Preparação física: O perigo do overtraining

Por Vinicius Radenzev Simões | Fotos por Divulgação | 08 de abril de 2011 - 8:36

Nesta coluna vamos continuar a falar do início de temporada, pois como já disse é o começo de tudo, tanto para os praticantes de Motocross, Velocross e outras modalidade do motociclismo Off-Road, como também para  pessoas comuns que querem tirar o atraso do tempo parado e abusam das atividades físicas e acabam cometendo o overtraining, que nada mais é do que o excesso de exercícios físicos.

Sem exceções, os que podem, vão às academias ou contratam preparadores pessoais (personal trainer), a maioria corre ou caminha no Parque, no clube, todos com a boa intenção de saúde total um preparo físico melhor em conjunto de esculpir um corpo maravilhoso esquecem que nós humanos não somos 100% sem defeitos. O limite entre vários pequenos defeitos e os sem defeitos é praticamente indistinguível.

Agora, o mais importante é saber quando ? Em nosso treinamento físico, o que era pouco passou a se transformar em muito e depois de alto risco. Seria a pratica de atividade física intensa um fator de piora de algum defeito que estava adormecido ? Várias pesquisas em cardiologia aplicada ao esporte, foram constatados que os pequenos problemas do coração de iniciantes no esporte, caso não sejam cuidados com a devida atenção, sem dúvida, irão causar riscos sérios no futuro, justamente quando muitos dos atletas poderão estar bem profissionalmente e nada os convencerá abandonar o esporte !!

Lembra dos casos dos futebolistas cardíacos ainda vivos e os infortunadamente falecidos ? Vamos relembrar a todos que respeitem os limites físicos, não forcem, mesmo quando ainda acharem estarem suportando o desenvolvimento do exercício. O que vemos principalmente nas academias é exatamente isso, o erro do vamos malhar muito para logo atingir o objetivo, e isto é muito perigoso.

Um exemplo já no que diz respeito a nós praticantes do motociclismo em geral ocorre também essa vontade de acelerar e correr atrás do tempo perdido em relação ao Motocross e Off-Road. Com essa quantidade de chuvas que estão caindo em nosso país é praticamente impossível treinar com a moto e isto pode trazer muitos prejuízos como tombos e lesões, e acabamos conseqüentemente treinando de uma forma excessiva o físico, que como já disse é muito perigoso também.

O ideal é que sigam  as orientações para atingir o auge em 12 a 14 semanas para aqueles  que não são profissionais  e umas 8 semanas para os profissionais. O correto é que procurem academias bem estruturadas e organizadas, pois existem muitas, com mensalidades baratas mas com equipamentos sem manutenção e ultrapassados, o que aumenta os riscos de acidentes gerais e de problemas ortopédicos.

Para maior segurança da população foi assinada recentemente, a nova lei municipal que exige equipamentos de salvamento (desfibriladores semi-automáticos) e leigos treinados em emergências, nas academias, estações rodoviárias, aeroportos, shoppings e locais com mais de 1.500 pessoas.

É bom lembrar que excessos de horas (mais de uma hora por vez ), excessos de intensidade (esperar sentir dores para então parar o exercício), excesso de dias ativos fisicamente (sem intervalo de dia de descanso na semana), excesso de peso não combatido que piora o trauma nas articulações nos exercícios na esteira, além de não trazerem benefícios, elevam os riscos cardiovasculares e ortopédicos.

Esta foi mais uma dica da MX Personal Assessoria Esportiva. Espero que tenham gostado e que 2011 iniciem com muita saúde e dedicação !!

A MX Personal possui os seguintes serviços
1. Aumento de massa muscular
2. Aumento da capacidade respiratória
3. Reabilitação
4. Emagrecimento
5. Planilhas de treinos online
6. Acompanhamento em pistas
7. Serviços de Personal trainer

Boa sorte a todos os pilotos !!

Gui Lima, Ratinho Lima e Vinicius Radenzev

Gui Lima, Ratinho Lima e Vinicius Radenzev

Para maiores informações acesse www.mxpersonal.com.br
[email protected] ou (11) 9847-5227

Vinicius ‘Pernilongo’ Radenzev é formado em Educação Física pela Unimep, e é Pós graduado em fisiologia do exercício pela Universidade Federal de São Paulo e possui uma experiência como piloto de Motocross há 23 anos.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly