Disputas acirradas marcaram Velocross em Espigão

Foto por Chico Limeira | 21 de setembro de 2010 - 9:57

Entrando para a reta de definições do campeonato, no último fim de semana aconteceu a 7ª etapa do Rondoniense de Velocross 2010. A prova que contou com disputadas bastante acirradas em cada uma das cinco categorias do campeonato, foi realizada neste domingo, 19 de setembro, na pista do Motódromo Romeu Francisco Melhorança, em Espigão do Oeste, Rondônia.

Osmar Canalle # 68 (categoria Sênior), Flávio Pereira # 18 (categoria 100cc), Hemerson Andrade # 101 (Força Livre), Zé Pereira # 38 (150) e Cândido Chagas # 93, categoria 230, foram os vencedores na prova. A corrida marcou a volta do piloto Cândido Chagas # 93 (Canapus/Farol/Lind’agua/Miranda), de Rolim, que ficou afastado por três meses devido fratura na perna. Candido retornou forte e venceu o duelo das 230 diante do aguerrido Diego Ferrari # 961 (Decar/Kinutri), de Espigão do Oeste.

A movimentação começou já no sábado à tarde, com a realização dos treinos livres, onde os pilotos buscaram acertar suas máquinas e encontrar o melhor traçado da pista, que foi cuidadosamente preparada para a modalidade. No domingo pela manhã aconteceram os treinos livres, onde o destaque da categoria 230cc, a mais forte do motociclismo de Rondônia ficou por conta do piloto Diego Ferrari, que correndo em casa, garantiu o melhor tempo dos treinos classificatórios.

Nas demais categorias, os líderes não deram chance aos demais concorrentes. Mesmo com todo o calor do fim de semana, o público compareceu em grande número e contribuiu com a Secretária Municipal de Ação Social na doação de alimentos, que serão distribuídos as entidade assistencial e famílias carentes.

Líder da categoria 100 Flavinho passeou na pista
Com uma bateria disputada ainda pela manhã, a categoria 100cc foi vencida com facilidade pelo embalado piloto Flávio Pereira # 18 (Rodar Motos/Auto Posto 2000/Auto Escol), de Santa Luzia, que mesmo não tendo largado tão bem, ainda na primeira volta assume a ponta para se manter a frente até a bandeirada final. Cléber Júnior # 6 (Elétrica Rondoluz), de Cacoal, largou em segundo, mas não resistiu a pressão dos adversários, acabando na sexta posição. Ângelo Bianchini # 2 (Moto Sporte/Norton Preparações), de Vilhena, não largou muito bem, mas fez uma corrida de recuperação e chegou na terceira posição.

Categoria 100 teve a vitória do líder Vitim

Categoria 100 teve a vitória do líder Vitim

Na segunda bateria, Flavinho largou na ponta e abriu boa vantagem dos demais. Novamente Cléber Júnior largou bem, teve o pneu furou, prejudicando o seu rendimento. A bateria não foi bem para os pilotos Ângelo Bianchini # 2 e Marcelo Araujo # 80 (Aguia Motos/Ciatur/Amazônia G-5 Motos), de Cacoal, que com problemas de montar não conseguiram completar o percurso. Com mais esta vitória conquistada, a sétima consecutiva na temporada, Flávio Pereira lidera com folga o campeonato, chegando aos 342 pontos contra 242 do vice líder Josemar Dias # 44 (Construminas/Paraná Motos/Santos & Santos), de Cacoal.

Canelle venceu fácil e ampliou vantagem na Sênior
Em uma disputa concorrida, a categoria Sênior para pilotos acima dos 35 anos, mais uma vez foi dominada por Osmar Canalle # 68 (Star Motos), de Colorado do Oeste, que largou bem e soube administrar a vantagem para os seus adversários. A briga ficou com as vagas do segundo ao quinto lugar, onde Serginho Luiz # 33 (Moto Speed), de Porto Velho vinha mantendo a segunda posição, mas perdeu o traçado a classificação no pódio.

O piloto Osmar Canelle venceu na categoria Sênior

O piloto Osmar Canelle venceu na categoria Sênior

Agnaldo Feliciano, o “Piriquito” # 5, de Espigão do Oeste teve problemas no início, mas numa ótima recuperação terminou na segunda vaga, passando Itamar Tadeu # 77 (ITF Multimarcas), de Cacoal, na última volta. Quem também fez uma ótima corrida foi Jefferson Lins # 07 (Moto Asa), de Espigão. O Pastor completou a prova em quanto, com Adenilson Passarelo # 10 (Nikima Motos/Piriquito Chapeação), na quinta vaga.

Vitim falha e Hemerson venceu a primeira em 2010
Com 24 motos disputando a categoria Força Livre foi também a que proporcionou as maiores emoções e adrenalina. Na primeira bateria, o líder Victor Carlos # 4 (MegaBom Sorvetes) de Cacoal, largou bem e se isolou na ponta para vencer com facilidade, trazendo em segundo Hemerson Andrade # 101 (Imobiliária Ideal), de Vilhena na segunda posição e Valdiner Correia # 99 (F1 Terraplenagem/Posto Pit Stop), de Pimenta Bueno, em terceiro.

Hemerson conquistou sua primeira vitória nesta temporada

Hemerson conquistou sua primeira vitória nesta temporada

Já na segunda bateria, Vitim voltou a largar na ponta, abrindo boa vantagem para o segundo colocado, mas com pouco mais da metade da prova concluído, o inesperado acontece, sem gasolina na moto, Vitim deixa a prova e Hemerson assume a ponta para vencer a corrida, trazendo na segunda posição  ouro-pretense Bruno Bonini # 818 (Bonini Motos/Lojas Graúna). Agnaldo Feliciano, o ‘Piriquito’ terminou na terceiro posição, com Valdinei em quatro. O resultado das duas baterias rendeu ao vilhenense Hemerson o primeiro lugar no pódio, com Valdinei Correia em segundo, Agnaldo Feliciano em terceiro, Osmar Canalle em quarto e Natalino Pedroso # 767 (Moto Aza/Natalino Insufilme), de Espigão completando o pódio.

Vitória em Espigão deixa Zé Pereira próximo do título na 150
Fazendo uma corrida perfeita, com excelente recuperação e ultrapassagens fantásticas o piloto Zé Pereira # 38 (Falcão Motos), de Santa Luzia do Oeste, venceu as duas baterias e ficou ainda mais líder da categoria 150cc na temporada. Na primeira bateria, Émerson Rodrigues # 51 (Panificadora Pão de Açúcar/Serralheria do Nego), de Rolim de Moura, , largou na frente com Hérico Flores # 706 (Aquilino Preparação/Fazenda Flores), de Alta Floresta na sua cola e Zé Pereira em terceiro. Hérico assumiu a ponto ainda no início, com Zé Pereira na sua cola. Nas últimas volta, Zé Pereira passou a frente, mas Hérico voltou a recuperar a posição. Nos últimos metros antes da chegada, Zé Pereira acelerou tudo e conseguiu cruzar a linha com alguns centímetros.

Na segunda bateria, a situação da largada se repetiu, com os três pilotos se alternando a frente da fila. Já na metade da prova, Zé Pereira e Hérico Flores travando mais um ferrenho duelo, onde Pereira ganhou a ponta e se manteve até vencer mais uma. Hérico teve problemas somente completou na quarta posição. Com os resultados, Zé Pereira venceu a prova, com Émerson Rodrigues em segundo e Hérico Flores em terceiro. André Carbonera # 75, de Cacoal ficou em quarto e Genaldo Nogueiro o quinto. A vitória em Espigão levou o líder Zé Pereira aos 319 pontos, contra 225 do vive líder André Carbonera.

Cândido vence duelo de grandes com Diego Ferrari
No maior duelo da etapa, a categoria 230 contou com um número bastante reduzido de pilotos na pista, mas que foi plenamente compensado pelo nível alto da disputa travada, principalmente entre o piloto da casa Diego Ferrari, dono do melhor tempo nos treinos de classificação e Cândido Chagas, campeão da categoria na última temporada. Candido que esteve afastado do Velocross das últimas três provas, retornou em grande estilo, dando mais equilíbrio e emoção na disputa.

Cândido retornou ao Rondoniense de Velocross com vitória

Cândido retornou ao Rondoniense de Velocross com vitória

Largando bem em ambas as baterias, Cândido seguiu na ponta sempre pressionando por Diego Ferrari, que chegou a passar a frente, mas não segurou a pressão. Na Primeira bateria, Ferrari chegou a abrir boa vantagem, com Cândido já tirando a mão. Contudo o ritmo forte fez com que o piloto de Espigão perdesse o controle, caindo na curva e permitindo a recuperação de Cândido nos voltas finais, para vencer com Diego em segundo, Victor Carlos em terceiro e João Roberto em quatro.

Na segunda bateria, Cândido voltou a largar na ponta, com Diego Ferrari na sua cala, Vitim em terceiro, seguido pelo líder João Roberto. Diego aos poucos encostou e chegou a passar a frente, mas Chagas se recuperou, reassumindo a ponta e se mantendo até a bandeirada final. Vitim vinha se mantendo bem na terceira posição, mas perdeu o traçado e a colocação para João Roberto. Vitim ficou em quarto e Valdinei Correia em quinto. Com os resultados, João Roberto Chagas manteve a liderança com 281 pontos, contra 222 de Vitim e 219 de Diego Ferrari. Cândido subiu para quarto colocado com 188 pontos.

O presidente da FMR Reinaldo Selhorst destacou o bom desempenho dos pilotos em mais prova, além do excelente trabalho e profissionalismo de toda a equipe da federação, que soube coordenar as funções, de forma que o evento aconteceu coberto de êxitos. Reinaldo elogiou ainda as condições da pista e a parceria do prefeito Célio Renato, colando a sua administração a serviço da organização do evento. No tocando ao campeonato, o presidente da federação comentou que faltando ainda cinco etapas cinco para o encerramento da temporada, muitas emoções ainda estão guardadas.

Momento da abertura oficial do evento em Espigão do Oeste

Momento da abertura oficial do evento em Espigão do Oeste

Para a sétima etapa do Estadual de Velocross, a FMR contou com a da Prefeitura de Espigão do Oeste, e apoio do Ministério dos Esportes, Petrobras, Eletrobras, Honda do Brasil, senador Acir Gurgarcz, MegaBom Sorvetes, Ciclo Cairu, Lind’Agua, Castilho Estruturas Metálicas e Cairu Transportes.

Resultados da sétima etapa do Rondoniense de Velocross 2010

Categoria 100
1º # 18 – Flávio Pereira – Santa Luzia
2º # 44 – Josemar Dias – Cacoal
3º # 5 – Ozias Vieira – Rolim de Moura
4º # 15 – Tarcisio Poli – Alta Floresta
5º # 51 – Odair Meireles – Pimenta  Bueno

Categoria Sênior
1º # 68 – Osmar Canalle – Colorado do Oeste
2º # 5 – Agnaldo Feliciano ‘Piriquito’ – Espigão do Oeste
3º # 77 – Itamar Tadeu – Cacoal
4º # 7 – Jefferson Lima – Espigão do Oeste
5º # – Edenilson Passarelo – Espigão do Oeste

Categoria Força Livre
1º # 101 – Hemerson Andrade – Vilhena
2º # 99 – Valdinei Correia – Pimenta Bueno
3º # 5 – Agnaldo Feliciano – Espigão do Oeste
4º # 68 – Osmar Canalle – Colorado do Oeste
5º # 767 – Natalino Pedroso – Espigão do Oeste

Categoria 150
1º # 38 – Zé Pereira – Santa Luzia
2º # 51 – Emerson Rodrigues – Rolim de Moura
3º # 706 – Hérico Flores – Alta Floresta
4º # 75 – André Carbonera – Cacoal
5º # 27 – Genaldo Nogueira – Santa Luzia

Categoria 230
1º # 93 – Cândido Chagas – Rolim de Moura
2º # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste
3º # 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia
4º # 4 – Victor Carlos – Cacoal
5º # 99 – Valdinei Correia – Pimenta Bueno

Confira como foram as etapas anteriores do Rondoniense de Velocross 2010

6ª Etapa – 8 de agosto – Santa Luzia do Oeste
5ª Etapa – 18 de julho – Cerejeiras
4ª Etapa – 20 de junho – Primavera do Oeste
3ª Etapa – 16 de maio – Vale do Paraíso
2º Etapa – 24 de abril – Chupinguaia
1ª Etapa – 17 de abril – Rolim de Moura

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly