Joaninha tentará o penta na Copa Brasil de FMX

Por Assessoria Imprensa Pro Tork | Foto por Fábio Munduim | 14 de Fevereiro de 2011 - 19:03

Gilmar ‘Joaninha’ Flores está pronto para encarar a quinta edição da Copa Brasil de Motocross Freestyle, que será realizada neste fim de semana, 19 e 20 de fevereiro, na praia do Quebra-Mar, no Rio de Janeiro. Invicto na competição, o piloto patrocinado pela Pro Tork é apontado como favorito e promete não decepcionar os fãs na busca pelo penta.

O tetracampeão irá enfrentar grandes nomes como Jorge Negretti, precursor da modalidade no Brasil, Natan Azevedo, Cyro de Oliveira, Marcelo Simões, Fred Kryllos, Jeff Campacci, Pedrinho Nougalli e os irmãos Gian e Paô Bergamini, além de feras internacionais, como o americano Derek Burlew e o colombiano Sebastian “Tatan” Mello.

Com o nível dos adversários cada vez mais alto, Joaninha investiu na preparação em seu Centro de Treinamento, na cidade de Sinop, no Mato Grosso. O piloto já não é mais o único brasileiro a realizar o temido backflip, por isso, vem treinando variações inéditas para surpreender os juízes e levar o público ao delírio. Backflip Shaolin e Cordoba estão guardados na manga.

A execução destas manobras irá depender do nível da disputa. Joaninha passou por uma cirurgia no ombro esquerdo no final de 2010 e dentro do período de recuperação acabou forçando o ombro direito. Com uma luxação e apresentando dificuldades em certos movimentos, o piloto pretende realizar manobras que não explorem tanto os braços.

“Sei que tenho grandes chances de erguer o caneco, mas não posso subestimar meus adversários, que estão mais fortes a cada ano. Há um bom tempo venho treinando essas variações, porém, só irei executá-las se a disputa for muito intensa. De qualquer forma, estou bastante confiante, pois preparei outras manobras que me dão condições de conquistar o penta”, explicou.

Joaninha é patrocinado pela indústria de motos-peças Pro Tork

Joaninha é patrocinado pela indústria de motos-peças Pro Tork

Sobre a disputa
Neste esporte a disputa não consiste em velocidade. A competição e avaliação se baseiam em saltos, que vão de 25 metros a 30 metros de distância, somados a manobras ousadas, realizadas a mais de 10m de altura. A Copa Brasil de Motocross Freestyle tem início no sábado, quando os onze competidores terão direito a duas voltas de 90 segundos de duração cada. Apenas seis competidores passarão para a final no domingo, 20 de fevereiro, que poderá ser acompanhada Ao Vivo no Esporte Espetacular na TV Globo, a partir das 10 horas.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly