Foto Histórica Mundocross

Por Jorge Soares | Foto por Divulgação | 25 de março de 2011 - 7:39

Algumas equipes marcaram época no Motocross brasileiro, e uma delas foi a Equipe Hollywood. Ela surgiu em 1986 através do empresário Pedro Faus, que tinha a Revista Motosport, a melhor revista Off-Road da época. E em 1987, Faus contratou o ex-chefe da equipe oficial Honda, o português Antonio Sequeira, que foi coordenar a Equipe Hollywood Motocross, que estava despontando no cenário das competições nacionais.

Pra quem não se lembra da Equipe Hollywood Motocross, entre os pilotos estava o americano Rodney Smith, que revolucionou o Motocross brasileiro nos anos 80, junto com outro fera yanque, Kenny Keylon, que quando chegaram em 1985, correram pela equipe oficial Yamaha / Shell, que depois também foi a equipe dos então garotos, Jorge Negretti e Eduardo Saçaki.

Além de Rodney, a Equipe Hollywood Motocross tinha os pilotos brasileiros Ylton Veloso ‘Paraibinha’ Cavalcanti, Rogério Nogueira, Ronaldo ‘Kueka’ Torman, Ricardo ‘Cerejinha’ Jacoby, Zinho Viviani, além do espanhol Jordi Elias e do americano Gene Fireball.

Na imagem acima alguns dos integrantes da Equipe Hollywood Motocross na temporada de 1987. Entre o pessoal, está o piloto Gene Fireball, os mecânicos Nicola Malzoni e Pêra, e o chefe da equipe Antonio Sequeira, que é o que está com o cronômetro.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

estou muito feliz de poder ver estas fotos relembrar o passado o motocross jamais sera o mesmo morei por varios anos ao lado da pista do horto florestal em jundiai esses sim eram anos felizes dia 23/06/2012 demorei mas realizei meu sonho de fazer motocross a equipe hollywood sempre sera minha inspiraçao por toda vida

Pedro Faus disse:

Fico feliz que o mundocross guarde essas memórias do nosso motociclismo. Parabéns pela matéria e enviarei fotos demeus arquivos pessoais a vcs.

ZÉBA disse:

Sou de Indaiatuba e tive a oportunidade de ver toda a equipe treinando, o treino parecia uma corrida e quando eles paravam pra um intervalo nós q na época corriamos bicicross, tomavamos a pista e ficavamos loucos, era demais ver aquelas feras.

Mitterhofer disse:

Adorei essa matéria, tive a oportunidade de ver esses pilotos andarem forte.

alexandre disse:

não deixem para tras o excelente piloto da equipe zinho viviani, numero 52

Robson disse:

Bons tempos estou na foto maurico negao mitio san luis neguinha rogerio nogueira gimi faribol ciqueira abraco Robson Mecanico do motocross da antiga

paulo disse:

Eu tive o prazer de ver esta fera correr, sou de indaiatuba e eles treinavam sempre por aqui, acho ele o Ayrton Senna do motocross, realmente uma fera.

Jorge Soares disse:

Twitter: mundocross
Olá Angela !!

Eu sei q o Cerejinha tem um perfil no Twitter, então lá pode ser um canal para vc manter contato com ele, blz

Falowww

Jorge

ANGELA disse:

NOSSA !!!! VIAJEI COM ESTA MATÉRIA !!!!
GOSTARIA (MUITO) DE SABER POR ONDE ANDA O CEREJINHA E SE TEM UM E-MAIL OU FORMA DE CONTATO.

chandler disse:

como era chamdo “o brazuka rodney smith ” anda d+ os brasileiro pegaram o estilo depe u.u meu pai teve a honra de ver ele correndo.

Ricardo disse:

Cara,vi o kueka andar,andou na minha cidade encantado andava muito,não tive p prazer de ver os outros acima citado andando,mas que velhos tempos muito bom

Cesar disse:

Parabéns pela foto, grandes figuras dos bons tempos do motocross!
Nicola, grande preparador e mecânico.

Abç

zanela disse:

SÓ A APRESENTÇÃO QUE A EQUIPE FAZIA ANTES DAS POVAS JA ERA UM SUCCCESSSO. TINHA AINDA OS PILOTOS DANY PALADINO E RIALMIR BERTOGNA

JOAO disse:

MUITO LEGAL, ESSAS FOTOS E COMENTARIOS DA HISTORIA DO
NOSSO MOTOCROSS, ESTOU CURTINDO MUITO VALEU.

nelson disse:

so fera ai em graças a deus tive o prazer de ver esses cara andar que tempo bom em

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly