Patrocínio definiu campeões Brasileiros de Enduro FIM

Foto por Fred Mancini | 13 de outubro de 2010 - 16:53

Assim como em 2009, a cidade de Patrocínio, Minas Gerais, fechou com chave de ouro o Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. A prova, disputada em três dias, foi considerada uma das melhores já realizadas no país e definiu os campeões da temporada 2010. Destaque para o mineiro Felipe Zanol (Gas Gas/Rinaldi), que este ano conquistou seu sexto título nacional na modalidade, e para o gaúcho Gregório Caselani (Gas Gas/Rinaldi), agora tetracampeão brasileiro.

“Foi uma prova preparada com muito cuidado e com todo carinho. Ouvi de todos os pilotos que o nível foi de prova internacional. Nível de um Latino-Americano e até mesmo de um Mundial. Estou muito satisfeito que tudo tenha dado certo”, declarou Maurício Brandão, diretor de prova, ainda durante a festa de confraternização, que teve direito a porco no rolete e bastante animação.

Vencedor dos três dias de prova, Felipe Zanol mostrou que continua em altíssimo nível de competitividade, justificando seus excelentes resultados conquistados no Campeonato Português e no Mundial de Enduro nas últimas temporadas. Com 225 pontos (venceu todas as nove etapas), Zanol foi o campeão da categoria E1 e também na geral. Nielsen Bueno (Suzuki) foi o vice-campeão, com o petropolitano Rafael Braga Pinho (Cariocas/Moto Barra) em terceiro.

Zanol é tetra campeão Brasileiro de Enduro FIM

Zanol é tetra campeão Brasileiro de Enduro FIM

Na categoria E2 o gaúcho Gregório Caselani (Gas Gas/Rinaldi) garantiu seu quarto título brasileiro. Julio Cesar Zavatti venceu os três dias de prova, mas como não pontuou nas primeiras etapas da temporada, não teve chances de brigar pelo título. Rigor Rico de Oliveira e seu irmão Ripi Galileu terminaram, respectivamente, com o vice-campeonato e com a 3ª colocação da categoria.

“Estou muito feliz com o tetracampeonato. Quando comecei a andar de moto nem imaginava que um dia conseguiria ser campeão brasileiro, e ainda mais ser quatro vezes consecutivas. Agradeço a todos que sempre estiveram do meu lado, e aos meus patrocinadores que me permitiram lutar por mais esse título”, declarou Gregório Caselani.

Caselani também é tetra campeão Brasileiro de Enduro FIM

Caselani também é tetra campeão Brasileiro de Enduro FIM

Dono de títulos também no Motocross, Cross-country e Endurance, Caselani já começa a pensar em novos vôos a partir de 2011. “Minha idéia é tentar disputar o Campeonato Brasileiro de Rally no ano que vem. Já fiz uma prova no passado e gostei. Vou disputar o Rally da Serra e também o Rally dos Amigos no fim do ano, e então decidir o que fazer na próxima temporada”,  ressaltou o tetracampeão Caselani.

Entre os veteranos, a briga pelo título foi bastante apertada. Na categoria E3a, Thiago Carnio venceu os três dias, mas o campeão brasileiro foi Francisco “Kiko” Marino (Suzuki), seguido por Alcindo Bortoncello e Renato Martins. Já na categoria E3B, o catarinense Sergio Coelho garantiu o título com apenas sete pontos de vantagem sobre Jesus Fernandes, de Macaé/RJ. Francisco Lima, de Gaspar/SC, foi o terceiro colocado.

Na categoria E4, domínio catarinense. Fabio Nascimento, de Garopaba/SC, precisou apenas administrar a vantagem para conquistar o título de campeão. Marcelo Luckmann foi o segundo e Deividy de Zorzi foi o terceiro. Destaque da prova para o mineiro Ronald Santi, que conquistou duas vitórias e um terceiro lugar. Na E5 o título ficou com o gaúcho Rafael Borges, seguido por Alesson Chapiewsky e Vinicius Santos.

Campeão na E1, Felipe Zanol foi o campeão na geral do Brasileiro de Enduro FIM, seguido por Nielsen Bueno e Francisco Marino.

A final do Brasileiro de Enduro FIM teve organização do Motoclube do Cerrado, apoio técnico do Trail Clube de Minas Gerais – TCMG, supervisão da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais – FMEMG, e da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly