Pilotos estão animados para o Brasileiro de MX

Por Mundo Press Assessoria | Fotos por Divulgação | 26 de março de 2011 - 11:36

Motivação, ansiedade e curiosidade para saber como estão os adversários. A abertura do campeonato Pro Tork Brasileiro de Motocross 2011, marcada para os dias 2 e 3 de abril em Foz do Iguaçu, Paraná, envolve uma série de sentimentos para os protagonistas desta briga: os pilotos. “Não se ganha o campeonato na primeira etapa, mas se perde o título”, lembrou Jorge Balbi Júnior, confirmado nas categorias MX1 e MX2.

O piloto disputou provas pelo AMA Supercross, nos Estados Unidos, e está bastante satisfeito com a pré-temporada. “Atualmente estou em 11º e sou o melhor piloto privado na competição. A expectativa é muito positiva para iniciar o Brasileiro, ainda mais por ter superado as minhas metas na pré-temporada”, continuou o mineiro Jorge Balbi Jr., piloto da equipe Pro Tork / 2B / Kawasaki Racing.

 

Em 2011 Balbi vai em busca de mais títulos nacionais no MX

Em 2011 Balbi vai em busca de mais títulos nacionais no MX

Para chegar até o título nacional, Balbi terá pela frente adversários como os irmãos paulistas Marcello ‘Ratinho’ e Dudu Lima, da equipe Vaz / Rinaldi / Kawasaki, vice-campeões em 2010 na MX2 e MX1, respectivamente (o norte-americano Scott Simon faturou os dois títulos). “Todo mundo quer começar bem e saber como estão os adversários”, garantiu Ratinho. “A ansiedade é grande, mas me sinto bem treinado e com tudo pronto”, continuou. Dudu Lima também investiu na preparação. “Fizemos uma pré-temporada bastante forte e espero sair na frente.”

 

Ratinho foi vice-campeão Brasileiro na MX2 em 2010

Ratinho foi vice-campeão Brasileiro na MX2 em 2010

Na categoria 230, o atual campeão Brasileiro de MX na categoria nacional, Carlos Eduardo Franco, que tem o patrocínio da Pro Tork, garantiu participação na primeira etapa. “Acredito que a categoria estará ainda mais forte em 2011”, apostou o piloto, que mora em Sete Quedas, no Mato Grosso do Sul, a apenas 200 quilômetros de Foz do Iguaçu. Já o goiano Kioman Munoz, patrocinado pela Tonin Bala / Rinaldi,  não irá defender o título da 65, pois subiu para a categoria 85. “Estou muito animado e treinando bastante, a moto é muito mais forte. Espero subir no pódio”, concluiu.

 

Carlos Eduardo confirmou que estará na abertura do Brasileiro de MX

Carlos Eduardo confirmou que estará na abertura do Brasileiro de MX

O Pro Tork Brasileiro de Motocross inclui sete etapas, sendo que a grande decisão está marcada para o dia 29 de outubro na pista de Siqueira Campos, Paraná. Estarão em jogo os títulos das categorias MX1, MX2, MX3, MX4, 230, 85 e 65.

Os ingressos para a primeira etapa estão sendo vendidos nos seguintes locais em Foz do Iguaçu: Motec/Honda, Picos Motos, Tass Motos, Moto Peças Alto Paraná, V Max Motos, GB Motos, João Motoka Motos, Giga Racing no Paraguai e Foz Tintas.
Os preços dos ingressos para o evento em Foz são os seguintes:
Antecipado – 2 e 3 de abril R$15,00
2 de abril (no local) – R$5,00
3 de abril (no local) – R$15,00
Credencial de box com camiseta exclusiva – válida para 2 e 3 de abril – R$40,00

As inscrições estão abertas até o dia 30 de março, quarta-feira. Para garantir um lugar no gate da etapa de abertura do Pro Tork Brasileiro de Motocross, clique aqui

Calendário do Pro Tork Brasileiro de Motocross
3 de abril – 1ª etapa – Foz do Iguaçu (PR)
8 de maio – 2ª etapa – Carlos Barbosa (RS)
12 de junho – 3ª etapa – Canelinha (SC)
17 de julho – 4ª etapa – A definir (RJ)
21 de agosto – 5ª etapa – Anchieta (ES)
25 de setembro – 6ª etapa – Aracaju (SE)
29 de outubro – 7ª etapa – Siqueira Campos (PR)

O Pro Tork Brasileiro de Motocross tem o patrocínio de Pro Tork e Rinaldi. A etapa de Foz do Iguaçu conta com o patrocínio local de Foz Tintas, Manica, Itaipu Binacional, FM 97,7, Giga Racing, Eco Cataratas e Vote Cataratas do Iguaçu. O evento tem supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo, organização da Federação Paranaense de Motociclismo e MZ Sports, e o apoio da Secretaria de Esportes do Governo do Paraná.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly