Silly Season MX Brasileiro 2011 – Round 5

Por Jorge Soares | Foto por Divulgação | 05 de março de 2011 - 8:19

Segue aqui no Mundocross o Silly Season Round 5 do Motocross Brasileiro 2011. Os piloto relacionados abaixo ou ainda não fecharam com alguma equipe para a temporada 2011, ou estão para comunicar seus futuros para as competições deste ano.

Por isto, nem todos os nomes dos pilotos que irão disputar as competições nacionais de Motocross estão nesta lista , ou por já estarem na lista de equipes e pilotos confirmados para 2011, que você pode conferir clicando aqui, ou por ainda não termos tido contato com eles ou eles não poderem dar maiores detalhes, por estarem em fase de negociação com patrocinadores.

O campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011 terá sete etapas, e começará no dia 3 de abril em Foz do Iguaçu, no Paraná. A Superliga de Motocross terá cinco etapas, que serão disputadas no primeiro semestre. No Arenacross a previsão são de seis etapas sendo elas disputadas no segundo semestre. Já no Brasileiro de Supercross, a CBM agendou dois finais de semana no final do ano para este campeonato.

Silly Season Motocross Brasileiro 2011

Ariel Müller
O gaúcho Ariel Müller, que em 2010 se dedicou a categoria MX1 no campeonato Brasileiro de Motocross, voltará a focar a categoria MX2 em 2011. O esquema permanecerá sendo com a Müller Racing, que tem o patrocínio máster da Calçados Ramarim, e co-patrocínios da MSR, Utopia, FMF, Geramotos, Pro Race Suspensões e Carbase, e ainda terão um patrocínio de uma nova loja de equipamentos e peças que deverá ser inaugurada nas próximas semanas. Os pilotos da equipe usaram motos Kawasaki.

Cristopher Castro
O catarinense Cristopher ‘Pipo’ Castro, que correu pela equipe 2B Duracell Racing nas duas últimas temporadas, e que tínhamos noticiado aqui no Silly Season que estaria negociando com a 2B Racing e com a Geração/Yamaha, informou ao Mundocross nesta quarta-feira que ele deverá vir mesmo em 2011 é com um esquema privado, no estilo que o piloto australiano Chad Reed fez no AMA Supercross. Dentre as novidades para a temporada de 2011 é a volta de Pipo na categoria MX2, já que desde 2009, após fazer uma ótima campanha na categoria, o piloto sempre mostrou que sua prioridade são as motos de 250F, e a experiência obtida no Motocross das Nações contribuíram para que este ano ele volte a correr nas duas categorias, ou seja, MX2 e MX1.Em breve Pipo deverá anunciar sua própria equipe, que de início já está confirmado no Brasileiro de Motocross, sendo que no Estadual de Motocross mostra preferência de voltar a fazer o Catarinense e também estuda a possibilidade de fazer a Superliga de Motocross. E entre os patrocinadores do piloto está a Mormaii, que divulgou em seu site os atletas da marca para 2011, e o nome do Pipo consta lá como atleta oficial Mormaii exclusivo no Motocross.

Carlos Eduardo Franco
O campeão Brasileiro de Motocross 2010 na categoria 230, o sul-mato-grossense Carlos Eduardo Franco, informou ao Mundocross que renovou seu contrato com a Pro Tork Racing Team, só que pra anda no Paraguaio e no Sul-mato-grossense de Motocross nas categorias MX1 e MX pilotando motos Kawasaki. Carlos Eduardo comentou que tinha a vontade de andar também no Brasileiro de Motocross 2011, mas disse que isto ficará para a próxima temporada.

Douglas Parise
O gaúcho Douglas Scartazzini Parise, o ‘Duda’ fechou dias atrás com um patrocinador para a temporada 2011, a Rinaldi.

Gabriel Montenegro
O carioca comentou com o Mundocross que ainda não fechou com nenhuma equipe, e está preocupado com o rumo que está tomando o Motocross Brasileiro, que não tem calendário e nem patrocinadores definidos para a temporada que está programada para começar no dia 3 de abril. Gabriel já foi piloto da equipe oficial Honda, e nas últimas temporadas ele tem corrido em esquemas privados.

Gustavo Takahashi
O piloto paulista que em 2010 correu pela equipe satélite Circuit / Honda, está negociando com patrocinadores pessoais para andar em 2011. Já no restante do seu tempo ele tem se dedicado a sua banda de rock, a No Bangs.

Heinz Chrispim
O piloto paulista Heinz Chrispim, que corre com esquema privado, esta na Califórnia estudando pós graduação, e procurando a possibilidade de treinar e andar por lá. Mas provavelmente participará de algumas etapas do Brasileiro de Motocross e de provas na região de São Paulo e sul de Minas Gerais em 2011.

Jan Poletto Terwak
O piloto paulista da nova geração do Motocross Jan Terwak informou ao Mundocross que irá andar em 2011 com uma Honda CRF 250R. O patrocínio principal dele para este ano será a Fun Day Racing, mas ele está em negociação com outros possíveis patrocinadores para a temporada. Quanto à campeonatos, ele a princípio está estudando participar da Copa Pró Moto de Motocross, Copa Tribo Leste Paulista de Motocross, e a Copa São Paulo de Motocross.

Leonardo Sebben
O gaúcho de Caxias do Sul, Leonardo ‘Léo’ Sebben comentou no seu Perspectiva aqui no Mundocross que estaria avaliando quanto a patrocínio e que estava negociando com alguns outros co-patrocinadores. Mas dias atrás veio um informação de que Léo Sebben não correria Motocross na temporada 2011 !!! Tentamos confirmar esta situação, mas não obtivemos resposta até o fechamento deste Selly Season.

Marçal Müller
O gaúcho Marçal ‘Massa’ Müller, que em 2010 conquistou o título de campeão Brasileiro de Motocross Júnior na categoria MX Júnior, seguirá no esquema da Müller Racing correndo nas categorias MX2 e MX1, junto com seu irmão Ariel, que se dedicará a categoria MX2, e seu pai Marco ‘Milão’ Müller, que correrá na MX4.

Mariana Balbi
A piloto mineira fi anunciada como integrante da equipe Pro Tork / 2B Racing / Kawasaki, mas perguntada pelo Mundocross se poderia responder ao Perspectiva 2011, ela pediu um prazo para responder, pois estava definindo seu futuro no Motocross. Mari não disse, mas o que ela deve estar definindo é a sua participação no WMX – Womens Motocross, o campeonato Americano de Motocross Feminino, no qual ela finalizou em quinto lugar na temporada 2010 competindo pela equipe MotoConcepts / Yamaha.

Em 2010 Mari Balbi correu pela equipe MotoConcepts no WMX

Em 2010 Mari Balbi correu pela equipe MotoConcepts no WMX

Nico Rocha
O vice campeão Brasileiro de Motocross na categoria MX3 em 2010, informou tempos atrás que deseja renovar com a Pro Tork Racing Team, mas que até aquele momento isto não tinha acontecido. A esperança dele em permanecer na Pro Tork é grande, pois ele já é parceiro antigo da fabricante de moto-peças e também por ele ter feito um bom trabalho em 2010, tendo conquistado o título do Paraguaio de Motocross MX3.

Nivaldo Viana
O pilotos Nivaldo Viana, que correu pela 2B Racing em 2010 e foi campeão da Superliga de Motocross na categoria 230, ainda não tem seu futuro definido no Motocross para 2011, mas pela informações recebidas, ele está treinando para quando surgir uma oportunidade ele estar pronto para correr.

Scott Simon
Nestes últimos dias a notícia que foi dada em primeira mão pelo site Mundocross aqui no Silly Season, de que o piloto americano Scott Bradley Simon, campeão Brasileiro de Motocross MX1 e MX2 em 2010, não iria  competir no Motocross Brasileiro em 2011, foi confirmada. Ele voltou para os Estados Unidos na última quinta-feira, pois recebeu uma ótima oportunidade de trabalho, que é ser piloto de testes em uma empresa de construções de pistas que tem contrato com a Kawasaki. E também porque ele estava com desejo de estar perto dos amigos e familiares.

Victor Feltz
O jovem piloto catarinense Victor Feltz (da cidade de Tijucas), que competiu num esquema privado no campeonato Brasileiro de Motocross Júnior 2010, comentou com o Mundocross que ainda estava atrás de uma equipe, e ou patrocinadores para competir em 2011. Victor é primo de João Paulo Feltz, que em 2010 competiu pela equipe Geração / Yamaha.

A Mormaii, empresa que patrocinou a 2B Racing em 2010 poderá aparecer como patrocinadora da equipe Geração / Yamaha em 2011. Este Silly Season teve a colaboração do empresário José Neto, da Impacto Marketing Esportivo.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Jorge Soares disse:

Twitter: mundocross
Olá Mauro….. ainda não sabemos do futuro do Ismael, mas já estamos indo atrás da informação para você, blz.

Gustavo…. a KTM virá com o Thales Vilardi, e no Rio Grande do Sul com o piloto Jethro Feula, que receberá apoio do revendedor Casa de Máquinas KTM.

A Suzuki JToledo infelizmente está num processo com a Suzuki Japão pela detenção da marca e fabricação das motos aqui no Brasil e por isto é provável q continuem com o ‘pobre’ esquema de 2010.

A Yamaha deverá continuar apoiando a Geração Motos de Santa Catarina, que com a perde de Gabriel Gentil e Anderson Cidade, ainda não anunciou quem serão os pilotos para 2011.

E Raphael, o Chumbinho continuará na equipe Pro Tork Racing Team, provavelmente na categoria MX4 no Brasileiro de Motocross.

Falowww

Jorge

Rafael968 disse:

queria noticias do Chumbinho !

Gustavo disse:

queria saber se ainda vai existir a equipe SUZUKI e a YAMAHA ? pois até agr , só tem de quase certo o nielsen bueno na suzuki , e na yamaha ngm..e queria saber tbm da KTM , é só o thales mesmo?

MAURO disse:

OLA,GOSTARIA DE NOTICIAS DO ISMAEL 127

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly