AMA Supercross 2011 – 16ª etapa – Salt Lake

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Steve Giberson | 01 de maio de 2011 - 19:18

Após uma semana de recesso, o AMA Supercross voltou neste sábado, em seus momentos decisivos da temporada 2011. A penúltima etapa foi disputada neste sábado, 30 de abril, em Salt Lake City, no Estado de Utah, nas dependências do Rice-Eccles Stadium, palco da cerimônia de abertura e de encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002, e casa do time de futebol americano da Universidade de Utah.

A manhã de sábado começou fria, ocasionando a queda de um bocado de neve. Entre as novidades, o alemão Ken Roczen, da equipe oficial KTM, líder do Mundial de Motocross na categoria MX2, voltou aos Estados Unidos, onde fez sua pré-temporada, para disputar esta etapa na categoria Lites costa Oeste, já pensando na terceira etapa do Mundial de Motocross, que será o GP dos Estados Unidos, dia 15 de maio em Glen Helen, na Califórnia.

A equipe oficial Red Bull / Honda Racing anunciou que o veterano Kevin Windham será o piloto da equipe nas primeiras etapas do AMA Motocross, enquanto Trey Canard e Josh Grant não retornam de suas lesões. Windham é piloto da equipe Geico Powersports / Honda. Outra novidade é que o piloto Jake Weimer da equipe oficial Monster Energy / Kawasaki voltou ao campeonato após um longo período afastado por lesão.

Categoria SX Lites Oeste vai para a final totalmente indefinida

Categoria SX Lites Oeste vai para a final totalmente indefinida

Na última vez que visitou Salt Lake City o AMA Supercross não estava tão tenso como desta vez. Em 2010, Ryan Dungey já havia garantido o título por antecipação na categoria Supercross, enquanto que na categoria Supercross Lites costa Oeste, Jake Weimer confirmava o título nesta etapa.

Já este ano, o campeonato chegou em Salt Lake City com quatro pilotos disputando o título na principal categoria, a Supercross, mesma situação da categoria Supercross Lites costa Oeste, onde a briga pela liderança está totalmente aberta. Confira como foi…

Categoria Supercross Lites costa Oeste

Na largada, o alemão Kenny Roczen, da equipe oficial KTM, saiu na frente na longa reta de largada, mas na primeira curva, para a esquerda, perdeu a liderança para Broc Tickle, piloto da equipe semi-oficial Monster / Pro Circuit / Kawasaki, e atual líder do campeonato. Mas logo nas primeiras curvas, Tickle foi superado por Elic Tomac, da equipe semi-oficial Geico Powersports / Honda, enquanto que Josh Hansen, companheiro de equipe de Tickle e um dos pretendentes ao título, caiu em uma curva para a direita quando tentou dar um block pass agressivo em cima de Tomac , voltando a prova nas últimas posições.

Largada da final da categoria SX Lites Oeste em Salt Lake City

Largada da final da categoria SX Lites Oeste em Salt Lake City

Eli Tomac e Josh Hansen

Eli Tomac e Josh Hansen

Depois disso Tomac não teve problemas para permanecer na liderança e garantir a vitória. A única parte emocionante da corrida foi a disputa entre Tickle e Roczen, que durou até a sétima volta, quando o alemão ultrapassou o piloto da Kawasaki e garantiu a segunda posição, seu melhor resultado no AMA Supercross até agora. Tickle completou o pódio em terceiro.

Kenny Roczen e Broc Tickle

Kenny Roczen e Broc Tickle

Eli Tomac

Eli Tomac

Cole Seely, da equipe semi-oficial Troy Lee Designs / Lucas Oil / Honda foi o quarto, e Kyle Cunningham, da equipe semi-oficial DNA Shred Stixs / Star Racing / Yamaha completou os cinco primeiros. “Essa corrida esteve sob meu controle. Você sempre sonha em ganhar um campeonato, e eu estou um pouco mais perto disso, mas ainda há um longo caminho para percorrer”, disse Tomac.

“É uma sensação incrível. A torcida foi incrível também. Minha equipe está 100%. Tive um pouco de dificuldade nas primeiras corridas, mas no ano que vem estarei aqui de novo e espero me sair melhor”, disse Roczen. “A pista era técnica. Eu tentei fazer uma boa largada. O pódio é bom, mas eu quero vencer o campeonato”, disse Tickle.

Broc Tickle e Kenny Roczen

Broc Tickle e Kenny Roczen

Eli Tomac

Eli Tomac

No campeonato, Tickle ainda lidera, mas vai para a etapa final em Las Vegas com apenas dois pontos de vantagem sobre Tomac. Hansen caiu para a terceira posição, e agora está 14 pontos atrás de Tickle. Seely é o quarto, e Ryan Morais da equipe Rockstar Energy Drink Suzuki fecha os cinco primeiros.

Resultado da Heat 1 da categoria Supercross Lites Oeste
1. Ryan Morais
2. Ken Roczen
3. Eli Tomac
4. Josh Hansen
5. Nick Paluzzi
6. Tyla Rattray
7. Ben Evans
8. Landen Powell
9. Donald Vawser

Resultado da Heat 2 da categoria Supercross Lites Oeste
1. Cole Seely
2. Kyle Cunningham
3. Broc Tickle
4. Martin Davalos
5. Travis Baker
6. Bruce Rutherford
7. Topher Ingalls
8. Casey Hinson
9. Jake Canada

Resultado da Last Chance da categoria Supercross Lites Oeste
1. Tommy Weeck
2. Tevin Tapia

Resultado da oitava etapa da categoria Supercross Lites costa Oeste
1. Eli Tomac (Honda)
2. Ken Roczen (KTM)
3. Broc Tickle (Kawasaki)
4. Cole Seely (Honda)
5. Kyle Cunningham (Yamaha)
6. Tyla Rattray (Kawasaki)
7. Ryan Morais (Suzuki)
8. Martin Davalos (Suzuki)
9. Travis Baker (Honda)
10. Ben Evans (Kawasaki)
11. Tommy Weeck (Honda)
12. Jake Canada (Kawasaki)
13. Josh Hansen (Kawasaki)
14. Topher Ingalls (Honda)
15. Bruce Rutherford (Kawasaki)
16. Casey Hinson (KTM)
17. Donald Vawser (Kawasaki)
18. Landen Powell (Honda)
19. Tevin Tapia (KTM)
20. Nick Paluzzi (Yamaha)

Classificação categoria Supercross Lites costa Oeste após oito etapas
1. Broc Tickle – 165 pontos (1 vitória)
2. Eli Tomac – 163 (2 vitórias)
3. Josh Hansen – 151 (3 vitórias)
4. Cole Seely – 131 (2 vitórias)
5. Ryan Morais – 124
6. Tyla Rattray – 111
7. Ken Roczen – 105
8. Kyle Cunningham – 105
9. Martin Davalos – 95
10. Ben Evans – 68 pontos

Categoria Supercross

Na largada, James Stewart, da equipe oficial San Manuel / Yamaha, fez o holeshot e saiu na frente, seguido pelo australiano Chad Reed da equipe privada Two Two Motorsports em segundo, Justin Brayton da equipe oficial Muscle Milk / Toyota/ Yamaha em terceiro, o líder do campeonato Ryan Villopoto da equipe oficial Monster Energy / Kawasaki em quarto e o atual campeão Ryan Dungey da equipe oficial Rockstar / Makita / Suzuki em quinto.

Largada da final da categoria Supercross em Salt Lake City

Largada da final da categoria Supercross em Salt Lake City

James Stewart

James Stewart

Com cinco voltas completadas, as posições permaneciam as mesmas. Stewart tinha quase cinco segundos de vantagem sobre Reed. No final da sétima volta, Villopoto assumiu a segunda posição ao ultrapassar Reed na curva a direita antes do salto de chegada, e poucos segundos depois, em uma curva para a esquerda, Stewart caiu e entregou a liderança de bandeja para o piloto da Kawasaki.

O piloto da Yamaha montou rapidamente na sua moto e apenas 30 metros depois caiu novamente. Fora da pista ele deu uma checada rápida em sua moto, e voltou para a corrida novamente. Villopoto chegou a abrir quase três segundos sobre Reed, mas nas voltas finais o australiano se aproveitou dos retardatários para apertar o ritmo e diminuiu a distância.

David Millsaps e Justin Brayton

David Millsaps e Justin Brayton

Ryan Dungey

Ryan Dungey

Mesmo assim o piloto da Kawasaki garantiu sua sexta vitória na temporada, recebendo a bandeira quadriculada com apenas 954 milésimos de vantagem sobre o australiano. Dungey completou o pódio em terceiro, com Andrew Short, da equipe oficial KTM, em quarto. Davi Millsaps, da equipe oficial Muscle Milk / Toyota / Yamaha, completou os cinco primeiros.

James Stewart finalizou na décima posição. “Foi uma grande corrida. Tive um bom começo. Fui capaz de superar o Chad e logo depois vi o James cair. Dali em diante tive que me preocupar apenas com o Chad. Nós todos fizemos um bom trabalho este ano. Ainda tenho que fazer uma boa corrida em Las Vegas, mas minha pressão foi um pouco aliviada com a vitória esta noite e para ser campeão eu preciso completar as vinte voltas no próximo final de semana e marcar alguns pontos”, disse Villopoto.

Chad Reed

Chad Reed

Ryan Villopoto

Ryan Villopoto

“Ryan fez uma grande corrida. Eu não tive um começou muito agressivo, mas fui melhorando conforme a corrida prosseguiu. Acho que esta noite não fui agressivo o suficiente. Las Vegas será um tiro no escuro, mas tudo pode acontecer e eu vou colocar o meu coração na corrida sábado que vem”, disse Reed. “Eu tive um ótimo começo, mas simplesmente não consegui fazer as coisas acontecerem. Tenho de tentar a vitória em Las Vegas”, disse Dungey.

No campeonato, Villopoto abriu nove pontos de vantagem sobre Reed, e mesmo que o australiano vença a final em Las Vegas no próximo sábado, pode finalizar até a quinta posição que mesmo assim garante o título. Já Reed precisa vencer e torcer para que o piloto da Kawasaki finalize na sexta posição ou abaixo disso. Três pontos atrás de Reed e doze atrás de Villopoto, Dungey é o terceiro colocado.

Ellie, Tate e Chad Reed

Ellie, Tate e Chad Reed

Ryan Dungey, Ryan Villopoto e Chad Reed no pódio em Salt Lake

Ryan Dungey, Ryan Villopoto e Chad Reed no pódio em Salt Lake

Stewart permanece na quarta posição, mas com o péssimo resultado obtido nesta corrida, viu sua diferença para o líder subir para 23 pontos. Mesmo fora do campeonato, o lesionado Trey Canard, da equipe oficial Red Bull / Honda Racing, fecha os cinco primeiros na classificação.

A grande final do AMA Supercross acontecerá no próximo sábado, dia 7 de maio em Las Vegas, onde serão conhecidos os campeões da categoria Supercross Lites costa Oeste, Supercross Lites costa Leste, e da principal categoria do campeonato, a Supercross. Lembrando que a etapa final em Las Vegas terá transmissão Ao Vivo aqui no Mundocross.

Resultado da Heat 1 da categoria Supercross
1. Chad Reed
2. Kevin Windham
3. Ryan Villopoto
4. Jake Weimer
5. Kyle Regal
6. Justin Brayton
7. Tommy Hahn
8. Michael Byrne
9. Ben LaMay

Resultado da Heat 2 da categoria Supercross
1. James Stewart
2. Ryan Dungey
3. Davi Millsaps
4. Andrew Short
5. Nick Wey
6. Mike Alessi
7. Robert Kiniry
8. Jason Thomas
9. Chris Blose

Resultado da Last Chance da categoria Supercross
1. Tyler Bowers
2. Cole Siebler

Resultado da décima sexta etapa da categoria Supercross
1. Ryan Villopoto (Kawasaki)
2. Chad Reed (Honda)
3. Ryan Dungey (Suzuki)
4. Andrew Short (KTM)
5. Davi Millsaps (Yamaha)
6. Kevin Windham (Honda)
7. Jake Weimer (Kawasaki)
8. Tommy Hahn (Yamaha)
9. Justin Brayton (Yamaha)
10. James Stewart (Yamaha)
11. Nick Wey (Yamaha)
12. Kyle Regal (Yamaha)
13. Michael Byrne (Suzuki)
14. Chris Blose (Kawasaki)
15. Tyler Bowers (Kawasaki)
16. Jason Thomas (Suzuki)
17. Robert Kiniry (Kawasaki)
18. Cole Siebler (Kawasaki)
19. Ben LaMay (Yamaha)
20. Mike Alessi (KTM)

Classificação categoria Supercross após dezesseis etapas
1. Ryan Villopoto – 318 pontos (6 vitórias)
2. Chad Reed – 309 (1 vitória)
3. Ryan Dungey – 306 (1 vitória)
4. James Stewart – 295 (5 vitórias)
5. Trey Canard – 255 (3 vitórias)
6. Andrew Short – 214
7. Kevin Windham – 202
8. Davi Millsaps – 172
9. Justin Brayton – 153
10. Nick Wey – 139 pontos

Etapa restante do AMA Supercross 2011
17ª Etapa – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Etapa restante do AMA Supercross Lites Oeste 2011
9ª Etapa – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Etapa restante do AMA Supercross Lites Leste 2011
9ª Etapa – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Shootout Oeste x Leste Supercross Lites 2011
Etapa única – 7 de maio – Las Vegas / Nevada (Sam Boyd Stadium)

Confira como foram as etapas anteriores do AMA Supercross 2011

15ª Etapa – 16 de abril – Seattle / Washington
14ª Etapa – 9 de abril – St. Louis / Missouri
13ª Etapa – 2 de abril – Arlington / Texas
12ª Etapa – 26 de março – Toronto / Canadá
11ª Etapa – 19 de março – Jacksonville / Flórida
10ª Etapa – 12 de março – Indianápolis / Indiana
9ª Etapa – 5 de março – Daytona / Flórida
8ª Etapa – 26 de fevereiro – Atlanta / Geórgia
7ª Etapa – 19 de fevereiro – San Diego / Califórnia
6ª Etapa – 12 de fevereiro – Houston / Texas
5ª Etapa – 5 de fevereiro – Anaheim2 / Califórnia
4ª Etapa – 29 de janeiro – Oakland / Califórnia
3ª Etapa – 22 de janeiro – Los Angeles / Califórnia
2ª Etapa – 15 de janeiro – Phoenix / Arizona
1ª Etapa – 8 de janeiro – Anaheim / Califórnia

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Jorge Soares disse:

Twitter: mundocross
Obrigado pelas palavras de carinho Betinho.

A gente faz o Mundocross por causa do tesão pelo Supercross e pelo Motocross e fizemos pensando nos leitores.

Um forte abraço e Motocross na veia direto !!!

Jorge

Betinho e bebe # 51 disse:

Nossos parabens tambem a voce Jorge!!! e aguardamos anciosos a transmicao da final.
Grande abraco e uma boa semana a todos.

Douglas disse:

Twitter: dougpoly
o caneco e o #1 estao no colo de villopoto!!!!!
uma corrida com a cabeça sabado que vem e ele leva o titulo

William disse:

Grande Noticia. Parabéns!
Está sensacional o Supercross este ano…
Imperdível a etapa final…

Paulo disse:

É isso ai. Mundocross sempre chegando na frente com as noticias. Parabéns !!!

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly