Cidade é o novo campeão do Catarinense na MX1 e MX2

Por Bárbara Sales | Fotos por Gerson Coas | 12 de dezembro de 2010 - 22:07

Anderson Cidade é o grande campeão da temporada 2010 do Campeonato Catarinense de Motocross. Correndo em casa, o piloto natural de São José, conquistou os títulos das duas principais categorias da competição, a MX1 e a MX2. A sexta e última etapa do campeonato foi realizada na tarde deste sábado, 11 de dezembro, na pista do motódromo Pedra Branca, no bairro Potecas, em São José, Santa Catarina.

Na MX1 Anderson largou na frente e venceu de ponta a ponta seguido por seus companheiros de equipe João Paulo Feltz e Gabriel Gentil.

Largada da categoria MX1 em São José

Largada da categoria MX1 em São José

Já na MX2 ele teve que superar João Paulo, com quem disputava o título, e Gabriel, até assumir a primeira posição e abrir uma boa vantagem até a bandeirada final. “Esses títulos são resultado de um excelente trabalho da equipe Yamaha/Geração e a consequência vem dentro das pistas. Foi um ano de adaptação, mas com excelentes resultados. No ano passado tive vários problemas e esse ano eu consegui fazer uma temporada que acabei sendo coroado com dois títulos”, disse o campeão Anderson.

João Paulo é piloto da equipe oficial Geração / Yamaha

João Paulo é piloto da equipe oficial Geração / Yamaha

Para Richard Berois a bateria da MX3 não poderia ter começado melhor. Ele largou na frente e disparou, enquanto o seu principal concorrente na busca pelo título, Erivelto Nicoladelli, ficou no meio do pelotão, fechando a primeira passagem na quinta colocação. E aí Erivelto precisou acelerar para recuperar terreno. Infelizmente na sétima volta a prova foi interrompida para atendimento médico. O motivo: ao mandar o triplo Richard aterrissou na moto de Rogério Schimitt (MX4) que estava caído na recepção do salto. Com a pancada o piloto perdeu os sentidos, foi removido para o hospital local e mais tarde encaminhado para uma clínica de traumatismos. Ele continua internado. Como prevê o regulamento foi computado o resultado da volta anterior à bandeira vermelha. Richard é o campeão.

Richard conquistou o título de campeão na categoria MX3

Richard conquistou o título de campeão na categoria MX3

Pela MX4 Mirko dos Santos conquistou o título de campeão com a segunda colocação, já que ele disputava diretamente com Rogério, que naquele momento ocupava a quarta colocação. “Levei azar nas primeiras etapas, mas a sorte que faltou no começo veio agora. Consegui terminar a frente do Rogério e ficar com o título. Agora é só comemorar”, disse Mirko. Quem venceu a bateria foi Ingo Gielow Júnior.

No ano de sua estreia com as motos grandes Venício Voigt levou o título da categoria Intermediária após uma intensa disputa com Samuel Pacheco, seu principal adversário na busca pelo troféu de campeão. Os dois andaram praticamente juntos em boa parte da prova, e o campeonato só foi decidido na bandeirada final, com Venício em segundo e Samuel chegando logo atrás, na terceira colocação. O vencedor da bateria foi Maicon Frena, de ponta a ponta. “Meu último título estadual foi em 2007, no supercross na categoria 65. Comecei a andar de 250 esse ano. Vim para o campeonato e consegui bons resultados. Estou muito feliz com o título e quero dedicá-lo aos meus pais por me proporcionarem a oportunidade de fazer o que mais gosto, que é andar de moto”, disse o campeão.

Venício voltou a conquistar um título do catarinense em 2010

Venício voltou a conquistar um título do catarinense em 2010

Germano Vandressen venceu a prova da categoria Nacional, mas quem conquistou o título foi o piloto de Pinhalzinho, Vinicius Nalin, que terminou a prova na segunda colocação. Eduardo Rosing foi o terceiro colocado e ficou com o vice-campeonato. “Foi uma temporada difícil. A maioria das etapas foi distante de casa, mas felizmente deu tudo certo e conquistei o título”, analisou Nalin.

Rodrigo Riffel finalizou a prova na segunda colocação e confirmou o título da categoria 85. Hallex Dalfovo foi o vencedor da bateria. José Brayan (65) e Thiago Brenner (50) venceram e levaram os títulos de suas categorias. Thiago foi o único com 100% de aproveitamento.

Rodrigo é o campeão do Catarinense de Motocross 2010 na 85

Rodrigo é o campeão do Catarinense de Motocross 2010 na 85

Bryan é o campeão do Catarinense de Motocross 2010 na 65

Bryan é o campeão do Catarinense de Motocross 2010 na 65

Thiago é o campeão do Catarinense de Motocross 2010 na 50

Thiago é o campeão do Catarinense de Motocross 2010 na 50

Resultado da sexta etapa do Campeonato Catarinense de Motocross 2010

Categoria MX1

Pos Num Nome Tempo
1 20 Anderson Cidade 29:33.132
2 25 Joao Paulo Feltz 4.273
3 29 Gabriel Gentil 1:13.763
4 40 Victor Feltz 1 Volta
5 48 Erivelto Nicoladelli 1 Volta
6 714 Felipe Mallon 1 Volta
7 232 Carlos Eduardo Coelho 2 Voltas
8 177 Gabriel Zilário Claudino 2 Voltas
9 554 Eduardo de Lavi 3 Voltas
10 920 Cidnei Estevão Felisbino 5 Voltas

Categoria MX2

Pos Num Nome Tempo
1 20 Anderson Cidade 28:30.609
2 29 Gabriel Gentil 12.070
3 25 Joao Paulo Feltz 22.916
4 112 Endrews Armstrong 50.920
5 40 Victor Feltz 1:04.489
6 554 Marcelo Maziero 1 Volta
7 714 Felipe Mallon 1 Volta
8 23 Marcos Paulo Holtman 1 Volta
9 177 Gabriel Zilário Claudino 2 Voltas
10 552 Heitor Daniel Cardoso 3 Voltas

Categoria MX3

Pos Num Nome Tempo
1 46 Richard Berois 10:56.990
2 48 Erivelto Nicoladelli 21.305
3 232 Carlos Eduardo Coelho 25.359
4 311 Mauricio João Lohn 32.179
5 12 Rodrigo Knoll 1 Volta
6 75 Robert Etzold 1 Volta
7 920 Cidnei Estevão Felisbino 1 Volta
8 3 Cleber Gomes Cardoso 1 Volta
9 168 Gilmar Meneghini 2 Voltas

Categoria MX4

Pos Num Nome Tempo
1 117 Ingo Gielow Junior 12:08.550
2 33 Mirko André dos Santos 1 Volta
3 25 Moacir Silveira Junior 1 Volta
4 49 Rogerio Schmitt 1 Volta
5 40 Arno Carvalho Junior 1 Volta

Categoria Intermediária

Pos Num Nome Tempo
1 361 Maicon Frena 19:55.740
2 111 Venicio Voigt 0.821
3 65 Samuel Pacheco 1.245
4 92 Rafael Knoll 53.161
5 554 Eduardo de Lavi 1:02.483
6 177 Gabriel Zilário Claudino 1:07.092
7 3 Hallex Dalfovo 1:27.946
8 102 Caio Lucas Moreira de Aguiar 1:46.958
9 552 Heitor Daniel Cardoso 1 Volta
10 218 Paulo de Pieri 1 Volta
11 28 Ivan Cesar Sardagna 1 Volta
12 34 Uesley Tonolli 1 Volta
13 27 Luiz Carlos May Junior 2 Voltas
14 715 Arthur Guimaraes 3 Voltas

Categoria Nacional

Pos Num Nome Tempo
1 719 Germano Vandresen 16:04.229
2 262 Vinicius Nalin 6.742
3 89 Eduardo Rosing 13.639
4 200 Ricardo Eucário Kades 38.012
5 97 Vinicius Rosa 42.091
6 96 Rodrigo Montagna 42.221
7 16 Preslei de Carli 1:21.253
8 72 Agenor Varela 1 Volta
9 55 Lissandro Arrussul Jacques 1 Volta
10 67 Leandro Arrussul Jacques 1 Volta
11 29 Edipo Felipe da Silva 1 Volta

Categoria 85

Pos Num Nome Tempo
1 3 Hallex Dalfovo 15:30.598
2 500 Rodrigo Riffel 7.495
3 98 José Brayan 10.140
4 43 Guilherme Faval 49.526
5 89 Luciano Oriano Jr 51.324
6 28 Kaue Vieira 1:49.634
7 45 Leonardo de Souza 1 Volta
8 57 Henrique Schmitt 1 Volta
9 96 Marcelo Andrei Galando Junior 2 Voltas
10 80 Alexandre Holtman 2 Voltas

Categoria 65

Pos Num Nome Tempo
1 44 José Brayan 17:25.947
2 45 Leonardo de Souza 44.201
3 74 Leonardo Simas Machado 44.525
4 34 Wagner da Silva Oliveira 1:15.971
5 72 Joao Gabriel da Veiga 1:48.797
6 728 Thiago Brenner 1 Volta

Categoria 50

Pos Num Nome Tempo
1 6 Thiago Brenner 11:54.479
2 100 Rian Fischer 16.028
3 99 Antony Maso 17.270
4 805 Bernardo de Moura Zappellini 41.935

Compartilhe este conteúdo

Comentários

paulo disse:

e verdade a copa verao sobre rodas coloca mais pilotos nas provas que os dois campeonatos juntos.

ederson disse:

Twitter: edermanus
nao ta muito diferente do gaucho….acho uma vergonha?dai que devem achar do nosso….

paulo disse:

que campeonato e esse com 4,5,6e9 motos por categoria cade os pilotos.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly