Perspectiva 2011 – Gustavo Takahashi

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 11 de Fevereiro de 2011 - 7:44

Nem só de Motocross vive o homem !! E partindo deste princípio, o paulista Gustavo Takahashi resolveu, além de correr de Motocross, também trilhar pelo lado da música, algo que ele começou não faz muito tempo, mas que ele tem curtido muito fazer.

Como a vida de piloto de Motocross no Brasil não é fácil, pois ainda engatinhamos rumo ao profissionalismo, neste momento o caminho da música está dando mais prazer ao Taka, do que o Motocross. Pois em todas as temporadas do Motocross Brasileiro é a mesma procissão nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, com os pilotos tendo que encarar verdadeiras romarias atrás de equipes e patrocinadores.

Mas como o assunto aqui é a Perspectiva do Taka, vamos deixar este assunto de gestão do Motocross no Brasil para uma outra matéria. Saiba agora com exclusividade aqui no Mundocross a Perspectiva 2011 do paulista Gustavo Takahashi.

Takahashi ainda não definiu seu futuro no Motocross em 2011

Takahashi ainda não definiu seu futuro no Motocross em 2011

Placa de 5 segundos no ar, largou :

Mundocross – Gustavo, faça uma avaliação da tua temporada em 2010 ?

Gustavo Takahashi – Tive um início bom apesar da adaptação na 450. Conseguia ser muito rápido, porém, pouco resistente. Conseguia sempre uma largada boa e cansava no final. Consegui dois bons resultados em baterias do campeonato Arenacross, com uma bateria em terceiro, e em outra etapa consegui em uma bateria o quarto lugar.

Mundocross – Para a temporada de 2011 você planeja participar de quais campeonatos estaduais e nacionais, e em quais categorias ?

Gustavo Takahashi – Ainda não tenho nada definido de como será o ano de 2011 para mim no Motocross.

Mundocross – Sobre a sua pré-temporada, o que você tem feito projetando 2011 ?

Gustavo Takahashi – Treinos com moto e preparação física.

Mundocross – Você está ou pretende participar de algum campeonato de verão tendo como objetivo reforçar os treinos de pré-temporada ?

Gustavo Takahashi – Pretendo participar da Copa Verão de Motocross em São Paulo, na qual  fui o campeão no ano passado

Mundocross – Quais patrocínios e apoios que você já tem fechado para 2011 ?

Gustavo Takahashi – Nenhum.

Mundocross – Agora a palavra e o espaço são seus.

Gustavo Takahashi – Eu só gostaria de agradecer a toda minha família que sempre me apoiou no esporte e todos que acreditaram em mim até agora. Espero conseguir algum patrocínio para esse ano, pois quero muito andar de moto e mostrar meu potencial dentro das pistas. Quero aproveitar este espaço aqui para divulgar minha banda de pop-rock, que se chama No Bangs.

Estamos lançando mais um clipe gravado profissionalmente, que já está neste site com a música ‘Bailarina’. A música é um outro dom meu que descobri não faz muito tempo e estou apostando muito nele também . Um grande abraço e um muito obrigado a toda equipe do Mundocross que faz um ótimo trabalho de divulgação do esporte, além de outras coisas também.

Gustavo Takahashi é baterista da banda No Bangs

Gustavo Takahashi é baterista da banda No Bangs

Perfil do piloto Gustavo Takahashi

Nome completo : Gustavo Vieira Bonaventura Takahashi
Data de nascimento : 23 de outubro de 1992
Cidade onde nasceu : São Paulo – SP
Cidade onde mora : Caieiras – SP
Apelido : Espiguinha e Taka
Moto atual : Honda CRF 250 2009
Principal título : Vice-campeão Brasileiro Júnior 2009
Ídolo no Motocross Brasileiro : Jorge Balbi Jr.
Ídolo no Motocross Internacional : Ryan Villopoto
Pista favorita em São Paulo : Indaiatuba
Pista favorita no Brasil : Canelinha
Comida favorita : Strogonoff
Bebida favorita : Sucos naturais
Comida antes das corridas : Massa
Bebida nas corridas : Gatorade e água
Lazer preferido : Sair com os amigos
Esporte preferido fora o Motocross : Kart
E-mail : [email protected]
Site : www.myspace.com/nobangs
MSN : [email protected]

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly