Stedile largou na frente no Brasileiro de Velocross

Por Adriano Winckler | Foto por Divulgação | 29 de março de 2011 - 20:57

O paranaense Paulo Stedile saiu na frente na disputa pelo título do campeonato Brasileiro de Velocross 2011. O piloto da equipe Pro Tork venceu neste domingo a primeira etapa da competição na categoria VX1, disputada no Parque Esportivo Maximiano Pfeffer, em Rio Negro, Paraná. Lui Fietz, campeão em 2010, e Alexandro Lara, terminaram em segundo e terceiro, respectivamente.

“Comecei o ano com o pé direito, como planejava. Abertura de campeonato é bem importante. Você não ganha o título nela, mas pode perder se não se cuidar. Tive muita cautela, já que na chuva é fácil você cometer erros”, declarou Stedile por sua assessoria de imprensa.

Válida também pelo campeonato Paranaense da modalidade, a prova teve 546 pilotos inscritos nas 15 categorias em disputa. Com a ampliação da estrutura do Parque Maximiano Pfeffer, o público presente foi superior a 10 mil pessoas. Faltando quatro baterias para o encerramento do evento, caiu uma forte chuva no local, exigindo ainda mais técnica e condicionamento físico dos pilotos.

“A pista ficou bem difícil, mas conseguimos fazer um bom ajuste na moto, escolhemos os pneus certos, e eu larguei na frente e não peguei tanto barro na cara. O segundo colocado me pressionou bastante, mas eu consegui administrar, fui cauteloso. Sei que no barro, se você não cuidar, derrete a moto”, completou Paulinho.

Para o presidente da Federação Paranaense de Motociclismo, Gilberto Rosa, a prova mais uma vez foi um sucesso.

“Sabíamos que não seria fácil trabalhar com um número tão grande de inscritos. Mas com o empenho da minha equipe, da equipe do Rio Negro Moto Clube e com o apoio das Federações de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, através dos seus presidentes Kiko e Jabuti, a prova foi um sucesso”, afirmou o dirigente.

A abertura dos Campeonatos Brasileiro e Paranaense de Velocross teve o apoio da Prefeitura Municipal de Rio Negro e de Jarva Racing, e patrocínio oficial da Pro Tork. A organização foi do Moto Clube de Rio Negro. A supervisão foi da Federação Paranaense de Motociclismo e Confederação Brasileira de Motociclismo. A segunda etapa do campeonato Brasileiro de Velocross está marcada para os dias 14 e 15 de maio, no Rio de Janeiro.

Resultado da primeira etapa do Brasileiro de VX 2011

Categoria VX1
1º – Paulo Cesar Stedile
2º – Lui André Fietz
3º – Alexandro de Lara
4º – Jeison Scheidt
5º – Mateus Basso

Categoria VX2
1º – Mateus Basso
2º – Rodrigo Taborda
3º – Lui André Fietz
4º – Tiago Pykocz
5º – Alan Michel

Categoria VX3 Importada
1º – Avacir Chaves
2º – Nasri Sarkiss
3º – Fabiano Ribeiro
4º – Carlos Célio Ribas
5º – Alencar Krefta

Categoria VX3 Nacional
1º – João Silverio
2º – Marcelo Marques
3º – Ademar Werner
4º – Braulio Andrade
5º – Marcos Ari Augustin

Categoria 230
1º – Jackson Keil
2º – Eleandro Leobet
3º – Wyllyn Alves
4º – Preslei de Carli
5º – Daniel Schmitz

Categoria Força Livre Nacional
1º – Marcos Dario
2º – Jacson Keil
3º – Giovani Veiga Adriano
4º – Daniel Schmitz
5º – Jamesson Rafael

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Vanderlei Souza disse:

Meus parabens ao pessoal do evento mais uma vez mostrou que o velocross(veloterra)esta no caminho certo 546 inscrições e 10.000 (publico)
esta sendo um sucesso.

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly