Final do Brasileiro de MX terá premiação recorde

Por Adriano Winckler | 22 de novembro de 2010 - 14:17

A temporada 2010 do Motocross Brasileiro vai chegando ao fim, e para fechar o ano com chave de ouro, a Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, e a Pro Tork, maior fabricante de moto-peças da América Latina, estão preparando um evento de proporções gigantescas para a Super Final do Pro Tork Brasileiro de Motocross. A última etapa do campeonato acontecerá nos dias 27 e 28 de novembro, na pista do Centro de Treinamento da Pro Tork, em Siqueira Campos, Paraná, com premiação recorde aos vencedores: um carro zero km, duas motos 0km, e mais R$70 mil em dinheiro, totalizando cerca de R$100 mil de premiação.

“Vamos manter a nossa filosofia de fazer cada vez melhor e isso também se estende à premiação. Ela será ainda melhor que a premiação que oferecemos na abertura, e além disso, teremos uma grande estrutura à disposição dos pilotos e equipes. Com certeza será um espetáculo com grandes atrações para o público”, afirmou Marlon Bonilha, diretor da Pro Tork.

O Pro Tork Brasileiro de Motocross deste ano foi marcado por grandes disputas dentro da pista, pelo recorde de pilotos estrangeiros inscritos nas provas, e pela estrutura de nível internacional implementada pela Confederação Brasileira de Motociclismo.

“As provas tiveram alto nível de disputa, com corridas espetaculares. A estrutura de pista oferecida pela CBM e as Federações que receberam as provas, com apoio fundamental da Pro Tork e da Rinaldi, foi algo jamais visto no Brasileiro. Tenho certeza de que estaremos fechando a temporada com chave de ouro em Siqueira Campos”, declara Alexandre Caravana, presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo.

A temporada 2010 já tem quatro campeões definidos: Anderson Amaral (2B Duracell), na 85cc; Scott Simon (Pro Tork), nas categorias MX1 e MX2; e Carlos Eduardo Franco (Pro Tork), na 230cc.

Dois títulos seguem em aberto e prometem muita emoção na pista do Centro de Treinamento da Pro Tork. Na categoria 65cc, Kioman Munhoz (Rinaldi/Agel/ToninBala) segue líder com 160 pontos, mas tem na sua cola o gaúcho Enzo Lopes (Pirelli/Freeday/Answer), com 142, e José Brayan Soares (Kaiani/Dipil/Lavizoo), com 141. Na MX3, a briga está entre Davis Guimarães (Pro Tork), líder com 158 pontos, Nico Rocha (Pro Tork), com 138, e Nielsen Bueno (Suzuki), com 136.

Outra novidade para a etapa de Siqueira Campos será a junção do Pro Tork Motocross com o Campeonato Brasileiro de Motocross Júnior, e também com o Campeonato Paranaense de Motocross. Pela primeira vez este ano, todas as categorias válidas pelos títulos nacionais estarão em disputa no mesmo fim de semana. Será a 5ª e última etapa do Brasileiro Motocross Júnior, que conta com as categorias 50A, 50B, MX Feminina e MX Júnior.

“Estamos ansiosos para realizar mais esta etapa. A primeira foi um sucesso, mas a última será ainda melhor. Estamos trabalhando muito para deixar tudo pronto para receber um grande número de pilotos e público aqui em Siqueira”, encerrou Marlon Bonilha. As inscrições antecipadas para a prova já estão abertas no site da Confederação Brasileira de Motociclismo www.cbm.esp.br/sistema e terão desconto até o dia 24 de novembro.

Confira a premiação aos pilotos em cada categoria na Super Final em Siqueira Campos

Categoria MX1
1º – Carro 0km
2º – R$ 4 mil
3º – R$ 3 mil
4º – R$ 2 mil
5º – R$ 1,5 mil
6º – R$ 1,2 mil
7º – R$ 1 mil
8º – R$ 800
9º – R$ 700
10º – R$ 600
11º ao 15º – R$ 500
16º ao 20º – R$ 400
21º ao 25º – R$ 300
26º ao 30º – R$ 200

Categoria MX2
1º – Moto TR 0km
2º – R$ 2,5 mil
3º – R$ 2 mil
4º – R$ 1,5 mil
5º – R$ 1,2 mil
6º – R$ 1 mil
7º – R$ 800
8º – R$ 600
9º – R$ 500
10º – R$ 400
11º ao 15º – R$ 300
16º ao 30º – R$ 200

Categoria MX3
1º – Moto TR 0km
2º – R$ 1 mil
3º – R$ 800
4º – R$ 600
5º – R$ 400
6º – R$ 300
7º ao 30º – R$ 200

Categoria 85
1º – R$ 800
2º – R$ 600
3º – R$ 400
4º – R$ 300
5º – R$ 200
6º ao 10º – R$ 150
11º ao 30º – R$ 100

Categoria 230
1º – R$ 600
2º – R$ 500
3º – R$ 300
4º – R$ 250
5º – R$ 200
6º ao 10º – R$ 150
11º ao 30º – R$ 100

Categoria 65
1º ao 5º – R$ 200
6º ao 10º – R$ 150
11º ao 30º – R$ 100

Categoria MX Júnior
1º – R$ 600
2º – R$ 500
3º – R$ 300
4º – R$ 250
5º – R$ 200
6º ao 11º – R$ 150
12º ao 30º – R$ 100

Categoria MX Feminina
1ª – R$ 300
2ª – R$ 250
3ª – R$ 200
4ª à 11ª – R$ 150
12ª à 30ª – R$ 100

Categoria 50
1º ao 30º – R$ 100

Classificação do Brasileiro de Motocross 2010 após sete etapas

Categoria MX1
Categoria MX2
Categoria MX3
Categoria 65
Categoria 85
Categoria 230

Confira como foram as etapas anteriores do Brasileiro de Motocross 2010

7ª Etapa – 14 de novembro – Guará / Distrito Federal
6ª Etapa – 19 de setembro – Nova Friburgo / Rio de Janeiro
5ª Etapa – 15 de agosto – Canelinha / Santa Catarina
4ª Etapa – 18 de julho – Foz do Iguaçu / Paraná
3ª Etapa – 27 de junho – Quissamã / Rio de Janeiro
2º Etapa – 25 de abril – Carlos Barbosa / Rio Grande do Sul
1ª Etapa – 11 de abril – Siqueira Campos / Paraná

A oitava e última etapa do Campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2010 é uma promoção da Federação Paranaense de Motociclismo – FPRM, com a supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, e o patrocínio de Pro Tork e Rinaldi.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly