Equipes e pilotos Motocross Brasileiro 2011

Por Jorge Soares | Foto por Divulgação | 11 de fevereiro de 2011 - 9:17

Assim como nos anos anteriores, o site Mundocross está publicando a lista das equipe e pilotos já confirmados para a temporada 2011 do Motocross Brasileiro. Muitas equipes já estão definidas para a temporada 2011 do Motocross Brasileiro, principalmente as equipes satélites da Honda, e também a equipe oficial da marca.

Os irmãos Marcello ‘Ratinho’ Lima e Eduardo ‘Dudu’ Lima vão continuar no esquema que deu certo em 2010, correndo pela Kawasaki do Brasil com patrocínio da Vaz e Rinaldi. O chefe da equipe oficial Kawasaki é o pai deles, Gui Lima. A Pro Tork anunciou até o momento o campeão Brasileiro e da Superliga de Motocross, o paranaense Davis Guimarães, devendo anunciar novos nomes nas próximas semanas.

Gui Lima é o chefe da equipe oficial Vaz / Rinaldi / Kawasaki

Gui Lima é o chefe da equipe oficial Vaz / Rinaldi / Kawasaki

Por outro lado alguns pilotos estão correndo atrás para tentar fechar os patrocínios e os orçamentos para a temporada nacional que começará em abril. A equipe Honda irá anunciar na próxima terça-feira, 15 de fevereiro, as suas equipes satélites e a oficial para a temporada 2011 do Motocross brasileiro.

A apresentação dos pilotos, bem como da estratégia de competições e promoções serão apresentados às 18:30 horas da próxima terça-feira, na Honda, no bairro de Santo Amaro, na capital de São Paulo. Hoje, sexta-feira, os pilotos oficiais da Honda estão no Centro de Treinamento da Honda – CTH, em Indaiatuba, para produção de fotos e vídeos para serem enviados para a imprensa na terça-feira.

A grata surpresa é que a Honda está lançando as suas equipes com uma boa antecedência em relação ao início dos campeonato nacionais, e isto merece um elogio, pois dá mostras de profissionalismo.

Swian Zanoni
O mineiro Swian Zanoni Coelho Gomes, estará indo morar na Europa para competir na temporada 2011 do campeonato Mundial de Motocross MX2 num esquema com a equipe italiana Martin Racing / Honda. A ida de Swian para o Mundial de Motocross está sendo viabilizada pela Honda do Brasil. O piloto sofreu um revés na sua pré temporada, mas segundo ele mesmo passou para o Mundocross, até o final do mês ele estará totalmente recuperado da cirurgia. Clique aqui e confira a matéria sobre a lesão de Swian.

Jorge Balbi Jr.
O piloto mineiro Antonio Jorge Balbi Jr., que está correndo no AMA Supercross Lites Oeste como preparação para a temporada 2011, deve mesmo correr pela equipe a 2B Duracell Racing, da qual ele é sócio, nas categorias MX1 e MX2 nos principais campeonatos de Motocross e Supercross no Brasil. Foi tentado contato com a assessoria do piloto e com o próprio Balbi, mas não houve a confirmação, sendo que a equipe deverá apresentar nas próximas semanas os seus patrocinadores para 2011. Enquanto isto Balbi segue fazendo a sua pré temporada na Califórnia, nos Estados Unidos.

Início dos campeonatos nacionais
O campeonato Brasileiro de Motocross está programado, assim como nas últimas temporadas, para ser disputado em oito etapas durante o ano. No dia 24 de fevereiro a CBM realizará em Caldas Novas, Goiás, uma convenção com as Federações, quando deverão ser definidas as cidades que receberão o campeonato 2011, sendo que a etapa de abertura está marcada para o dia 3 de abril, em cidade a ser definida.

Já a Superliga de Motocross terá cinco etapas no primeiro semestre, começando no dia 17 de abril em Poços de Caldas. No Arenacross a previsão são de seis etapas no segundo semestre, começando no dia 23 de julho, em Ribeirão Preto. Já no Brasileiro de Supercross, a CBM agendou dois finais de semana no final do ano para este campeonato. Confira agora as equipe e pilotos já confirmados para a temporada 2011.

Equipes e pilotos já confirmados para o Motocross Brasileiro 2011

Team Honda Racing
João Paulino da Silva Jr. – 11 – Categorias MX1/MX2
Leandro Silva – 14 – Categorias MX1/MX2
Jean Ramos – 18 – Categorias MX1/MX2
Wellington Garcia – 21 – Categorias MX1/MX2
Chefe de equipe : Wilson Yasuda

Pro Tork Racing Team
Davis Guimarães – 1 – Categoria MX3
Chefe de equipe : Marlon Bonilha

Dunas Team / Brasil Racing / Honda
Endrews Armstrong – Categoria MX2
Rafael Faria – Categoria MX2
Pedro Bueno – Categoria 85
Chefe de equipe : Marcus ‘Mala’ Vinicius

MX Parts / LS Racing / Honda
Humberto Martin – Categoria MX2
Gabriel Gentil – Categoria MX1
Leonardo Lizott – Categoria MX2
Chefe de equipe : Elievan Júnior

Vaz / Rinaldi / Kawasaki
Marcello Lima – 38 – Categoria MX1
Eduardo Lima – 338 – Categoria MX1
Chefe de equipe : Gui Lima

2B Duracell Racing
Adam Chatfield – Categorias MX1 / MX2
Mariana Balbi – Categorias MX3 / MX1
Chefe de equipe : Jorge Balbi

KTM / Fox / Mega Energy
Thales Vilardi – Categorias MX1 / MX2
Chefe de equipe : Schell Vilardi

HP Racing / Moto Litoral / Mormaii / Dash
Higor Passos – Categorias MX1 / MX2
Chefe de equipe : Toninho Passos

Mira-X / Honda
Kaio Miranda – Categoria 85
Anderson Amaral – Categoria MX2
Chefe de equipe : Cesar Miranda

Pinho Yamaha / Pinho Chevrolet / Brasil Racing
João Pedro Pinho Ribeiro – Categoria MX2
Chefe de equipe : Delo Ribeiro

Léo Motos / Pirelli / Freeday
Léo Lopes – Categoria MX4
Enzo Lopes – Categorias 65 / 85
Chefe de equipe : Léo Lopes

Casa de Máquina KTM / Pro Race Suspensões
Jethro Feula – Categorias MX1 / MX2
Chefe de equipe : Rodrigo Gonçalves

IMS / Honda
Stephany Serrão – Categoria 85
Thiago Formhel – Categoria 85
Rafael Zenni – Categoria MX1
Chefe de equipe : Wellington Valadares

Itamaracá / Honda
Roosevelt Assunção – Categoria MX1
Gustavo Pessoa – Categoria 85
Chefe de equipe : Maura Pessoa

Farover Tratamento de Resíduos
Janaína Todeschini – Categoria Feminina
Chefe de equipe : Valter Todeschini

Holeshot Racing / Moto Litoral / Honda
Roger Hoffmann – 41 – Categoria MX1
Chefe de equipe : Lauro Hoffmann

Móveis Viecelli Racing Team
João Pedro Viecelli – 934 – Categoria MX2
Chefe de equipe : Ademir Viecelli

Expresso Sul Transportes / Cetric / Concrebal / MotoJeans Yamaha
Arthur Todeschini – Categoria 65
Chefe de equipe : Ademir Todeschini

Kawasaki Racing
Djalminha Brito – Categoria 65
Chefe de equipe : Djalma Brito

Flying Racing / Yamaha
Massou Nassar – Categorias MX1 e MX3

Morangos Galiotto / All Need Energy
Marcelo Galiotto – 710 – Categoria MX1
Rodrigo Galiotto – 720 – Categoria MX1

Mastter Moto / Honda
Hugo Amaral – 57 – Categoria MX2

Cerais Basso
Maiara Basso – Categoria Feminina
Lucas Basso – Categoria MX2
Mateus Basso – Categoria MX2

Revenda Moto-X Yamaha / Race Tech / Motorex
Raul Guilherme – Categorias MX1 / MX2

Circuit / Honda
Gustavo Amaral – Categoria MX1

Rinaldi
Gabriel Della Flora – Categoria 65

MG Plast / MRPró
Renato Muguinho Paz – Categorias 65 / 85

Compartilhe este conteúdo

Comentários

sergio cardoso disse:

gostaria que voce tivessem mais atencao pelo piloto mineiro de vicosa-mg ,Denis almeida ,campeao brasileiro e premiado com guidão de ouro e um rapaz de 18 anos tem futuro ,falta so alguem da uma ajuda que ele mostra suas qualidade ,caso voce possa ajudar o rapaz ,por favor me liga ou me made um email . muito obrigado sergio cardoso 031 9654 5842

Olvanio Fischer disse:

Twitter: FISCHER
OLA TIAGO !!
O SCOTT NÃO VAI CORRER EM 2011 POR NEM UMA EQUIPE !!!
ELE VOLTOU PARA OS EUA !! VAI SER CONTRUTOR DE PISTAS DE CROSS !!!

Tiago disse:

Olá pessoal, e o atual campeão Brasileiro MX1 e MX2, Scott vai correr por qual equipe??????? Abçs!!!

Jesus disse:

A CADA ANO QUE PASSA VE-SE O NUMEROS DE EQUIPES E PILOTOS
DIMINUIREM, INCENTIVO QUASE QUE NADA, MUITOS ANDAM EXPOE
MARCAS TOTALMENTE DE GRAÇA, DAQUI UM TEMPO CABERA TODOS
NUMA KOMBI, PELO MENOS O CUSTO SERA MENOR, POR ISSO O N.
DE PILOTOS NAS PROVAS PIRATAS CRESCEM.

Jorge Soares disse:

Twitter: mundocross
Oi Vini !!

Valeu ai pela dica, e como a apresentação oficial da equipe será na próxima terça, vamos deixar o nome do Hector de fora e ver onde ele se encaixará em 2011, blz.

Falowwww

Jorge

Jorge Soares disse:

Twitter: mundocross
Oi Renato !!

Em cima do teu comentário, foi acrescido ali no texto a explicação do porque do nome do Balbi naum ter constado em nenhuma equipe, blz.

Falowwww

Jorge

vinicius disse:

Hector Assunção está na equipe oficial Honda!
Ele ficará no lugar do Swian Zanoni.

Cristiano Lopes continua na IMS/Honda pra andar na MX3

Renato disse:

O Balbi nao vai correr o brasileiro esse ano nao?
Porque pelo que percebi o nome dele nao esta em nenhuma equipe

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly