duelo dos mais ferrenho, invertendo por várias vezes as posições, até que nas últimas volta, Talles passou á frente, mantendo-se até a bandeirada final, com João Chagas em segundo, Diego Ferrari em terceiro e Vitim em quarto.

Pilotos da Força Livre Nacional após a chegada

Pilotos da Força Livre Nacional após a chegada

Após cair todos os tombos possíveis na bateria anterior, na segunda bateria Vitim largou bem, deixando Ferrari no chão depois de um choque involuntário, para assumir a ponta e abrir vantagem sobre os demais concorrentes até vencer. Talles errou o traçado e também caiu. No entendo, Ferrari e Talles fizeram uma corrida de recuperação, voltando a figurar nas primeiras posições.

Sentindo o forte calor e o cansaço, João Chagar ainda perdeu posição para Diego Ferrari e na quarta colocação terminou Talles Rodrigues, que correndo em casa recebeu todo o incentivo do público ariquemense. Apesar de embolados na pontuação, Vitim manteve o primeiro lugar do pódio e a liderança do campeonato.

Na festa preparada para Marco Túlio, Hugo Amaral deu show
O ponto alto da prova foi mais uma vez a disputa da categoria MX2 e da MX3, onde o patrocinador Rondo Motos montou toda uma festa para o piloto da casa, Marco Túlio # 1 (Rondomotos/Banco BMG/Alicate Veículo/Post), tricampeão estadual e até então líder da temporada.  Contudo a determinação, performance técnica e o bom condicionamento físico de Hugo Amaral aliados ao fraco rendimentos das motos de seus concorrentes direto ao título, foram determinantes para uma vitória maiúscula do piloto Mastter Motos de Porto Velho, que já nos treinos classificatórios mostrou ao que veio, cravando o melhor tempo e, na vencendo de ponta a ponta as duas baterias, retomando a liderança do campeonato.

Hugo Amaral foi o vencedor da MX2 em Ariquemes

Hugo Amaral foi o vencedor da MX2 em Ariquemes

Na primeira bateria, Hugo Amaral assumiu a ponta logo nos primeiros 100 metros e abriu boa vantagem, com Cesar Zamboni # 981 (Mastter Moto/MCR Prefeitura de Juina) na segunda posição e Marco Túlio em terceiro. A largada teve ainda uma enroscada, ocasionando o tombo dos pilotos Cândido Chagas # 93 (Sicoob/Menzelub/Canapus Motos/Farol), Evandro Bucioli # 27 (Menzelub/Saara Combustível/Capacetes Mixs) e Elias Marinho # 959 (Champion Motos/Ciclo Cairu), que tiveram de fazer uma corrida de recuperação.

Largada das categorias MX2 e MX3 que correram juntas

Largada das categorias MX2 e MX3 que correram juntas

Enquanto Hugo Amaral literalmente  voava, a moto de Cesar que já havia deixado piloto na mão na prova de Machadinho, voltou a apagar, tirando o piloto da corrida e consequentemente da briga pelo título da temporada.  Marco Túlio também problemas, com sua moto não conseguindo responder ao ritmo do adversário.

Jean Carlo foi o vencedor da categoria MX3

Jean Carlo foi o vencedor da categoria MX3

As posições para a largada da segunda bateria se repetiram, com Hugo Amaral largando bem e disparando na frente, com Zamboni na segunda posição e Marco Túlio em terceiro, mas sem em momento algum ameaçar a posição do líder. Hugo venceu, com Cesar Zamboni em segundo, Marco Túlio em terceiro, Cândido Chagas em quarto e Diego Henning em quinto. No pódio, Zamboni que pontuou apenas na segunda bateria, ficou de fora com a sétima colocação. A quinta posição ficou com Rodrigo Mezzomo # 111 (Rondo Motos/Marcel Móveis), de Ariquemes, fazendo sua segunda prova na MX2.

Com a vitória conquistada na sexta Etapa, Hugo chegou aos 268 pontos contra 264 de Marco Túlio. César somou apenas 22 pontos e chegou aos 230 pontos, ficando muito distante da briga pelo título da temporada. Conforme calendário de atividades da FMR, a próxima etapa do Estadual de Motocross, a sétima e penúltima acontecerá nos dias 25 e 26 próximo, na cidade de Jaru. A final do campeonato vai acontecer em outubro, na cidade de Alvorada do Oeste.

Momento do pronunciamento dos organizadores do evento

Momento do pronunciamento dos organizadores do evento

Para a 6ª Etapa do Estadual de Motocross 2010, Federação de Motociclismo de Rondônia contou com a parceria da Prefeitura de Ariquemes e grupo Rondo  Motos e apoio da Honda do Brasil, Ministérios dos Esportes, Petrobras, Eletrobras, Governo de Rondônia, Senador Acir Gurgacz, MegaBom Sorvetes, Ciclo Cairu, Lind’àgua, Castilho Estruturas Metálicas, Menzelub e Cairu Transportes.

Resultados da sexta etapa do Rondoniense de Motocross 2010

Categoria 65
1º # 444 – Lucas Belém – Vilhena
2º # 17 – Mateus Zilli – Vilhena
3º # 71 – Mateus Euclides – Porto Velho
4º # 172 – Igor Vasconcelos – Buritis
5º # 171 – Leandro da Silva – Buritis

Categoria 85
1º # 191 – Diego Henning – Porto Velho
2º # 99 – Gabriel Caiam – Jaru
3º # 7 – Eduardo Alecrim – Porto Velho
4º # 981 – Lucas Belém – Vilhena
5º # 6 – Vitor Antônio – Ariquemes

Categoria MX Estreantes
1º # 10 – Nidval Amaral – Ji-Paraná
2º # 103 – Vitor Ferreira – São Miguel do Guaporé
3º # 149 – Douglas Amaral – Porto Velho
4º # 981 – Lucas Belém – Vilhena
5º # 6 – Pauzanes Carvalho – Porto Velho

Categoria Força Livre/Nacional
1º # 4 – Victor Carlos – Cacoal
2° # 23 – Talles Rodrigues – Ariquemes
3º # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste
4º # 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia
5º # 818 – Bruno Bonini – Ouro Preto do Oeste

Categoria MX3
1º # 81 – Jean Carlos – Porto Velho
2º # 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura
3º # 723 – Aparício Paixão – Porto Velho
4º # 10 – Nidval  Amaral – Jii-Paraná
5º # 149 – Douglas Amaral – Porto Velho

Categoria MX2
1º # 57 – Hugo Amaral – Porto Velho
2º # 1 – Marco Túlio – Ariquemes
3º # 93 – Cândido Chagas – Rolim de Moura
4º # 191 – Diego Henning – PortoVelho
5º # 111 – Rodrigo Mezzomo – Ariquemes

Confira como foram as etapas anteriores do Rondoniense de MX 2010

5ª Etapa – 5 de setembro – Machadinho
4ª Etapa – 15 de agosto – Alta Floresta
3ª Etapa – 25 de julho – São Miguel
2ª Etapa – 13 de junho – Buritis
1ª Etapa – 30 de maio – Porto Velho

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly