AMA Supercross 2011 – 6ª etapa – Houston

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Steve Giberson | 13 de fevereiro de 2011 - 19:31

Neste sábado o AMA Supercross 2011 seguiu para o Estado do Texas. A prova de Houston, disputada no Reliant Stadium, sexta etapa do campeonato, é outra corrida com tradição no calendário já há muitos anos. Na principal categoria, a Supercross, tivemos uma corrida emocionante, com o piloto americano Trey Canard conquistando a primeira vitória de sua carreira na elite do Supercross mundial.

K-dub liderou as primeiras 10 voltas mas um tombo o tirou da corrida

K-dub liderou as primeiras 10 voltas mas um tombo o tirou da corrida

E deu uma reviravolta na classificação do campeonato, graças a péssima noite do até então líder do campeonato James Stewart. Na categoria Supercross Lites, está foi à etapa de abertura da costa Leste, e quem saiu vitorioso foi o jovem Justin Barcia, após uma batalha inicial contra o piloto Dean Wilson. Confira agora aqui no Mundocross como foi a etapa deste sábado, 12 de fevereiro em Houston…

Categoria Supercross Lites costa Leste

Na largada, Dean Wilson da equipe semi-oficial Monster / Pro Circuit / Kawasaki fez o holeshot e saiu na frente, sendo perseguido de perto por Justin Barcia da equipe semi-oficial Geico Powersports / Honda. Muitos pilotos sofreram tombos na primeira curva após a largada. Na segunda volta, Barcia ultrapassa Wilson e assumiu a primeira posição, mas o piloto da Kawasaki deu o troco logo em seguida e recuperou a liderança.

Confusão na primeira curva da largada do Main Event da Lites Leste

Confusão na primeira curva da largada do Main Event da Lites Leste

Malcolm Stewart fez o holeshot mas na confusão ficou para trás

Malcolm Stewart fez o holeshot mas na confusão ficou para trás

Ainda na metade da primeira volta, Malcolm Stewart e PJ Larsen brigavam pela terceira posição, mas acabaram se enroscando e os dois foram para o chão. Barcia e Wilson brigavam por cada metro da pista, e mesmo assim sofreram aproximação de Blake Wharton, companheiro de equipe de Barcia. Barcia e Wilson continuavam brigando e se tocando em algumas situações e trocaram mais uma vez de posição na liderança, enquanto Wharton se aproximava aos poucos. Barcia só conseguiu a ultrapassagem definitiva na sexta volta, quando abriu uma confortável vantagem sobre Wilson, se é que dá para chamar dois segundos de vantagem confortável !!!

Disputa entre Justin Barcia e Dean Wilson foi de arrepiar

Disputa entre Justin Barcia e Dean Wilson foi de arrepiar

Na sua estreia o irmão de James Stewart amargou um 14ª lugar

Na sua estreia o irmão de James Stewart amargou um 14ª lugar

Depois disso a única coisa interessante foi à disputa pela terceira posição entre Wharton e Ryan Sipes da equipe semi-oficial DNA Shred Stixs / Star Racing / Yamaha, que terminou com os dois pilotos no chão. Vitória de Barcia, com Wilson em segundo. Com a queda Wharton e Sipes perderam a terceira posição para Blake Baggett, companheiro de Wilson na Monster / Pro Circuit / Kawasaki.

Baggett ganhou a terceira posição no fim e subiu no pódio

Baggett ganhou a terceira posição no fim e subiu no pódio

Ryan Sipes acabou ganhando a disputa contra Blake Warthon

Ryan Sipes acabou ganhando a disputa contra Blake Warthon

Sipes finalizou em quarto e Ian Trettel da equipe semi-oficial Rockstar Energy Drink / Suzuki fechou os cinco primeiros. Wharton finalizou na sexta posição. Como esta foi à etapa de abertura, as mesmas posições se repetem na classificação do campeonato. Barcia é o líder, com Wilson em segundo, Baggett em terceiro, Sipes em quarto, Trettel em quinto e Wharton em sexto.

Justin Barcia venceu e confirmou o que a enquete já dizia

Justin Barcia venceu e confirmou o que a enquete já dizia

Wilson, Barcia e Baggett no pódio da SX Lites Leste em Houston

Wilson, Barcia e Baggett no pódio da SX Lites Leste em Houston

Antônio Jorge Balbi Jr.
Pelo fato de disputar a categoria Lites no campeonato da costa Oeste, o brasileiro folgou neste fim de semana das competições de Supercross, mas não das pistas, pois aproveitou para começar a treinar Motocross visando as competições nacionais aqui no Brasil.

Jorge Balbi Jr. voltará a pista no próximo sábado, em San Diego na Califórnia, quando o campeonato volta para a costa Oeste. E fica a dica aqui que a etapa de San Diego terá transmissão Ao Vivo e você poderá acompanhar aqui no site Mundocross à partir da 1 hora da manhã de domingo, dia 20 de fevereiro.

Resultado da Heat 1 da categoria Supercross Lites Leste
1. Justin Barcia
2. Malcolm Stewart
3. Nico Izzi
4. Blake Wharton
5. Taylor Futrell
6. AJ Catanzaro
7. Gannon Audette
8. Levi Kilbarger
9. Blake Baggett

Resultado da Heat 2 da categoria Supercross Lites Leste
1. Dean Wilson
2. PJ Larsen
3. Darryn Durham
4. Ryan Sipes
5. Jason Anderson
6. Ian Trettel
7. Matt Lemoine
8. Chris Gosselaar
9. Shawn Rife

Resultado da Last Chance da categoria Supercross Lites
1. Lance Vincent
2. Alex Martin

Resultado da primeira etapa da categoria Supercross Lites Leste
1. Justin Barcia (Honda)
2. Dean Wilson (Kawasaki)
3. Blake Baggett (Kawasaki)
4. Ryan Sipes (Yamaha)
5. Ian Trettel (Suzuki)
6. Blake Wharton (Honda)
7. Jason Anderson (Suzuki)
8. Lance Vincent (Honda)
9. Matt Lemoine (Kawasaki)
10. Alex Martin (Honda)
11. Chris Gosselaar (Suzuki)
12. Shawn Rife (Honda)
13. Gannon Audette (Yamaha)
14. Malcolm Stewart (Suzuki)
15. Nico Izzi (Honda)
16. AJ Catanzaro (Honda)
17. Taylor Futrell (Honda)
18. PJ Larsen (KTM)
19. Levi Kilbarger (Honda)
20. Darryn Durham (Honda)

Classificação da categoria Supercross Lites Leste após uma etapa
1. Justin Barcia – 25 pontos (1 vitória)
2. Dean Wilson – 22
3. Blake Baggett – 20
4. Ryan Sipes – 18
5. Ian Trettel – 16
6. Blake Wharton – 15
7. Jason Anderson – 14
8. Lance Vincent – 13
9. Matt Lemoine – 12
10. Alex Martin – 11 pontos

Categoria Supercross

Um enorme tombo coletivo na primeira curva após a largada derrubou o líder do campeonato James Stewart da equipe oficial San Manuel / Yamaha, o australiano Chad Reed da equipe privada Two Two Motorsports, e Justin Brayton da equipe oficial Muscle Milk / Toyota / Yamaha. No pelotão da frente, o veterano Kevin Windham da equipe semi-oficial Geico Powersports / Honda fez o holeshot e disparou na frente.

Foto um da sequência da largada da categoria Supercross

Foto um da sequência da largada da categoria Supercross

Foto dois da sequência da largada da categoria Supercross

Foto dois da sequência da largada da categoria Supercross

Windham foi seguido por Davi Millsaps da equipe Muscle Milk / Toyota / Yamaha em segundo, o australiano Brett Metcalfe da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki em terceiro, Trey Canard da equipe oficial Red Bull / Honda Racing em quarto, e o atual campeão Ryan Dungey da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki em quinto. Vice-líder do campeonato, Ryan Villopoto da equipe oficial Monster Energy / Kawasaki completava a primeira volta na 12ª posição.

Foto três da sequência da largada da categoria Supercross

Foto três da sequência da largada da categoria Supercross

Foto quatro da sequência da largada da categoria Supercross

Foto quatro da sequência da largada da categoria Supercross

Stewart era o 15º, Reed o 17º, e Brayton o 19º. Completadas as cinco primeiras voltas, Windham liderava com uma confortável vantagem de quatro segundos sobre Canard, que naquele momento era o vice-líder da corrida, com Millsaps em terceiro, Dungey em quarto e Metcalfe em quinto. Na sexta volta, James Stewart sofreu outro tombo ao se enroscar com o piloto Jason Thomas da equipe semi-oficial BTOSports.com / BBMX / Palmetto Suzuki.

Na primeira volta pela ordem: Windham, Metcalfe, Millsaps e Canard

Na primeira volta pela ordem: Windham, Metcalfe, Millsaps e Canard

Kevin Windham andou muito mas acabou caindo na décima volta

Kevin Windham andou muito mas acabou caindo na décima volta

Na 11ª volta Windham ainda era o líder, mas sofreu um forte tombo. Então Canard passou a liderar, com Dungey em segundo, Millsaps em terceiro, Metcalfe em quarto e Villopoto em quinto. Na 13ª volta a vantagem de Canard sobre Dungey era de cinco segundos. Mesmo assim, o piloto da Honda parecia cometer pequenos erros, enquanto Dungey adotava uma pilotagem mais agressiva.

Assim como seu irmão, Bubba fez uma péssima corrida em Houston

Assim como seu irmão, Bubba fez uma péssima corrida em Houston

Disputa entre os pilotos oficiais Brett Metcalfe e Trey Canard

Disputa entre os pilotos oficiais Brett Metcalfe e Trey Canard

Em virtude disso, na 15ª volta à diferença entre os dois já era menos de um segundo (pouco mais de 400 centésimos). Todos os olhares da multidão, que lotou o Reliant Stadium em Houston, estavam voltados agora para os dois primeiros colocados, Canard tentando a primeira vitória de sua carreira na principal categoria do AMA Supercross, e o atual campeão Dungey tentando conquistar sua primeira vitória em 2011 e com isto afastar o mau início de campeonato.

Na sua estreia Kenny Roczen ficou na frente do experiente Mike Alessi

Na sua estreia Kenny Roczen ficou na frente do experiente Mike Alessi

Ryan Villopoto finalizou em terceiro e saiu líder de Houston

Ryan Villopoto finalizou em terceiro e saiu líder de Houston

Na 18ª volta Dungey ultrapassou Canard, mas recebeu o troco do piloto da Honda logo em seguida. Na penúltima volta, Villopoto assumiu a terceira posição. Após vinte voltas, Trey Canard conquistou a primeira vitória de sua carreira na principal categoria do AMA Supercross. Dungey tentou a ultrapassagem na última curva antes do salto de chegada, finalizando apenas 186 centésimos de segundos, ou seja, colado em Canard na linha de chegada, como mostra a foto ali abaixo.

Andrew Short mais uma vez foi o melhor piloto da KTM na corrida

Andrew Short mais uma vez foi o melhor piloto da KTM na corrida

No final Dungey meteu forte pressão em cima de Canard

No final Dungey meteu forte pressão em cima de Canard

Villopoto completou o pódio em terceiro, Millsaps foi o quarto e Andrew Short da equipe oficial RedBull / KTM completou os cinco primeiros. Reed se recuperou até a sexta posição. O alemão Kenny Roczen da equipe oficial RedBull/ Teka / KTM, em sua primeira corrida na categoria principal, finalizou em sétimo. Stewart foi o 15º. Após o tombo, Windham abandonou a corrida, finalizando na penúltima posição (15º), com suspeita de fratura no ombro, mas exames preliminares não acusaram nada mais sério.

Canard ganhou por uma pequena margem em cima de Dungey

Canard ganhou por uma pequena margem em cima de Dungey

Villopoto, Canard e Dungey no pódio em Houston

Villopoto, Canard e Dungey no pódio em Houston

Mais um piloto entrou na briga pelo título
No campeonato, graças ao péssimo resultado de Stewart, Villopoto assumiu a liderança com nove pontos de vantagem sobre o piloto da Yamaha, 132 contra 123. Graças à vitória em Houston Canard assumiu a terceira posição com 112 pontos. O piloto da Honda é a grande surpresa do campeonato até aqui. Quando todos apostavam que a disputa pelo título ficaria fechada a Stewart, Reed, Villopoto e Dungey, Canard surge como um quinto homem entre os favoritos ao título.

E mesmo um pouco distante de Stewart e Villopoto na pontuação, mas como restam ainda onze etapa, tudo pode acontecer, e graças à boa pilotagem apresentada até agora, sendo que ao lado de Villopoto é o único que ainda não finalizou um main event fora dos cinco primeiros, Canard mostra que tem plenas condições de entrar mais a fundo na briga por vitórias e consequentemente do título também.

Nos pits em Los Angeles fui até os box da Honda e vi o Rei do Supercross Jeremy Mcgrath passando várias dicas para ele em uma longa conversa dos dois. Será que agora o jovem piloto está colhendo os frutos dos conselhos de Mcgrath ? Só o tempo vai dizer, mas pelo desempenho apresentado até agora, tudo indica que sim.

Voltando a classificação do campeonato, Reed caiu para a quarta posição com 105 pontos e está apenas quatro pontos na frente de Dungey, que fecha os cinco primeiros com 101 pontos. No próximo sábado, o AMA Supercross volta para a Califórnia, desta vez para o extremo sul, em San Diego, onde será disputada a sétima etapa do campeonato.

Resultado da Heat 1 da categoria Supercross
1. Ryan Dungey
2. Andrew Short
3. Trey Canard
4. Brett Metcalfe
5. Kevin Windham
6. Davi Millsaps
7. Tommy Hahn
8. Chris Blose
9. Weston Peick

Resultado da Heat 2 da categoria Supercross
1. James Stewart
2. Chad Reed
3. Ryan Villopoto
4. Kyle Regal
5. Ivan Tedesco
6. Ken Roczen
7. Mike Alessi
8. Justin Brayton
9. Nick Wey

Resultado da Last Chance da categoria Supercross
1. Vince Friese
2. Jason Thomas

Resultado da sexta etapa da categoria Supercross
1. Trey Canard (Honda)
2. Ryan Dungey (Suzuki)
3. Ryan Villopoto (Kawasaki)
4. Davi Millsaps (Yamaha)
5. Andrew Short (KTM)
6. Chad Reed (Honda)
7. Ken Roczen (KTM)
8. Brett Metcalfe (Suzuki)
9. Ivan Tedesco (Kawasaki)
10. Mike Alessi (KTM)
11. Tommy Hahn (Yamaha)
12. Nick Wey (Yamaha)
13. Justin Brayton (Yamaha)
14. Weston Peick (Yamaha)
15. James Stewart (Yamaha)
16. Kyle Regal (Yamaha)
17. Vince Friese (Yamaha)
18. Chris Blose (Kawasaki)
19. Kevin Windham (Honda)
20. Jason Thomas (Suzuki)

Classificação da categoria Supercross após seis etapas
1. Ryan Villopoto – 132 pontos (duas vitórias)
2. James Stewart – 123 (três vitórias)
3. Trey Canard – 112 (1 vitória)
4. Chad Reed – 105
5. Ryan Dungey – 101
6. Andrew Short – 80
7. Brett Metcalfe – 80
8. Justin Brayton – 65
9. Davi Millsaps – 62
10. Kevin Windham – 61 pontos

Calendário do AMA Supercross 2011
7ª Etapa – 19 de fevereiro – San Diego / Califórnia (Qualcomm Stadium)
8ª Etapa – 26 de fevereiro – Atlanta / Georgia (Georgia Dome)
9ª Etapa – 5 de março – Daytona / Flórida (International Speedway)
10ª Etapa – 12 de março – Indianapolis / Indiana (Lucas Oil Stadium)
11ª Etapa – 19 de março – Jacksonville / Flórida (Jacksonville Municipal Stadium)
12ª Etapa – 26 de março – Toronto / Canadá (Rogers Centre)
13ª Etapa – 2 de abril – Arlington / Texas (Cowboys Stadium)
14ª Etapa – 9 de abril – St. Louis / Missouri (Edward Jones Dome)
15ª Etapa – 16 de abril – Seattle / Washington (Qwest Field)
16ª Etapa – 30 de abril – Salt Lake City / Utah (Rice-Eccles Stadium)
17ª Etapa – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Etapas restantes do AMA Supercross Lites Oeste 2011
6ª Etapa – 19 de fevereiro – San Diego / Califórnia (Qualcomm Stadium)
7ª Etapa – 16 de abril – Seattle / Washington (Qwest Field)
8ª Etapa – 30 de abril – Salt Lake City / Utah (Rice-Eccles Stadium)
9ª Etapa – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Calendário do AMA Supercross Lites Leste 2011
2ª Etapa – 26 de fevereiro – Atlanta / Georgia (Georgia Dome)
3ª Etapa – 5 de março – Daytona / Flórida (International Speedway)
4ª Etapa – 12 de março – Indianapolis / Indiana (Lucas Oil Stadium)
5ª Etapa – 19 de março – Jacksonville / Flórida (Jacksonville Municipal Stadium)
6ª Etapa – 26 de março – Toronto / Canadá (Rogers Centre)
7ª Etapa – 2 de abril – Arlington / Texas (Cowboys Stadium)
8ª Etapa – 9 de abril – St. Louis / Missouri (Edward Jones Dome)
9ª Etapa – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Shootout Oeste x Leste Supercross Lites 2011
Etapa única – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Confira como foram as etapas anteriores do AMA Supercross 2011

5ª Etapa – 5 de fevereiro – Anaheim2 / Califórnia
4ª Etapa – 29 de janeiro – Oakland / Califórnia
3ª Etapa – 22 de janeiro – Los Angeles / Califórnia
2ª Etapa – 15 de janeiro – Phoenix / Arizona
1ª Etapa – 8 de janeiro – Anaheim / Califórnia

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Renato Dalzochio Jr disse:

Valeu Esly!

Abraco!

Esly Junior #896 disse:

Twitter: Esly_Junior
Obrigado por nos manter informados, no Brasil falta muita informação sobre nosso esporte, continue assim. Parabens!!

Renato Dalzochio Jr disse:

e respondendo a pergunta do delcio, realmente eh mais emocionante quando o campeonato tem varios vencedores pq ate a briga pelo titulo fica mais imprevisivel, quando tem alguem dominando eh mto monotono, a exemplo da formula 1 nos tempos do schumacher na ferrari

grande abraco!

Renato Dalzochio Jr disse:

hehehe ai bruxo Fabio, na real ja estou d volta ao Brasil, fui aos Eua somente assistir as etapas de Phoenix e Los Angeles, mas independente se for tua primeira vez ou naum no AMA Supercross fica a minha dica d aproveitar ao maximo pq ver duas corridas ao vivo e a cores desse campeonato eh o maior d todos os sonhos q um apaixonado por esse esporte pode realizar, eh loucura mesmo brother! Aproveita ai bruxo, boa sorte e tira bastante foto hehehe! =)

grande abraco!

Delcio Bier disse:

Não sei a opinião de todos, mas a minha é de que fica mais interessante uma temporada com vários vencedores do que um dominador, tipo Carmichael, que ganha tudo. Alguém aposta no próximo vencedor?

fabio castro #246 disse:

ola Renato, gostaria de saber se vc esta aconpanhando ao vivo e a cores nos EUA as provas. Se tiver vamos dar um jeito de nos encontrar, pois vamos assitir 2 ( duas ) etapas. ATLANTA E DAYTONA.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly