CBM teve suas contas de 2010 rejeitadas

Por Jorge Soares | 04 de março de 2011 - 21:13

Na quinta-feira retrasada, 24 de fevereiro, aconteceu em Caldas Novas, Goiás, a Assembleia Geral da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, onde estiveram presidentes de 24 das 25 Federações do país reunidos para deliberar sobre diversos assuntos sobre o motociclismo nacional, além da prestação de contas anual, que após passar por minuciosa análise, foi rejeitada por conter erros.

Dos 24 presidentes de Federações, 9 votaram favoráveis as contas do atual presidente da CBM, Alexandre Caravana Guelman, mas 15 foram contrários, rejeitando assim as contas da entidade na exercício 2010. Caravana, que encerra seu mandato em agosto, tem a possibilidade de concorrer a reeleição comprometida por causa deste impasse na rejeição de suas contas.

Com a não aprovação das contas da CBM, foi formada uma comissão composta por cinco presidentes, que farão uma auditoria interna nas contas para colocarem os resultados desta auditoria em uma Assembleia Extraordinária que tem data marcada para o o dia 23 de maio, na cidade de São Paulo.

Conforme o presidente da Federação Rondoniense de Motociclismo – FRM, Reinaldo Selhorst, um ponto fundamental para 15 Federações não aprovarem as contas do atual presidente da CBM foi a forma simplória como foi apresentado o balanço anual da entidade, que além de não ter tido os cálculos feito por um contador, a balancete não dispunha de folhas apropriadas para tal, deixando transparecer certa desorganização.

Já o presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, Alexandre Caravana, comentou que as contas não foram nem aprovadas e nem desaprovadas, e sim rejeitadas por falta de documentação fiscal, que estavam no contador da entidade, que fica no Rio de Janeiro. E ele disse que foram designados cinco membros da Assembleia para irem na sede da CBM no Rio de Janeiro para auditarem os documentos e apresentarem para os presidentes das Federações numa nova Assembleia marcada para o mês de maio em São Paulo.

Os integrantes desta comissão é formado pelos presidente das Federações de Sergipe, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Bahia, Rio Grande do Sul. Nesta nova Assembleia em São Paulo é que as contas serão aprovadas, ou não pelos membros representantes das 25 Federações de Motociclismo do Brasil, sendo que Amapá e Roraima não possuem Federações de motociclismo. A Federação da Paraíba foi a única ausente na Assembleia em Caldas Novas. Confira abaixo como votaram as Federações que enviaram representantes para a Assembleia Geral da CBM.

Aprovaram
Federação Pernambucana de Motociclismo (FEPEM)
Federação de Motociclismo do Piauí (FMP)
Federação Alagoana de Motociclismo (FAM)
Federação Capixaba de Motociclismo (FECAM)
Federação de Motociclismo do Rio de Janeiro (FEMERJ)
Federação Paulista de Motociclismo (FPM)
Federação Gaúcha de Motociclismo (FGM)
Federação de Motociclismo de Goiás (FMG)
Federação de Motociclismo do Tocantins (FMT)

Reprovaram
Federação de Motociclismo do Mato Grosso do Sul (FEMEMS)
Federação Mato-grossense de Motociclismo (FMMT)
Federação de Motociclismo do Acre (FEMAC)
Federação Paraense de Motociclismo (FEPAM)
Federação de Motociclismo do Amazonas (FEMOAM)
Federação de Motociclismo do Maranhão (FEMMA)
Federação de Motociclismo do Ceará (FMCE)
Federação de Motociclismo do Rio Grande do Norte (FEMORN)
Federação Sergipana de Motociclismo (FSM)
Federação Baiana de Motociclismo (FBM)
Federação de Motociclismo do Distrito Federal (FMDF)
Federação de Motociclismo de Rondônia (FMR)
Federação de Motociclismo de Minas Gerais (FMEMG)
Federação Paranaense de Motociclismo (FPRM)
Federação Catarinense de Motociclismo (FCM)

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Luiz disse:

A não aprovavção das contas mostra que algo ta errado!!!!! e quem pode fazer algumas coisa é justamente as federações!!!!! Acionem o ministério publico federal para intervir,façam tudo para que essa “praga” que existe a tempo na CBM continuada por esse Caravana continue!!! De La Flora “Jabuti” você aprovou as contas????Porque?que vergonha para o Motociclismo Gaucho!!!! Explque-se em publico seu “meia boca”

Alessandro Barros Ferreira disse:

A quem possa interessar,o motivo da ausência da nossa federação na assembléia da CBM se deu por conta do adiamento da abertura da copa veloterra 2011 que seria realizada no dia 20/02 e foi alterada para o dia 27/02,por conta das fortes chuvas que caiu em nossa capital João pessoa, o que nos obrigou a convocar todos os membros desta entidade para trabalhar duro do dia 21/02 até o dia 27/02 quando foi realizado o evento que foi show graças a colaboração dos pilotos, os orgãos publicos,e a imprensa que divulgou a mudança de data, e o publico que compareceu em grande numero mais se deus quiser estaremos na assembléia do dia 23/05/2011e obrigado a todos do site por divulgar o motociclismo brasileiro. Fepamo – PB

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly