Davis é o favorito ao título da MX3 na Superliga

Por Daniela Burgonovo | Foto por Idário Araújo | 18 de novembro de 2010 - 12:37

A Pro Tork Racing Team tem tudo para conquistar mais um título nesta temporada com a realização sétima e última etapa da Superliga Brasil de Motocross, que será realizada no próximo domingo, 21 de novembro, em Poços de Caldas, Minas Gerais. Davis Guimarães lidera a classificação da categoria MX3 e promete fazer a festa da equipe.

O piloto paranaense conta com 16 pontos de vantagem em relação ao segundo colocado, o paulista Cristiano Lopes. Davis pode ver o principal adversário cruzar a linha de chegada em primeiro e ainda terminar na 12ª posição que garante o título da classe.

“Felizmente, chego tranquilo a esta etapa final. Trabalhei muito durante o ano, e em seis etapas foram quatro vitórias e dois segundos lugares. Quero muito conquistar este título para a Pro Tork Racing Team, por isso, vou com bastante calma, não pretendo arriscar”, afirmou.

Davis vai em busca do título da Superliga na categoria MX3

Davis vai em busca do título da Superliga na categoria MX3

A equipe contará ainda com Milton ‘Chumbinho’ Becker na disputa da categoria. O catarinense deu adeus às chances de ser campeão após um acidente que o deixou afastado das pistas por dois meses. Apesar do imprevisto, Chumbinho voltou a competição com sede de vitória.

“Eu liderava a Superliga e também o Brasileiro quando cai durante um treino, quebrando quatro costelas e perfurando o baço. Todo piloto corre riscos, temos que estar preparados para isso. Desde que retornei, busco representar minha equipe da melhor maneira, independente de títulos”, explicou.

O evento ainda irá decidir os campeões das categorias MX1, MXJR, MX4, CRF230, Intermediária e 65 em um traçado de 1.400 metros. A pista conta com várias mesas, saltos duplos, um triplo, curvas descompensadas e costelas. Emoção e adrenalina não vão faltar.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly