Marronzinho é campeão da Superliga de Motocross

Por Jorge Soares | Fotos por Maurício Arruda | 22 de novembro de 2010 - 9:54

Na corrida mais esperada da última etapa da Superliga Brasil de Motocross, a vitória na MX1 foi do catarinense João Paulino ‘Marronzinho’ da Silva Jr. O campeão foi pressionado até o fim da prova pelo paranaense Leandro ‘Nando’ Silva, mas conseguiu finalizar na primeira posição e ficar com o título, neste domingo, 21 de novembro, em Poços de Caldas, Minas Gerais. “Esta conquista é resultado do trabalho desse ano inteiro. Em decisões como essa, a experiência faz a diferença entre os competidores”, afirmou Marronzinho.

Categoria MX1
Wellington Garcia saiu na frente após a largada, porém foi ultrapassado por ‘Marronzinho’, e em seguida por Leandro Silva, que assumiram a ponta da bateria. A briga pelo título da MX1 ficou entre os dois competidores, que abriram distância dos demais pilotos. A corrida terminou com Marronzinho no primeiro lugar, seguido de Leandro Silva e Wellington Garcia.

Largada da categoria MX1 em Poços de Caldas

Largada da categoria MX1 em Poços de Caldas

Marronzinho chorou ao comemorar o título com o seu pai

Marronzinho chorou ao comemorar o título com o seu pai

Categoria MX2
Apesar do título já decidido na MX2 – conquistado por Swian Zanoni na etapa de Canelinha (SC) -, a disputa da categoria foi emocionante. No início da corrida, Hector Assunção assumiu a ponta da prova e permaneceu na liderança até a terceira volta, quando caiu em uma curva. Em seguida, Jean Ramos passou para a primeira posição e se manteve no posto boa parte da bateria, mas nos instantes finais foi ultrapassado por Wellington Garcia, que venceu a corrida. Rafael Faria ficou com a terceira colocação. “O ano de 2010 foi complicado para mim, por causa das lesões que sofri. Mas essa conquista é resultado dos treinos que venho fazendo. Quero agradecer a minha equipe e a todos que confiaram em mim”, disse Wellington.

Wellington Garcia venceu a última etapa da categoria MX2

Wellington Garcia venceu a última etapa da categoria MX2

Pódio da categoria MX2 em Poços de Caldas

Pódio da categoria MX2 em Poços de Caldas

Categoria MX Júnior
Anderson Amaral se sagrou campeão na MXJr. por uma diferença de apenas três pontos do segundo colocado na classificação, Endrews Armstrong, que competiu com o pulso direito machucado. “Trabalhei bastante neste ano, pensando no campeonato. Estou muito feliz com este resultado, mesmo tendo feito uma corrida difícil”, contou o campeão, que disparou na frente no começo da prova e se manteve na posição até o final. Leonardo Lizott chegou no segundo lugar, seguido de Kaio Miranda.

O paulista Gustavo Pessoa é piloto da equipe Fox / Honda

O paulista Gustavo Pessoa é piloto da equipe Fox / Honda

Categoria MX3
O paranaense Davis Guimarães conquistou o título da MX3 com a terceira colocação na bateria. “Foi um ano de muito trabalho. Estou muito feliz com esse resultado, pois é um sonho ganhar em uma competição como esta de nível nacional”, disse Davis. O catarinense Milton Becker “Chumbinho”, que venceu a prova, assumiu a liderança logo após a largada e permaneceu na posição até o final da bateria. Cristiano Lopes chegou a se aproximar do primeiro colocado, mas não conseguiu ultrapassar Chumbinho e terminou a prova no segundo lugar.

Largada da categoria MX3 com Chumbinho e Davis na ponta

Largada da categoria MX3 com Chumbinho e Davis na ponta

Davis comemorou o título no salto de chegada da categoria MX3

Davis comemorou o título no salto de chegada da categoria MX3

Categoria MX4
Wellington Valadares se sagrou campeão na MX4 com a segunda colocação na prova. “Fiquei vários anos afastado do motocross e voltar com a conquista de um campeonato é muito bom. Eu continuarei apoiando iniciativas como a criação da MX4”, comentou Valadares. O pernambucano Júlio Xavier chegou na primeira posição na prova. O terceiro lugar ficou com o mineiro Dário Júnior.

Categoria CRF230
O título na CRF-230 foi para Nivaldo Viana, que chegou na segunda posição da corrida. “Essa bateria foi muito difícil. Estou muito contente com este resultado. Quero parabenizar a minha equipe e a Superliga Brasil de Motocross pela competição. Agora é só festa”, comemorou. Nivaldo saiu na frente no início da prova, mas Ismael Rojas se aproximou para entrar na briga pela liderança. Ismael conseguiu ultrapassar o ponteiro e ficou com a primeira posição. O paulista Marcelo de Souza conquistou a terceira colocação.

Pódio da categoria CRF230 em Poços de Caldas

Pódio da categoria CRF230 em Poços de Caldas

Categoria 65
O paulista Djalma Brito levou o título do campeonato na 65cc. O piloto, que estava no segundo lugar desde o início da prova, cometeu um erro quando se aproximava do líder e caiu algumas posições, mas conseguiu se recuperar e retornou a segunda posição. Carlinhos Evangelista foi o vencedor da corrida e subiu ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez no campeonato. O paranaense Daniel Reichardt conquistou a terceira posição.

Pódio da categoris CRF230 em Poços de Caldas

Pódio da categoria CRF230 em Poços de Caldas

Resultado da sétima etapa da Superliga de Motocross

Categoria MX1
Categoria MX2
Categoria MX Júnior
Categoria MX3
Categoria MX4
Categoria CRF230
Categoria 65

Classificação da Superliga de Motocross após sete etapas

Categoria MX1
Categoria MX2
Categoria MX Júnior
Categoria MX3 (não disponível)
Categoria MX4
Categoria CRF230 (não disponível)
Categoria 65

A Superliga Brasil de Motocross tem patrocínio da Honda, Mobil e Aymoré Financiamentos, com co-patrocínio da Pirelli, Consórcio Nacional Honda, Diafrag e apoio da Prefeitura de Poços de Caldas, NovaCar Ford e rádio Jovem Pan

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly