Foto Histórica Mundocross

Por Jorge Soares | Foto por Divulgação | 07 de Fevereiro de 2011 - 11:56

Largada da categoria 125 na etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross de 1983 na cidade de Londrina, no Paraná. Em primeiro plano o gaúcho Angelo Scelzo, numeral 53, que era piloto da equipe semi-oficial Odomo / Honda. Número 3 é o paulista Álvaro Cândido Filho, o ‘Paraguaio’. O número 1 é o gaúcho Pedro Bernardo Raymundo, o ‘Moronguinho’. E o número 14 é o falecido piloto da Paraíba, Ylton Veloso Cavalcanti, o ‘Paraibinha’.

Angelo Scelzo, Paraguaio, Moronguinho e Paraibinha

Angelo Scelzo, Paraguaio, Moronguinho e Paraibinha

Compartilhe este conteúdo

Comentários

DIÓRGENES "CHINA" disse:

só acompanhei a carreira do paraibinha pelas revistas nos anos 80 eu comprava todas. mas em 84 teve uma prova de especial e nacionais (dts xls etc.) aqui na cidade e o paraibinha não correu(havia operado o joelho) veio para dar uma força na organização da prova e apoiar seu irmão que iniciava na: estreantes e novatos,ví quando ele saiu calmamentecom a cr250 pra dar uma esticada acertar a moto e derrepente uma senhora ameaçou de cruzar seu caminho ele com toda a gentileza que não aparecia nas revistas parou.sorriu e cavalheiramente deu preferencia a senhora.então é essa a lembrança que guardo dele um excelente piloto.puro muito gentil e de uma educação impar,

niwuan disse:

tive a felicidade de velo acelerar em venancio aires rs (1986), o paraiba será sempre uma grande fera do motocross para mim; valeu (PARAIBINHA).

DJ Carioca disse:

Bela homenagem ao Paraibano Ylton Veloso C. Filho
que participou do 1° holywood

(79)9900 4287 (vivo)
(79)9118 2938 ( tim )
[email protected]

Alessandro Barros disse:

foi na prova que aconteceu aqui em joão pessoa organizada pelo meu eterno idolo Paraibinha, e a participação de Angelo Scelzo Paraguaio Badeco e Nivanor, que o motocross passou a fazer parte da minha vida primeiro como Piloto Campeão e hoje presidente da Federação da Paraiba abraços

humberto disse:

tive a oportunidade de vê-lo acelerar apenas uma vez numa corrida em campina grande,fantastica a tocada dele,uma pena ter ido tão cedo!

Emanuel disse:

Até eu que não faço parte do mundo do motocross lembrei dele. Morava em frente ao cemitério onde ele está enterrado e vi a grande a homenagem que foi feita a ele em seu enterro.

na epoca eu era crianca e meu tio ja era fan do paraibinha e contava de suas corridas e feitos obg por lembrar

daniel moura disse:

paraibinha fora de serie!!!!!!!!!esse ainda se fala no sul sobre humildade e andava muito!!!!1

ricardo dias disse:

Parabéns por lembra dessa epoca já q traz grandes lembraças do nosso amigo (paraibinha) um braço, Jorge !!!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly