Dupla vitória de Sebben no Desafio de Veloterra

Por Sílvio Bilhar | Fotos por André Charão | 23 de setembro de 2010 - 20:17

A Federação Gaúcha de Motociclismo, em parceria com a André Produções e Revollution Eventos e com o apoio da Prefeitura de Roca Sales, cidade localizada no Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul, promoveram no último final de semana, 18 e 19 de setembro, o 1º Desafio Gaúcho de Veloterra.

A prova foi válida pela 7ª etapa do Campeonato Regional Centro Serra de Veloterra, e pela 6ª etapa do Campeonato Gaúcho da modalidade, num grande evento que contou com mais de 300 pilotos. As provas começaram já no sábado com 5 categorias, e no domingo desde às 8:30 horas os treinos movimentavam a pista de Roca Sales, e em seguida as disputas do Desafio Gaúcho.

Categoria VX4
A categoria VX4 Nacional, primeira categoria a alinhar no gate na tarde do sábado, na largada João Silveriano ‘João do Milho’ (Joinville) assumiu a liderança seguido de perto por Danny de Oliveira (Panambi), os dois abriram boa vantagem sobre os demais, na primeira metade da prova a disputa entre os dois foi acirrada, já na segunda metade João do Milho conseguiu abrir um pouco de Danny de Oliveira, tudo parecia definido, mas uma queda  do líder  criou uma nova situação, agora era Danny o novo líder e João do Milho o segundo colocado correndo atrás do prejuízo,  sem muito tempo para uma reação Danny recebeu a bandeirada da vitória, com João do Milho em segundo, na terceira colocação Marco Aurélio Farias (Lajeado), em quarto Luciano Casirigui (Carazinho) e fechando o pódio em quinto Rolnei Araújo (Arroio Grande).

Categoria Nacional A
Cássio Rossi (Santa Maria) participou da categoria Nacional A como convidado, Cássio mostrou que está num ótimo momento,  na largada o piloto santa-mariense pulou na frente e conquistou a vitória de ponta a ponta,  Dalnei Lenz (Estrela) foi o segundo colocado, Ivan Pilz (Venâncio Aires) o terceiro colocado, Rodrigo Pradela (Flores da Cunha) o quarto colocado e Luiz Fernando Lanzini (Encantado) completou o pódio com os cinco primeiros colocados.

Fiel venceu a categoria DT180
Na largada da categoria DT180 Michel Fiel “Bidu” (Encantado) assumiu a liderança e não largou mais, a disputa mais acirrada ficou pela segunda colocação entre os pilotos Odilar Tonelo Jr. (Venâncio Aires) e Juliano Lemos (Venâncio Aires), Odilar sustentou a vice liderança até poucas voltas do final,  quando Juliano assumiu a segunda colocação mantendo até o final, Tomas Bissani (Veranópolis) foi o quarto colocado e Ronaldo Loch (Nova Prata) na quinta posição fechou o pódio.

Deloss foi primeiro na 4 Tempos Força Livre
Felipe Deloss (Encantado) fez uma ótima prova na categoria 4Tempos Livre, á na largada assumiu a liderança e não tomou conhecimento dos demais concorrentes, com muita concentração e nenhum erro cometido Deloss comemorou a vitória de ponta a ponta. A disputa mais emocionante na categoria foi entre Vinícius Pilz (Venâncio Aires) e Fernando Dieter (Lajeado) valendo a segunda colocação, os dois alternaram  por mais de duas vezes as posições, só sendo definida nas duas últimas voltas quando Dieter assumiu definitivamente o segundo lugar, Pilz foi o terceiro, Fabiano Mattes (Estrela) o quarto e Dyanos da Silva (Passo Fundo) o quinto colocado.

Categoria Novatos Importadas
A última categoria a entrar na pista na tarde de sábado foi a novato importadas, no gate dois pilotos buscando pontos preciosos na classificação da categoria que estava totalmente indefinida, Rafael Carli (Santa Maria) e Maiara Basso (Mato Castelhano) alinharam no gate com um só objetivo, a vitória, quem se deu melhor nessa foi Rafael Carli que em uma ótima largada

Categoria 230
A categoria 230cc entrou pontualmente às 13 horas com o piloto Cássio Oliveira (Santa Maria) largando na frente com Danny Oliveira em 2º. Danny veio com tudo e não vacilou para assumir a liderança e conquistar mais uma vitória em seu currículo. Cássio perdeu o contato com o líder, mas ficou em 3º após ser ultrapassado por Guilherme Zottis (Passo Fundo) o 2º na prova. Fechando o pódio chegaram Alex Campos (Marau) e Douglas Carvalho (Vera Cruz).

Categoria Espelhinho
O piloto montenegrino Alex Alarcon largou na ponta sendo seguido por Cristian Scatola (Encantado) e Joel Nol (Lajeado). Cristian não deu muita chance para Alex e já no final da 2ª volta assumira a frente da categoria. Alex se manteve no primeiro pelotão, mas em 3º lugar. Na volta final, Cristian abriu uma grande vantagem, já o movimento pela vice – posição ainda tinha muita adrenalina. E foi assim, na volta final que Alex deu o troco e recuperou a 2ª colocação. Joel chegou em 3º seguido de Carlos Lorenzini o 7º na volta inicial e Michel Casaril, ambos de Lajeado.

Categoria Serrana Nacional
Em seguida entrou na pista as emoções da Serrana Nacional, prova vencida com maestria e de ponta a ponta pelo piloto de Nova Pádua, Leandro Izéria. Ele que segurou do início ao fim as investidas de Luiz Dorigon piloto de Arvorezinha que largou em 2º e não sossegou um minuto.  Em 3º chegou Alexandre Dal Bem seguido de Ibiraiaras com Adenilson Dorigon (Arvorezinha ) que duelou e buscou a posição de Fernando De Santi de Nova Bassano.

Modesti manteve a escrita e venceu a Serrana Importada
Piloto de Guaporé não teve muitas dificuldades para vencer a etapa e somar mais pontos em busca do título. Cassiano Gonçalves de Passo Fundo foi 2º seguido de Diego Dias (Lagoa Vermelha), Laércio Ghelen de São Valentin e Tobias Cecconelo de flores da cunha, formando assim um pódio com cinco cidades diferentes.

Fiel conquistou mais uma vitória em Roca Sales
Andando no quintal de casa, o piloto de Encantado, Michel Fiel, com o apoio da torcida e da família, não deu mole largou na ponta da Nacional 2 Tempos e ainda no começo da prova abriu uma grande vantagem sobre o 2º colocado Cristian Scatola e da fera Odilar Tonello Jr. de Venâncio Aires. A cada volta Michel andava mais rápido e colocava o ritmo da prova até receber a quadriculada. Em 2º lugar, surpreendeu o piloto de Montenegro Carlos Bergman que veio de traz passou Cristian (3º) e Odilar (4º). Michel Casaril de Lajeado foi o 5º.

Categoria 250 4 tempos
Uma corrida que não teve adversários para Gustavo Roratto (Santa Rosa) que com a moto do amigo Samonek, largou na ponta e abriu larga vantagem sobre os adversários. Alexandre Dal Bem largou em 2º e seguiu assim até a chegada. Mas o destaque maior, além da vitória de Roratto, foi o 4º lugar de Cássio Oliveira que após largar em 18º posto, fez uma prova com muita garra para subir no pódio. Douglas Carvalho, o 3º também fez prova de recuperação, saiu do 6º lugar. Completando o pódio, temos Luiz Dorigon, outro piloto que buscou várias posições após a largada.

Categoria VX2
Uma das corridas mais aguardadas da tarde tinha no gate a ‘nata’ do Veloterra gaúcho. Rodrigo Volcan de Pelotas largou na ponta, seguido de Leonardo Sebben de Caxias e de Mateus Basso vindo de Gentil. Numa grande tocada, os três fizeram a volta inicial da forma como seria toda a bateria. Sebben assumiu a liderança e traz com sigo Mateus deixando para trás o campeão Rodrigo Volcan que já sofria a pressão de Lucas Basso que também largou no pelotão da frente. As voltas seguintes não tiveram mudanças nas posições na frente, entretanto mais tarde Lucas chega ao 3º lugar e na reta final ainda chega a pressionar o irmão. Sebben venceu seguido de Mateus, Lucas, Rodrigo Galiotto (Flores da Cunha) e Juliano Mercali (Veranópolis).

Categoria VX3 Importada
As feras Fabiano Ribeiro de Passo Fundo, Giovane Pick, de Vera Cruz, e João Silveriano, de Joinville, dividiram a curva um da categoria cuja experiência faz parte a cada volta na pista. Giovane assume a liderança logo no início da prova e mais tarde, João Silveriano, O João do Milho busca a posição mais almejada fazendo um grande duelo com Giovane Pick. João erra e perdeu várias posições. Pick reassumiu a ponta para vencer seguido de Fabiano, João que fez prova de recuperação, Vitor Paladini (Estrela) e Jean Marcon (Caxias do Sul).

Categoria 50
As categorias de base também têm seu espaço no Veloterra e não perde em nada em emoção para as demais categorias. Felippi Menuzze de Dom Pedrito vinha bem desde o início da prova e partia rumo à vitória quando caiu na volta final. Pedro Moraes de Marau, o 2º na prova também cai e com isso, deixam de bandeja a vitória para Felipe Migliorini também de Marau que andava na 3ª colocação. Menuzzi levanta sacode a poeira e chega em 2º com Pedro, Gabriel Costa (Dom Pedrito), Bernardo Santos (Marau) e a representante feminina Sandrinha Spagnol (Ibiraiaras).

Categoria VX3 Nacional
Luciano De Conto de Passo Fundo faz o holeshot seguido de João Silveriano, que mostrou-se em grande forma física devido a quantidade de provas que participou na etapa. João precisou de 3 voltas para assumir a primeira colocação deixando De Conto em 2º. Pela 3ª colocação Marcos Onzi de Flores da Cunha e Alberi Colombi de Marau trocavam de lugares na pista. João De Conto, Onzi,Alberi e Silvano Calza (Veranópolis) compuseram o pódio.

Categoria 65
Felipe Moraes está numa grande fase. O piloto de Marau largou na ponta, segurou todos os ataques dos adversários e chegou em 1º lugar vencendo a prova de ponta a ponta. Mateus Kunz de Machadinho e Felipe Migliorini duelaram no início da prova, com vantagem para Mateus que chegou em 2º seguido de Felipe. Mas a disputa mais emocionante se deu a 50 metros da bandeirada quando Felippe Menuzzi que vinha em 5º deu um sprit final e encostou ao lado de Leonardo Tenedini de Canoas para passar com meia roda de vantagem. Léo que administrava a 4º posição teve que se contentar com o 5º lugar.

Deloss venceu também a Nacional Força Livre
O piloto lajeadense Felipe Deloss faz o hole shote seguido do conterrâneo Fernando Dieter e de Vinícius Pilz de Venâncio Aires. João “Do Milho” Severiano largou mal, mas buscava a cada volta posições mais próximas do líder. Pilz quebrou e abandonou a disputa no meio da bateria. João do Milho ultrapassou Márcio Vizentin de Flores da Cunha e assume a 3º colocação, mas era tarde para chegar no líder Deloss que venceu a etapa de ponta a ponta seguido de Fernando. João, Vizentin e Dyanos Andrei (Passo Fundo) completaram o pódio.

Em seu retorno as pistas Roratto venceu a 85
Eduardo Tessaro, de Machadinho, rasgou a reta de largada em 1º lugar, mas ainda na 1ª volta é ultrapassado por Gustavo Roratto de Santa Rosa com Heguer Dal Bem de Ibiraiaras em 3º, Eduardo Martello de Casca em 4º e Mateus Kunz em 5º lugar completando a volta inicial. Roratto abriu enorme vantagem e recebeu a quadriculada em 1º lugar seguido de Eduardo Tessaro, Eduardo Martello Mateus Kunz e Felipe Pick, piloto de Vera Cruz que tem sangue de piloto rápido e vencedor.

A Trilheiros teve a volta vitoriosa de Lauri
A penúltima categoria da tarde foi vencida por Lauri Majoni, de Passo Fundo, que largou no pelotão principal e logo na 3ª volta assume a liderança, ele retorna às pistas após longo tempo parado e já sobe no lugar mais alto do pódio. Paulo Kappes, de Lajeado, chegou em 2º seguido de Felipe Galiotto, de Flores da Cunha, Joilson da Silva, de Ibiraiaras, e João Marcos Lira, de Dois Lajeados, completaram o pódio.

Na VX1 mais uma vitória de Sebben
A categoria em que as motos roncam mais alto, os motores são mais potentes também é a mais aguardada e o público, cerca de 3 mil e 500 espectadores não arredam o pé. E viram o duelo inicial de Mateus Basso, ‘O Tatu’ e Leonardo Sebben com Rodrigo Volcan e Lucas Basso na 3ª e 4ª colocações consecutivamente. Sebben tirou a diferença que já era pequena e encostou de vez em Tatu. Nas 4 voltas iniciais o público não piscou e viu Sebben assumir a liderança da competição numa manobra arrojada na mioleira da pista.

Leonardo Sebben venceu as duas principais categorias do dia

Leonardo Sebben venceu as duas principais categorias do dia

Lá atrás também havia mudanças com Lucas assumindo a 3ª colocação e colocando em xeque a vice-liderança do irmão. Em 5º lugar dede a volta inicial, Giovani Pick andava com segurança, não errava e figurava no pelotão principal. Rodrigo Volcan perdeu o foco e o contato com o líder e ao errar caiu para a 9ª posição. Um final sem erros e Leonardo Sebben vence a prova, seguido de Tatu e Lucas Basso. Giovani Pick chega em 4º lugar seguido de Fabiano Ribeiro em 5º.

O Campeonato Gaúcho de Veloterra 2010 tem o patrocínio de Rinaldi, Honda Concessionárias do RS, Impacto Motos e IMS Equipamentos. E apoio de Octano, Motul, Mecânica Zapanetti, Marka, BelParts, SSul Lodi, KM Motos, Arteefotos e Jornal O Pódium.

Clique aqui e confira os resultados da sexta etapa do Gaúcho de Velocross 2010

Clique aqui e confira a classificação do Gaúcho de Velocross após seis etapas

Confira como foram as etapas anteriores do Gaúcho de Veloterra 2010

5ª Etapa – 8 de agosto – Passo Fundo
4ª Etapa – 18 de julho – São Borja
3º Etapa – 30 de maio – Passo Fundo
2ª Etapa – 16 de maio – Alto Alegre
1ª Etapa – 7 de março – Livramento

Fotos da sexta etapa do Gaúcho de Veloterra em Roca Sales

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly